A Importância das Planilhas de Controle na Segurança do Trabalho

0
436
Planilhas Prontas em Excel

As planilhas de controle da segurança do trabalho são vitais para realização segura das atividades de todas as empresas, independentemente do setor de atuação ou tamanho da companhia.

A sua aplicação abrange todas as atividades e áreas, sendo necessário aplicar suas metodologias em todas as atividades que serão desenvolvidas.

Isso é de importância vital para um bom controle de eficácia das medidas desenvolvidas pelo setor de SST, bem como para o planejamento das próximas medidas que devem ser aplicadas ao setor de trabalho.

Portanto, desenvolver e aplicar corretamente as planilhas de controle nas atividades é parte essencial e deve receber o mesmo nível de esforço e dedicação do SST que as frentes de obra.

Qual o papel administrativo na Segurança do Trabalho?

É impossível desenvolver bons programas de segurança do trabalho caso não sejam aplicados métodos administrativos eficientes.

Isso é necessário para poder criar um banco de dados e informações, que devem ser utilizados para o desenvolvimento das medidas de controle que serão aplicados nas frentes de obras.

Uma das formas mais comuns para o desenvolvimento das ferramentas administrativas utilizadas na segurança do trabalho é o desenvolvimento de planilhas de controle.

Essas planilhas servem para levantamento de dados, realização de determinados cadastros, organização dos temas de DDS, controle de estoque de equipamentos de proteção (coletivo e individual), dentre outros.

É de extrema importância para a segurança do trabalho ter um controle rígido e preciso dessas planilhas, pois é através delas que se torna possível a análise e constatação da eficácia das medidas de controle.

Além disso, as planilhas possibilitam o planejamento dos próximos pontos que devem ser trabalhados, o reconhecimento dos riscos que demandam a implementação de medidas de controle e etc.

Exemplos de planilhas utilizados pela Segurança do Trabalho

A segurança deve elaborar as planilhas para controlar diversos pontos que necessitam de um controle mais rígido, do ponto de vista administrativo.

Cada empresa tem o seu próprio padrão de controle, portanto, o SST deve elaborar as planilhas de acordo com as normas e políticas de cada empresa.

No geral, as planilhas mais utilizadas são:

  • Planilha de controle de EPI/EPC’s: essa planilha serve para controlar os estoques de equipamentos de proteção disponíveis, e auxilia o setor de SST a realizar os planejamentos de reposição necessários, para que os trabalhadores sempre tenham os devidos equipamentos de proteção a disposição para a realização segura das atividades.
  • Planilha de controle de desvios: na segurança do trabalho, há dois pontos distintos que devem ser tratados e corrigidos. Esses pontos são conhecidos como condições inseguras e comportamentos inseguros.
    As condições inseguras são condições de risco presentes no ambiente de trabalho, sendo identificado por qualquer trabalhador e apontados como ponto de melhoria. Ela pode variar, desde buracos na estrada, fios desencapados ou, até mesmo, riscos de incêndio ou desabamento em um determinado local.
    os comportamentos inseguros são ações que os trabalhadores podem realizar, seja conscientemente ou não, e que o colocam em uma condição de risco de acidente. Um exemplo de comportamento inseguro é não utilizar os equipamentos de proteção coletivo ou individual, dirigir e falar ao celular simultaneamente, correr no local de trabalho, dentre outros.
    A planilha de controle de desvios serve para catalogar todas as condições e comportamentos registrados pelos trabalhadores, e a partir dela, é possível ao SST elaborar as medidas de controle para resolver essas condições.
  • Planilha de controle de manutenção: todas as máquinas e equipamentos devem passar por manutenções periódicas, sejam elas corretivas, preventivas ou preditivas.
    A segurança do trabalho deve atuar em conjunto com o setor de manutenção para poder ter um controle sobre as condições das máquinas e equipamentos, evitando que eles possam gerar riscos aos trabalhadores e ambiente de trabalho.
  • Planilha de controle de inspeção de segurança: uma das principais atividades desenvolvidas pelos técnicos, engenheiros e auxiliares de segurança do trabalho, bem como dos líderes de equipe é a realização da inspeção de segurança no setor de trabalho.
    As inspeções podem ajudar o setor de SST a ter uma noção mais técnica sobre como estão as condições do setor de trabalho, dos trabalhadores e equipamentos.
    Portanto, através de registro em uma planilha de controle, é possível ter uma ideia de quando foi realizada a última inspeção em um determinado setor, e programar quais são os locais que precisam de uma atenção mais imediata do setor de SST.
  • Planilha de controle de programas de prevenção e promoção da saúde ocupacional: essa planilha serve para o setor de SST conseguir manter um controle rígido sobre os programas administrativos de segurança e saúde do trabalho, como o PCMSO, PPRA, PPR e etc.
    A partir das informações obtidas na planilha, é possível manter em dia as devidas renovações e revisões necessários nos programas de segurança e saúde da empresa.
  • Planilha de controle de DDS: O DDS é obrigatório e deve ser realizado diariamente, com a participação de todos os trabalhadores, e devidamente registrados.
    Dessa forma, é de extrema importância para o setor de SST realizar uma planilha para controlar todos os DDS realizados e quais são os trabalhadores que estão participando diariamente dos diálogos de segurança.

Esses são alguns exemplos das planilhas utilizadas pelo setor de segurança e saúde do trabalho.

Além desses exemplos, há planilhas para controlar os check-list de equipamentos ou máquinas, controle de treinamentos, controle de crachás de identificação, controle de renovação dos exames médicos, dentre outras planilhas de controle especificas do setor de SST.

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome