Como fazer avaliação econômico financeira de empresas

  Nenhum comentário   Gestão na Prática  
Compartilhe com amigos:
Este conteúdo faz parte da série:
Balanço Patrimonial

O que é: Basicamente, é uma metodologia de análise que você pode usar para entender a estrutura econômico e financeira da empresa a partir do estudo do balanço patrimonial e do DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício). Com ela, você conseguirá entender diversos índices e indicadores que vão permitir que você avalie os custos e benefícios de uma alternativa de investimento, que pode ser desde a compra de uma nova máquina até a abertura de uma nova sede da sua empresa.

Planilha de Avaliação Economico Financeira

Por quê fazer e o que usar: Com uma avaliação econômica financeira bem feita, você vai conseguir ter um retrato da situação do capital de uma empresa. Essa avaliação normalmente surge de uma necessidade interna ou externa:

  • Necessidade de avaliação interna: Acontece quando uma organização quer entender melhor seus principais indicadores econômico financeiros. Vai ser extremamente útil para a tomada de decisões relacionadas à gestão. Nesse caso, a análise financeira surge como uma ferramenta de previsão de planos de financiamento e investimento.
  • Necessidade de avaliação externa: Importante para a apresentação à organizações como fundos de investimento, bancos, governos e até mesmo acionistas. Normalmente essa análise externa vai ser mais útil para empresas de grande porte com ações negociadas em bolsa ou com intenção de obtenção de empréstimos mais vultosos.

O único problema que surge para gerar esses resultados é que, normalmente, organizar todos os dados financeiros da empresa pode ser muito complicado, dado que a estrutura detalhada de um balanço patrimonial conta com diversos níveis de especificação (que falaremos mais para frente nesse post), por isso, indicamos o uso da nossa planilha de Avaliação Econômico Financeira, que já te dá resultados, indicadores e estrutura final automaticamente.

Algumas variações da Avaliação Econômica Financeira: Apesar de utilizarmos a avaliação econômico financeira em nosso post com uma ferramenta de análise de estrutura do balanço patrimonial da empresa, podemos destacar algumas aplicações complementares que podem ser utilizadas em conjunto:

  1. Valuation
  2. Avaliação da estrutura de capitais de empresas
  3. Estudo de viabilidade econômico
  4. Identificação de indicadores críticos para o negócio
  5. Acompanhamento de resultados e desempenho econômico
  6. Análise de payback de investimentos

Não existe uma definição 100% correta do que é a avaliação econômico financeira, só gostaria de lembrar que nesse post falaremos exclusivamente da análise de balanços patrimoniais e DREs para chegar na apuração de alguns índices importantes da gestão financeira de qualquer empresa, seja ela pequena, média ou grande.

 

Índices e Indicadores Econômico Financeiros

No final do dia, independentemente de tudo que falamos até agora e de qual método você utilizou, o que você quer fazer é analisar alguns indicadores e índices essenciais. Por isso, listamos os principais e, para cada grupo de indicadores, vamos mostrar também qual é a base de cálculo do principal:

  • Indicadores de Estrutura de Capital

– Endividamento Geral ou Nível de Alvancagem – Este índice reflete parte dos recursos próprios constantes do patrimônio líquido, que seria utilizado para pagamento dos recursos de terceiros representados pelo passivo circulante somado ao exigível de longo prazo.

Fórmula = Passivo Circulante + Exigível de Longo Prazo / Patrimônio Líquido

– Nível de Desconto de Duplicatas

– Imobilização do Patrimônio Líquido

Estrutura de Capitais

  • Indicadores de Capacidade de Pagamento de Dívidas

– Liquidez Corrente – Este índice reflete a capacidade de pagamento de dívidas da empresa no curto prazo. Indica quanto a empresa possui de ativos realizáveis no curto prazo de cada unidade monetária da dívida com terceiros também no curto prazo.

Fórmula = Ativo Circulante / Passivo Circulante

– Liquidez Imediata

– Liquidez Seca

– Liquidez Geral

  • Indicadores de Rentabilidade

– Margem Bruta – Mostra a capacidade da empresa em gerar lucro comparativamente à Receita Bruta de Vendas.

Fórmula = Resultado Líquido do Exercício x 100 / Receita Liquida de Vendas

– Rentabilidade do Ativo

– Rentabilidade Patrimonial

– Giro do Ativo

Rentabilidade

  • Indicadores de Atividade Operacional

– Prazo Médio de Recebimento de Vendas – Este índice tem a finalidade de apresentar o prazo médio de recebimento do valor das vendas praticadas ao longo do ano.

Fórmula = Duplicatas a Receber X 365 / Receitas de Vendas (durante um ano)

– Prazo Médio de Renovação de Estoques

– Prazo Médio de Pagamento de Compras

Analisando o Balanço Patrimonial

Para calcular todos os indicadores econômico financeiros, você vai precisar analisar o seu balanço patrimonial e o demonstrativo de resultado do exercício em conjunto. A estrutura padrão é aquela extremamente conhecida, com Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. Veja abaixo uma parte dessa estrutura.

Balanço Patrimonial 3

Como você pôde ver, também é possível fazer níveis de especificação para cada um desses itens. Vamos ver os principais sub tópicos de cada um desses campos:

  • Ativo:

– Ativo circulante: Disponibilidades de curto prazo (até 12 meses)

– Ativo não circulante: Disponibilidades de longo prazo (após 12 meses)

– Ativo Imobilizado: Destinado para bens necessários para a manutenção de atividades da empresa, como imóveis

– Ativo Intangível: Esse item é mais controverso, mas

  • Passivo:

– Passivo Circulante: Obrigações de curto prazo  (até 12 meses)

– Passivo Não Circulante: Obrigações de curto prazo (após 12 meses)

Balanço Patrimonial

  • Patrimônio Líquido

– Capital Social: parcela do patrimônio líquido de uma empresa ou entidade oriunda de investimento na forma de ações

– Reservas de Capital: saldos em dinheiro que não podem ser distribuídos aos investidores na forma de lucros ou dividendos, devendo ser incorporados ao Capital Social ou compensados com lucros acumulados

Ao preencher cada um desses itens corretamente, se você estiver utilizando a nossa planilha de avaliação econômico financeira, você conseguirá gerar automaticamente os índices e indicadores necessários para saber exatamente como estão suas finanças. De qualquer forma, saber exatamente essa divisão é coisa para contador, você pode simplificar essa inserção de dados diretamente na planilha. Vamos ver uma aplicação prática dela?

Exercício

Situação: Temos uma padaria com faturamento mensal de R$100.000 e acabamos de adquirir novas máquinas para modernizar o processo de panificação. Além disso, apresentamos os seguintes índices:

– Liquidez Corrente: 2,6

– Margem Bruta: 7,6%

– Endividamento Geral: 2,1

Pergunta: Recentemente um ponto em um bairro com alto índice de domicílios e sem concorrentes ficou vago. Faz sentido fazer um investimento para abrir uma nova sede da padaria nesse bairro?

Análise LUZ: É bem verdade que não existe uma resposta correta para essa situação especificamente, tudo vai de encontro com algumas observações e insights que você precisa gerar ao olhar esses dados:

  1. Temos uma empresa endividada. Basicamente temos dívidas que somam um pouco mais que o dobro do nosso patrimônio líquido
  2. Apesar disso, temos boas receitas e um lucro líquido de R$7.600 por mês, o que não é tanto dado os custos na casa dos R$93.000/mês
  3. Nossas disponibilidades de curto prazo garantem uma tranquilidade para liquidar obrigações de curto prazo, mas não temos informações sobre as de longo prazo

Dado isso, a decisão de investimento seria pautada em facilidade de obtenção de financiamento, de perspectiva de lucros nessa nova padaria e, por fim, no perfil de investimento do gestor. Um perfil mais agressivo aceitaria o desafio, talvez um perfil mais moderado preferisse esperar o momento certo para dar esse passo.

Planilha de Avaliação Economico Financeira

E se eu tenho um pequeno negócio?

É bem verdade que muitos pequenos negócios não estão acostumados a analisar ou fazer balanços patrimoniais, como já falamos essa atividade normalmente é muito mais relegada aos contadores. Independentemente desse fato você não precisa se preocupar, as análises que fazemos são pautadas em dados financeiros que normalmente estão ao seu alcance.

A ideia aqui é ter um retrato melhor de como estão as suas finanças. Você pode inclusive utilizar gráficos para ter percepções melhores de como estão as suas finanças. Veja nessa imagem dos gráficos relacionados ao DRE na nossa planilha:

Graficos 6

Como já falamos ao longo do post e mostramos pelas imagens, nós recomendamos e muito a nossa planilha de avaliação econômico financeira. Aproveite.

Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]