4 maneiras de falar com o cliente mais inacessível do mundo!

14
1722

Sabe aquelas situações da vida empreendedora que te obrigam a falar com o Presidente de um clube, ou o Diretor de marketing de uma grande empresa? Pois é, normalmente é bem difícil chegar nesses caras, mas muitas vezes é imprescindível para que o negócio aconteça. E aí, empreendedor, o que fazer?

Segunda-feira tivemos uma ótima palestra aqui na LUZ do Renan Kaminski, da Kaminski Avalca, sobre como ser um empreendedor CQC. Para quem não sabe quem são os caras do CQC.

Eles são basicamente os caras mais caras de pau que você conseguirá encontrar por aí. Durante a palestra uma das perguntas aos participantes era: “Que barreira você conseguiu ultrapassar mesmo que ninguém acreditasse que era possível?” E foi aí que veio a ideia do post (inclusive um dos presentes me chamou e falou “ótimo tema para post eim!”)

Hoje, mostrarei para vocês as 4 melhores estratégias que conheço para conseguir falar com esses caras intocáveis, que muitas vezes querem dizer muito$ negócio$ pra gente.

1. Zézinho, meu broder

Amigos de infância - LUZ Geração Empreendedora

O método ensinado pelo nosso palestrante CQC foi o que garantiu seu sucesso. Ele precisava falar com o presidente de um grande clube de Curitiba. Ele tentou dezenas de vezes falar com o presidente, mas este estava sempre “ausente”. Ele resolveu, portanto, mudar de estratégia. Ligou para o clube, chegou na secretária do presidente, mas ao invés de pedir para falar com o Dr. Barbosa, ele falou algo como:

Renan: “Bom dia, poderia falar com o Zé?”

Secretária: “O sr. quer dizer o Dr. Barbosa?”

Renan: “Ah sim, hahaha isso mesmo, desculpe nunca o chamei assim e nem vou conseguir me acostumar tão cedo. Você pode passar pra ele por favor? Quem fala é o Renan, ele saberá quem é.”

Secretária: “Ele não está, você pode retornar às 15h?”

Renan: “Claro!”… às 15h ele retornou e conseguiu falar com o Presidente.

2. Dona mãe

Secretária mãe - LUZ Geração Empreendedora

No primeiro método, apelamos para a intimidade. Ao nos passarmos por amigos, conseguimos superar as barreiras de negócios. Outra forma de supera-la, é parecer maior do que você é. É aí que entra a Dona mãe. Ao invés de você ligar para seu cliente intocável, deixe que sua mãe (irmã, tia, tio, diarista) ligue para a secretária dele e fale “olá, estou na outra linha com o Dr. Lito que precisa falar com o Dr. Barbosa, ele não pode aguardar, o Dr. pode atende-lo agora?

Nessas relações mais horizontais, as secretárias acabam se entendendo melhor, e conhecemos casos onde a estratégia funcionou!

3. Mídias sociais

twitter como ferramenta para encontrar clientes

Verdade, tem muito executivo por aí que se esconde atrás de camadas e camadas de gente, mas peraí, eles também são gente! Há alguns meses eu precisava falar com a Luiza Trajano, da Magazine Luiza. O que eu fiz? Enviei um tweet pra ela! Resultado?

Twitter falando com presidente de empresa

Twitter Luiza Trajano

Simples. Eu poderia ficar catando contato, fazendo networking e etc, mas me bastou um simples tweet… O caminho mais curto muitas vezes funciona.

4. Saia do prédio!

Steve Blank - saia do prédio

Nunca me esqueço da minha experiência na Empresa Júnior PUC-Rio, quando eu perguntava porque as negociações não estavam andando e a resposta normalmente era “já enviei email semana passada e amanhã enviarei outro para dar o followup”. Calma aí amigo, se você quer fechar o projeto, vai até o cliente! Temos a tendência de achar que a tecnologia nos aproximou, mas muitas vezes isso não é verdade! Se estamos deixando de ir no bairro ao lado, bater na porta do cliente e/ou ficar esperando ele na porta de sua empresa, fica difícil culpar um email que pode ter entrado na caixa de SPAM por não ter conseguido algo, né?

Por isso parafraseei meu grande ídolo (em termos de métodos para tocar empresas convencionais), Steve Blank, que sempre diz: SAIA DO PREDIO!!

Utilizando outra frase de parachoque de caminhão, mas que é muito boa:

“Quem é bom, faz. Quem não é bom, arranja uma boa desculpa para não fazer.”

Enquanto há grandes empresas e hierarquias que distanciam as pessoas, será de estratégia guerrilha em estratégia guerrilha que mudaremos o mundo!

E você, querido empreendedor, o que já fez de CQC para chegar nos seus clientes? Que técnicas pode nos ensinar para chegarmos mais longe?

Comente, compartilhe! Até semana que vem 🙂

14 COMENTÁRIOS

  1. Olá muito bom mesmo, esse ano tive duas situações CQC mesmo. Estou desenvolvendo para começar operar no ano que vem uma empresa na área de educação, na verdade uma escola num modelo fora do tradicional. E pelo facebook este ano por meio de uma simples mensagem depois de 5 min consegui marcar uma reuniao com o empreendedor Ricardo Bellino pelo Skype com ele me ligando direto da Flórida. E outra que ocorreu comigo faz 2 semanas foi apresentar o resumo do projeto da escola Ynovação para o Sr. Ministro da Educação Aloísio Mercadante e aproveitei que ele veio até a cidade de Santa Branca-SP do lado daqui de São José dos Campos e na pura cara de pau conseguimos conversar com o assessor dele fazendo que depois de alguns minutos o Mercadante também entrasse na conversa.
    Foram 2 experiências CQCs que eu tive.

  2. Fala Matheus!

    Obrigado por compartilhar suas experiências! Eu nunca fui CQC o bastante para chegar a um ministro hahaha

    Já que estás tão engajado com o tema educação, lhe convido a participar desse evento aqui:

    http://www.lojadeconsultoria.com.br/loja/educacion-prohibida-no-cine-luz.html

    Pode ser por skype mesmo. Você pode entrar depois do término da transmissão do filme, que tal? Se quiser, se inscreve pelo site para que eu tenha o registro!

    Abs,

  3. Obrigado! Meu nome realmente é gostoso.kkkkkkk. Lembra cinema.

    Eu tive colicas de rir do post inteiro, mas o video chamou muita minha atenção. Não conhecia esse blog e já me apaixonei…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome