Gestão de clínicas odontológicas: saiba quais fatores fazem a diferença

0
589
Gestão de clínicas odontológicas: saiba quais fatores fazem a diferença
Planilhas Prontas em Excel

Muitos dentistas saem da faculdade completamente formados e capazes a realizar procedimentos de alta complexidade em seus pacientes. No entanto, poucos saem capacitados para uma boa gestão de clínica odontológica.

Mesmo assim, a realidade da maior parte dos profissionais do país, considerando que o Brasil é a nação com o maior número de dentistas no mundo, é de abrir a própria clínica e empreender nesse segmento.

Por isso, é comum que existam muitas dúvidas sobre como fazer uma boa gestão de clínica odontológica, que fatores ter atenção e como tirar o melhor dessa situação.

Se você está com problemas na gestão da sua clínica, siga a leitura para saber alguns fatores a se considerar para resolver a situação!

Uma estratégia de mercado é essencial na gestão de clínica odontológica

Uma boa gestão de qualquer tipo de negócio depende do fluxo de receitas e de despesas. É importante gerenciá-los para favorecer o primeiro e diminuir o segundo.

Por isso, é importante para a clínica ter uma estratégia de mercado bem montada e focada na obtenção de pacientes de maneira estável.

É claro que é obrigatório que todo dentista respeite as diretrizes do Conselho Federal de Odontologia sobre as práticas de marketing para o segmento. Não é correto infringir essas regras.

No entanto, uma estratégia de mercado não tem só a ver com o marketing, mas também com a oferta de serviços e especializações da clínica.

Por exemplo, o trabalho feito pode ser mais direcionado aos tratamentos estéticos ou mais conduzido a reparação de cáries ou doenças periodontais.

Seja como for, é importante definir quais são os serviços, o público-alvo e então pensar em como montar uma estratégia de captação de pacientes dentro das diretrizes do CFO.

Um controle de estoque de produtos é muito importante para a clínica

Uma das questões mais importantes na gestão de clínica odontológica é o controle do estoque de produtos e insumos para os tratamentos médicos.

É normal que um dentista precise comprar bráquetes para aparelhos dentários, água, algodão, enxaguante bucal, escovas e vários outros produtos.

No entanto, é normal também que esses insumos tenham data de validade. Por isso, é importante analisar o fluxo de clientes, a necessidade básica da clínica e o ritmo de reposição para evitar problemas.

Por exemplo, suponha que um determinado insumo costuma ser usado muito raramente, uma vez a cada seis meses, coisa assim. Não vale a pena ter muitos deles na sua clínica, especialmente porque podem perder a validade antes do uso.

Já outro insumo que é usado diariamente, mas que demora 3 meses para poder comprar mais com o fornecedor, deve ser adquirido em grande quantidade para garantir que a clínica terá no estoque antes de conseguir repor.

Um gerenciamento dos custos fixos é vital para a saúde financeira do negócio

Parte da saúde financeira de uma clínica odontológica depende da sua capacidade de gerenciar custos fixos. Isso porque o fluxo de receitas é variável e depende da condição de encher a agenda mensal da clínica.

No entanto, os custos fixos estão sempre lá, independentemente de quantas pessoas forem atendidas. Por isso, é importante reduzi-los ao máximo para tornar mais fácil conseguir a receita para cobri-los.

Uma das maneiras de fazer isso é negociar o aluguel da clínica. Um dentista no Rio de Janeiro, por exemplo, tem várias opções de bairros onde montar o seu negócio: alguns mais caros, outros mais baratos.

É importante encontrar o equilíbrio certo entre um aluguel justo e os benefícios daquela localização com base no seu público-alvo, movimentação do local, pontos de estacionamento e de transporte público.

Uma estratégia de prevenção de cancelamentos é importante para a clínica

Um dos problemas da gestão de clínica odontológica é a insegurança nas fontes de receita. Isso porque o cancelamento de consultas é relativamente comum, o que reduz bastante a capacidade de faturamento do negócio.

Por isso, é importante ter uma estratégia de prevenção de cancelamentos em posição para aumentar o seu faturamento mensal.

Uma boa ideia é estabelecer um sistema de SMS Marketing para avisar o paciente da data da sua consulta um ou dois dias antes dela. Isso ajuda a evitar cancelamentos pois muitas pessoas simplesmente se esquecem da consulta marcada.

Outra sugestão é estabelecer uma taxa de cancelamento que seja desestimulante para que o paciente cancele a consulta. Por exemplo, estabeleça que o cancelamento é gratuito até X dias da consulta, para que você tenha tempo de encontrar outro paciente.

Depois desses X dias, há um custo específico que faz com que seja mais vantajoso para o paciente ir até a consulta do que faltar.

Esses conceitos são a espinha dorsal básica de uma boa gestão de clínica odontológica. Ao colocá-los em prática, ficará mais fácil identificar os problemas de cada negócio e agir para corrigi-los adequadamente.

E aí, gostou do conteúdo? Então não esqueça de deixar um comentário abaixo com a sua opinião sobre ele!

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome