Como começar a implantar a Governança de TI em 5 passos

0
132
Como começar a implantar a Governança de TI em 5 passos

Cada vez mais as empresas têm percebido que a área de tecnologia da informação pode se tornar uma vantagem competitiva. Por isso, ter uma governança de TI se tornou essencial para garantir que a área de TI explore toda a sua capacidade de entregar benefícios ao negócio. Mas por onde começar a implantar a Governança de TI?

Nesse texto vamos elencar 5 coisas que você precisa ter para implantar a governança de TI na sua organização. Pegue papel e caneta e vamos lá!

5 coisas que você precisa ter para implantar a Governança de TI

1. Modelo de Governança

É importante dizer que implantar a governança de TI não é um trabalho tão simples, mas também não é um bicho de sete cabeças. O segredo para fazer isso de forma rápida e efetiva é adotar um modelo de governança, também chamado de framework. Afinal, por que reinventar a roda se os melhores profissionais do mundo já tiveram o trabalho de criar, analisar e consolidar as melhores práticas em tecnologia da informação?

Adotar um modelo de Governança de TI traz muitas vantagens, como:

  • Mais velocidade na implantação;
  • Melhora da comunicação;
  • Clareza para fazer benchmarking;
  • Conformidade/compliance;
  • Facilidade para contratar pessoas, produtos e serviços;
  • Entre outras.

Dois modelos de governança de TI muito conhecidos são o ITIL® e o COBIT®. Enquanto o ITIL é focado em gestão de serviços de TI, o COBIT é mais voltado para o controle da gestão interna como um todo. Esses frameworks se complementam e podem ser usados juntos sem problemas. Apesar disso, existem empresas que preferem usar apenas um deles.

2. Plano Estratégico de TI

Ter um plano estratégico de TI é essencial para manter os objetivos da TI alinhados com os objetivos estratégicos do negócio. Dessa forma, é possível direcionar melhor as ações da TI e investir naquilo que vai trazer mais resultados para a empresa, poupando tempo e dinheiro. A construção de um plano estratégico de TI passa por algumas etapas. São elas:

  • Análise de ambiente: consiste em avaliar as condições internas e externas à TI.
  • Formulação de estratégias: define quais objetivos a TI deve perseguir para contribuir com o propósito da organização.
  • Plano de execução: faz o detalhamento das estratégias, o que torna sua execução mais factível.
  • Monitoramento: significa avaliar com uma frequência pré-determinada como está o andamento das iniciativas estratégicas para pôr em prática o plano.
  • Ajustes do plano: fazer mudanças na rota para contornar imprevistos.

Como começar a implantar a Governança de TI em 5 passos

3. Projetos Estratégicos

Projetos estratégicos são as iniciativas que serão tomadas para conquistar os objetivos estratégicos de negócio dos quais a TI faz parte. Para que eles sejam bem gerenciados é preciso que o gerente de TI também possua conhecimento em gestão de projetos, programas e portfólio. Isso é o básico para garantir que tudo seja entregue no prazo, tempo e orçamento esperado.

Conheça quais os 3 passos para elevar a maturidade da TI através de projetos de TI.

4. Catálogo de Serviços + SLAs

São duas ferramentas essenciais para padronizar os processos de gestão de serviços de TI.

Um Catálogo de Serviços é um documento que reúne todos os serviços que a TI presta para o negócio e traz uma série de informações sobre eles, como: descrição do serviço, quem pode solicitá-lo, como fazer a solicitação, custo do serviço, entre outras.

Já o SLA ou Acordo de Nível de Serviço é o conjunto de regras acordadas sobre nível de atendimento, disponibilidade e qualidade de serviço. Dessa forma, os clientes da TI vão ter uma ideia bem clara do que eles podem esperar dessa área.

5. Indicadores de Performance

Como saber se a adoção de todos os tópicos anteriores estão realmente trazendo resultados? Através do monitoramento com indicadores-chave de performance (KPIs)!

Existem alguns indicadores que são cruciais para mensurar os benefícios de forma efetiva, como:

  • Percentual de tempo que a TI utiliza para desenvolver novos projetos;
  • Número de projetos de TI que tiveram seus benefícios comprovados;
  • Nível de qualidade de serviços;
  • Retorno sobre o investimento (ROI);
  • Net Promoter Score de TI.

Resumindo…

Para uma empresa implantar uma governança de TI de forma rápida e efetiva a primeira coisa a ser feita é adotar um modelo de governança, como o ITIL ou o COBIT. Outro ponto fundamental é ter um plano estratégico, que ajude a alinhar os objetivos da TI com os objetivos de negócio. Além disso, é preciso investir em projetos, manter os serviços funcionando e medir o desempenho da TI para verificar se ela está realmente entregando os benefícios esperados.

Quer saber mais e ficar expert no assunto? Leia este guia completo e descubra TUDO sobre governança de TI! Se você desejar, também pode baixar o conteúdo do post para ler depois, com mais tempo e calma. Para isso, clique na imagem abaixo. Boa leitura!

Como começar a implantar a Governança de TI em 5 passos

ITIL® é marca registrada da AXELOS LIMITED.
COBIT® é marca registrada da ISACA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome