Como Calcular o Custo de Entrega do seu Produto

4
394

Por que calcular: o frete é um dos itens que mais agregam custo ao preço final de um produto. No Brasil, com a extensão territorial que temos, fica difícil proceder com sucesso no empreendimento, se esse fator for esquecido. Se você tem um comércio ou pequena indústria, precisa ter a noção real de como formar o preço de um produto. Fazer apenas os cálculos de preço de compra, margem de lucro, produção e esquecer-se de colocar no montante as previsões de custo final com a entrega do produto pode causar desequilíbrio nas suas contas.

O resultado é que muitas vezes o preço anunciado aumenta após o cálculo de entrega, dependendo da localização. Para tornar seu produto mais atrativo e evitar confusões para seus clientes, é importante saber como calcular o custo de entrega dos seus produtos.

Como calcular: são muitos os fatores a levar em conta ao escolher um meio de entregas. Primeiro, saiba em quantos dias sua empresa fará entregas em um mês comum, como no exemplo abaixo.

dados da empresa

A próxima decisão é se você vai optar por um serviço terceirizado ou fará as entregas com veículo próprio. Vamos conhecer os procedimentos para cada um desses casos?

1. Entregas por terceiros

Algumas formas de entrega possuem restrições geográficas diferentes. Por exemplo, empresas de motoboy entregam na sua região e Sedex para o Brasil todo. Nesse caso, é necessário criar uma planilha para cada abrangência geográfica. Os dados a levantar são, principalmente:

  • Quem seriam os fornecedores;
  • Qual o tipo de custo envolvido (se é por entrega ou por período);
  • Capacidade máxima de entregas;
  • Valor final por mês, para a necessidade que você tem.

2. Veículo próprio

Se você está pensando em tomar a decisão de ter veículos próprios, acrescente o salário do motorista e benefícios ao custo médio mensal da forma de entrega. Não se esqueça de computar gastos como IPVA, seguro e combustível no seu custo mensal médio. Some o valor de pedágios e ICMS, se preciso. Se tiver que pagar algum ajudante para o serviço, faça o mesmo processo somando o valor da remuneração ao preço, dividindo pelo volume a ser entregue.  Esse é um fator de extrema importância para determinar se não vale mais a pena usar os serviços do Correio, ou mesmo contratar empresas especializadas em fretes, que já possuem expertise no ramo, dispondo de ferramentas de gestão para reduzir custos mediante ao maior volume que transportam.

3. Como analisar

Feitos os cálculos específicos de cada opção, reúna-os em uma planilha, preenchendo cada campo como no exemplo abaixo.

cadastro de entrega

Com esses dados, você poderá projetar os custos de forma variável, considerando valores por entrega, diários ou mensais.

custo de entrega variável

Com o valor mensal, faça uma projeção para os próximos anos. É uma forma de perceber se uma opção que no primeiro momento parece mais cara pode compensar no médio ou longo prazo. No nosso exemplo, as entregas com carro próprio passariam a valer a pena a partir do 11˚ mês.

custo longo prazo

Uma planilha como essa pode ajudar muito a descobrir qual o custo de entrega do seu produto e avaliar a melhor opção para seu ecommerce, comércio ou pequena indústria. Que tal usar o modelo de planilha de custo de entrega da LUZ.vc? Pode ser um jeito mais rápido de tomar essa importante decisão!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO que é Capital de Giro e como Calcular
Próximo artigoAprenda a Analisar Produtos por Giro de Venda
Rafael Ávila

Administrador e turismólogo, apaixonado pelas possibilidades que o Excel dá para gestores, empreendedores e estudantes. É sócio diretor da área de planilhas na LUZ – Planilhas Empresariais (luz.vc) e é o responsável pelo desenvolvimento das mais de 150 planilhas com foco empresarial e pessoal comercializadas em seu site. Também ministra os cursos online de Excel (cursos.luz.vc) e gosta de ajudar milhares de planilheiros por meio do Fórum e Blog da LUZ.

4 COMENTÁRIOS

  1. Como faço, para calcular e embutir o valor do frete em meus produtos?
    Tenho uma pequena industria e quero oferecer frete CIF, já tenho uma transportadora em negociação, eles atendem todo o Brasil.

    • Oi Renato, vai depender de que planilha você usa para fazer o cálculo do valor dos seus produtos. De maneira geral é só somar o valor do frete nos custos do produto se é isso que você quer fazer.

      Vale dizer que muitos negócios não colocam o valor do frete no preço do produto e cobram ele no momento da compra, assim o valor do produto não fica mais “caro” na visão do consumidor e ele sabe o que é preço do produto e o que é frete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome