Como gerenciar gastos pessoais em cartões de crédito diferentes

  Nenhum comentário   Gestão na Prática  
Compartilhe com amigos:
cartoes de credito
Este conteúdo faz parte da série:
Finanças Pessoais

Nesse artigo falaremos sobre:

O problema de controle e análise de cartões de crédito

Estamos cada vez mais usando o cartão de crédito em nossas vidas, seja pela facilidade de postergar pagamentos que deveríamos fazer naquele momento ou pela facilidade de não ter que carregar muito dinheiro para lá e para cá. O grande problema desse uso exacerbado é a falta de controle, que tem feito a dívida dos brasileiros atingir patamares nunca antes vistos.

Banner - planilha de finanças pessoais

Só para você ter uma ideia, no final do ano passado alguns dados indicavam cerca de 39 bilhões de dívidas de parcelamento de compras. Para piorar, essa é a modalidade de dívida mais cara do mercado, atingindo juros de 232% ao ano.

Todas essas informações levam a gente para o segundo grande problema do gerenciamento de gastos pessoais em cartões de crédito diferentes, que é falta de uma análise decente das suas faturas dos cartões de crédito. Se você quiser dar uma olhada na fatura do mês corrente até consegue uma boa visualização, tanto no extrato que te mandam por correio, como no app:

fatura do cartao de credito - banco do brasil - orcamento pessoal familiar

Mas quando precisa analisar faturas que tem a pagar no futuro, já começa uma dificuldade maior e uma visualização pífia dessa parte. Se você tem mais de um cartão em bancos diferentes então, essa análise fica ainda mais complicada. E para piorar, se você não tem uma ferramenta que consolide seus gastos pessoais e orçamento familiar, existe a chance de você entrar no crédito especial, pagar altos juros e aí sim se prejudicar.

Como fazer uma boa análise de faturas de cartão de crédito

Então se a gente está na mesma página, o melhor caminho para não entrar no vermelho é analisar melhor os seus lançamentos futuros no cartão de crédito e ir acompanhando para saber se as suas novas dívidas cabem no seu orçamento pessoal e familiar.

Para isso, o primeiro passo é encontrar uma ferramenta que te possibilite juntar essas informações (de pagamento de contas, lanamentos de faturas e dados de cartões, bem como do que você tem rendimentod) em um só lugar. Nós recomendamos a planilha de orçamento pessoal e familiar.

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - planilha de orcamento pessoal e familiar

Mas para não ficar muito abrangente, vou te mostrar exatamente como fazer esse controle de gastos na prática.

Controlando os gastos pessoais em cartões de crédito diferentes

Ao utilizar a nossa planilha de orçamento pessoal e familiar (finanças pessoais) o único esforço e trabalho que você terá para controlar os gastos pessoais com cartões de crédito é fazer um lançamento na planilha toda vez que tiver um gasto no cartão.

Supondo que estamos no mês de Janeiro e que temos o seguinte cenário:

  • já pagamos a primeira de 3 parcelas de R$300 referente a um conserto no nosso carro
  • já pagamos uma compra no crédito com parcela única de R$150 referente a compra de uma roupa

Além disso, nesse mesmo mês realizamos os seguintes gastos:

  • Pagamento da conta de luz à vista
  • Compra de uma jóia de presente no valor de R$6.000, parcelado em 6 vezes
  • Compra de jogos de video game no valor de R$600, parcelado em 2 vezes

Essa é a visualização que teríamos dos lançamentos na planilha.

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - lancamento de cartoes

Veja na coluna de saldo (última), que os valores dos pagamentos de cartão de crédito não foram debitados. Isso ocorre porque o crédito sempre é jogado para a próxima fatura e isso ocorre automaticamente na planilha. Dessa forma, ao olhar as faturas dos cartões de crédito do mês seguinte (Fevereiro), teríamos a seguinte visualização:

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - faturas nao pagas

Como ainda não chegamos no mês e nem agendamos nenhum pagamento, basta marcar o status como não pago. Esse tipo de análise já permite um conhecimento das contas a pagar de meses futuros. Veja que o cartão Visa acumulamos R$1.000 de uma das parcelas da jóia e mais R$300 de uma das parcelas do conserto do carro.

Se chegássemos na data de vencimento da fatura e realizássemos o pagamento, bastaria marcar o status como pago que teríamos automaticamente a mudança do saldo com redução dos valores referentes ao cartão.

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - pagamento de fatura

Deu para perceber que de maneira simples é possível controlar os gastos de mais de um cartão de crédito, mesmo que eles sejam de bancos diferentes. O mais legal é que além dessas informações, na planilha de orçamento pessoal e familiar vai ser possível analisar relatórios de lançamentos futuros no cartão para o ano corrente. Veja que todos os nossos lançamentos aparecem na demonstração abaixo:

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - lancamentos futuros no cartao

Outra análise bem legal é a visualização do seu contas a pagar junto com o seu contas a receber, para entender se existirá a necessidade de caixa em algum dos seus cartões utilizados. Nesse caso, basta escolher a opção do cartão para ver os dados de contas a receber (no nosso caso R$10.000 por mês) e das contas a pagar (variam de acordo com os lançamentos não pagos de faturas do seu cartão de crédito).

controle de gastos pessoais em cartoes de credito diferentes - contas a pagar e a receber

Viu como controlar os seus gastos pessoais é mais fácil do que você pensava? Com alguns poucos lançamentos é possível analisar todas as informações referente a cartões (débito ou crédito), compra com dinheiro e até mesmo cheques.

Cuidado ao pagar o mínimo

Como estamos falando de compras com o cartão de crédito, que é uma forma de se endividar, vale a pena chamar a atenção para um problema muito comum que pessoas com pouco planejamento financeiro acabam enfrentando: só ter dinheiro para pagar o mínimo ou valor menor do que a fatura total.

É como se a sua fatura viesse de R$1.000 e você só pagasse o mínimo estipulado ou um valor abaixo desses R$1.000. Nesses casos, os bancos cobram juros extremamente altos do saldo devedor que você deixou e isso pode eventualmente virar uma bola de neve. Por isso, sempre que possível, quite todas as suas dívidas do mês para que esse valor não aumente exponencialmente.

Como controlar os gastos pessoais e cartões na prática

Espero que o artigo tenha te ajudado a finalmente encontrar uma solução para controlar os seus gastos pessoais. Todas as imagens utilizadas foram da nossa planilha de finanças pessoais (orçamento pessoal e familiar), que já tem a estrutura toda pronta para você usar.

Banner - planilha de finanças pessoais

Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]