Como Montar um Projeto?

0
1373
Projetos Internos - Escopo Completo

A grande maioria das empresa brasileiras são focadas em serviços e, dentre elas, muitas trabalham com projetos. Ou seja, são serviços que possuem início, meio e fim determinados junto ao cliente. Diferente dos serviços pontuais como a instalação de um ar condicionado, os projetos tendem a ser mais complexos e utilizar muitos recursos como a construção de um prédio.

Justamente por isso, é importante montar um projeto de maneira estruturada e completa. Por ocorrerem ao longo do tempo e consumir diferentes recursos, os projetos possuem intrinsecamente um fator de risco elevado. Quanto mais longo e mais caro o projeto, maior deve ser o nível de controle de planejamento utilizado conforme as melhores práticas da bíblia da gestão de projetos, o PMBOK.

No entanto, a maioria das empresas, principalmente as pequenas e médias, realizam projetos mais simples e de curto prazo que podem se beneficiar largamente de apenas algumas boas práticas de elaboração de projetos. Vamos ver abaixo uma sugestão de como montar um projeto:

 

ETAPA 1 – Lista de Entregáveis

A primeira etapa na hora de montar um projeto é definir o que deve ser entregue de fato ao cliente. Ou seja, são elementos palpáveis que fazem parte da entrega final e também as intermediárias. Normalmente, os entregáveis são compostos por relatórios, planilhas, apresentações, telas para aprovação, contratos, etc.

Vamos começar a montar um projeto fictício aqui no post para exemplificar. Um caso típico que todo mundo vive sendo contratado ou contratando para fazer é a elaboração de um website. Se formos fazer o serviço completo desde o design até a programação, podemos ter os seguintes entregáveis:

  1. Layout em PSD para aprovação
  2. Documento com os textos do site
  3. Primeira versão programada do site para testes
  4. Versão final do site no ar para aprovação

 

ETAPA 2 – Alocação de Equipe

Após saber quais são os entregáveis do seu projeto, as coisas começam a ficar mais simples. Agora, você deve definir quais serão os responsáveis por cada uma delas. Vamos continuar preenchendo os dados:

  1. Layout: Designer Julia
  2. Criação de Textos: Redatora Andréia
  3. Programação: Desenvolvedores Carlos e Roberto

 

ETAPA 3 – Levantamento de Horas

Nessa próxima etapa, junto com a sua equipe, você deve estimar quantas horas serão necessárias para cada etapa. Isso vai influenciar no seu calendário e também no custo do projeto. Portanto, como cada projeto tem um escopo diferente, vamos trabalhar nesse caso com um site simples com apenas 5 páginas e um formulário padrão de contato.

  1. Julia – 10 horas
  2. Andréia – 6 horas
  3. Carlos e Roberto – 20 horas cada

ETAPA 4 – Criação de um Cronograma

Agora que você já sabe o que tem que entregar, quantos e quais profissionais vai precisar e as suas horas de dedicação, basta verificar a alocação atual de cada um para designar as horas de trabalho e obter o calendário. Se o seu projeto tem início no dia 04/03/2018, vamos ver como poderia ficar o seu cronograma.

Você sabe que Julia tem outro projeto e só pode se dedicar 2 horas por dia. Portanto, a primeira semana é toda dela. Do dia 04/03/2018 até o dia 09/03/2018, será feito o trabalho de design.

Já Andréia está livre e pode fazer o trabalho todo em apenas um dia que será no dia 10/03/2018.

E Carlos e Roberto podem se dedicar mais 5 horas por dia, ou seja, 2,5h cada um, precisando assim de mais 5 dias. Neste caso, seu projeto seria entregue dia 15/03/2018. No entanto, temos que adicionar os dois finais de semana. Ou seja, a data provável seria dia 19/03/2018. Se quiser ver mais sobre criação de cronogramas, clique aqui.

Agora, cada entregável deve ser aprovado e neste caso, vamos dar um dia para aprovação e mais um dia para revisão interna. Assim, temos mais 6 dias e mais um final de semana, deixando a data final do projeto para o dia 27/03/2018!

Esses 4 passos vão lhe dar a base geral para se montar um projeto de maneira simples, mas que já possui todos os controles mais importantes para se gerenciar as expectativas de um cliente. Essa também é a base para ser seguida na hora de precificar seu projeto, assunto que falamos mais profundamente neste outro post.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome