Como Avaliar as Competências dos Seus Funcionários

5
464

O que é competência?

Antes de mais nada é preciso entender o significado de competência. Segundo os melhores autores de administração, a competência é a intercessão entre três elementos: Conhecimento, Habilidade e Atitude.

conhecimento atitude e habilidades

Atitude também é muitas vezes associada à desejo, conforme imagem abaixo:

desejos CHA

Sendo assim, toda função dentro de uma empresa é composta por diversas competências que devem ser acompanhadas, avaliadas e desenvolvidas. Vamos destrinchar uma competência que todos entendem: Dirigir.

Planilha Avaliação de Desempenho por Competências

Conhecimento (Saber): Saber como liga o carro. Entender que você precisa vagarosamente soltar a embreagem enquanto acelera na primeira marcha e que o volante é necessário para fazer curvas, etc…

Habilidade (Saber Fazer): Conseguir colocar isso na prática, articular os movimento de maneira coordenada para que o carro dê partida sem morrer, conseguir virar o volante, trocar a marcha e olhar no espelho ao mesmo tempo que discute com a esposa.

Atitude (Querer Fazer): Querer dirigir o carro apesar das chateações que podem estar envolvidas como achar vagas, multas, trânsito e por ai vai.

Apenas quando as 3 esferas são verdadeiras que alguém é competente para desempenhar plenamente aquela atividade. Por essa razão, é indicado que as avaliações de desempenho de funcionários de uma empresa seja feita de acordo com as competências necessárias para cada cargo.

Como fazer Avaliação de Desempenho

Existem diversas questões a serem definidas na hora de implementar uma avaliação de desempenho na sua empresa e este é um processo que necessita ser revisado constantemente. Vamos ao passo a passo:

1) Escolha do Tipo de Avaliação

A primeira decisão é saber como vai ser aplicada a avaliação. De maneira geral, existem duas opções:

a) De cima para baixo: Na qual os superiores avaliam diretamente seus subordinados.

b) Todo mundo avalia todo mundo: Este caso também é chamado de 360 graus. Cada funcionário vai avaliar seus pares, seus subordinados e seu supervisor.

Segue abaixo uma pequena tabela para ajudá-los a escolher:

2) Quem vai Participar do Processo

Dependendo do tamanho da sua empresa, não é indicado começar incluindo todos os funcionários dentro do processo de avaliação. No esforço de implementar um novo processo é indicado buscar os cargos/funções mais críticas ao negócio e começar por ali. Quanto menor o grupo inicial, maior a chance de sucesso e prosseguimento ao projeto de avaliação de desempenho.

3) Definir as Competências por Cargo

Sabendo os participantes do processo de avaliação, deve-se entrevistar todos os funcionários de cada cargo para conseguir padronizar e descrever as competências que serão avaliadas em cada um deles. Normalmente, as competências devem ser divididas em dois tipos: Comportamentais e Técnicas. Isso fica claro na imagem abaixo:

competencias comportamentais e tecnicas

4) Definir Periodicidade e Aplicar

O próximo passo é definir a periodicidade que normalmente varia entre 3 meses, 6 meses ou 1 ano. Quanto menor a empresa, mais curto deve ser o intervalo entre as avaliações, pois a situação muda rapidamente. Já a aplicação pode ser feita de várias maneiras como formulários, planilhas e até mesmo alguns sistemas on-line.

5) Consolidação e Entrega dos Resultados

A última etapa é consolidar os dados da avaliação e entregar o resultado para os funcionários. Normalmente, sugerimos a entrega de um relatório de desempenho individual para que fique registrado e também formalize o processo. Uma maneira interessante de deixar o resultado visualmente prático é fazer um gráfico conforme o abaixo:

Se você quiser começar hoje mesmo a avaliar a competência dos seus funcionários, nós temos uma planilha pronta em excel para uso!

Planilha Avaliação de Desempenho por Competências

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo Calcular o Investimento Inicial do seu Negócio
Próximo artigoO Que é e Como Usar Vendas Cruzadas
Leandro Borges

Leandro começou a vida profissional prestando consultorias centenas de pequenas empresas em todo o Brasil e foi professor em instituições como SEBRAE, Vale, Souza Cruz, FIRJAN, COPPE e FGV. Hoje, é encantado pelas facilidades que o Excel traz para a gestão empresarial e quer levar essa maravilha para o Brasil e o Mundo!

5 COMENTÁRIOS

  1. Olá Leandro,
    Esse é o famoso CHA, concordo com tudo o que disse, e acrescentaria mais uma letrinha T de tecnologia, pois, segundo minha Professora Silma, hoje em meio a tanta Tecnologia, também temos que estar antenado a ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome