Como Montar uma Loja Virtual

0
198
Como Montar uma Loja Virtual

O que é uma Loja Virtual

Uma loja virtual nada mais é do que um website que comercializa algum tipo de produto ou serviço direto on-line permitindo o pagamento e acompanhamento da entrega pela internet. Atualmente, criar uma loja virtual tornou-se em uma opção de empreendimento barato e com bom potencial de retorno.

As Vantagens de Criar uma Loja Virtual

Diferentemente de criar uma loja física, criar uma loja virtual possui as seguintes vantagens:

  • Atenda uma região maior (Brasil inteiro, por exemplo)
  • Requer menos investimentos
  • Pode ser criada rapidamente
  • Não precisa ser necessariamente uma empresa (CNPJ)
  • Tecnologia difundida e fácil de usa

Os Desafios de Criar uma Loja Virtual

Apesar dos benefícios citados acima, criar uma loja virtual não é necessariamente sinônimo de dinheiro fácil, pois:

  • A internet é um ambiente concorrido
  • Baixa diferenciação na maioria dos produtos vendidos
  • Possui custos de Marketing

Principais Produtos Vendidos em Lojas Virtuais

Se você está pensando em criar uma loja virtual, é importante entender mais ou menos como o cenário atual funciona. Isso serve tanto para você já saber quem são seus concorrentes e estão fazendo um bom trabalho, quanto como se diferenciar. Os principais produtos vendidos atualmente são:

  1. Roupas, Acessórios e Calçados
  2. Estética, Perfumaria e Beleza
  3. Celulares, Computadores e Tecnologia
  4. Livros e Cursos Digitais
  5. Móveis, Decoração e Brinquedos

Capital Estimado para abrir uma Loja Virtual

A magia da internet é que você não possui custos fixos, nem precisa fazer obras ou pagar luvas para alugar um imóvel. Por essa razão, é possível abrir uma primeira loja virtual totalmente sem custos iniciais. No entanto, com o crescimento do negócio, existem opções pagas para desenvolver o negócio, aumentando sua abrangência e segurança.

As Principais Lojas Virtual do Brasil

Atualmente as maiores lojas virtuais que temos no Brasil fazem parte do conjunto de estratégias de vendas dos maiores varejistas também do mundo físico. Alguns exemplo são:

  • americanas.com
  • walmart.com.br
  • mercadolivre.com.br
  • extra.com.br

É sempre interessante ficar de olho nos líderes, pois eles podem acabar apresentando inovações que geram riscos e oportunidades para os sites menores.

Como Montar sua Loja Virtual

Não existe um caminho único para montar uma loja virtual, pois atualmente existem centenas de produtos e serviços on-line para que você crie a sua loja, tanto gratuitos como pagos. No entanto, de maneira geral, você vai ter que tomar algumas decisões que são iguais para todos.

1) Comprar um Domínio

O domínio é o seu endereço na internet. Ele é o famoso nomedasuaempresa.com.br. Tipicamente, o domínio está relacionado com a sua marca ou ao seu produto. Por exemplo, podendo no nosso caso, o endereço é luz.vc (pois nosso nome é LUZ) e não, planilhasemexcel.com.br (que seria o nosso produto). Os domínios tipicamente são pagos por ano de uso e os principais sites de venda são:

  • registro.br: para compras de domínios brasileiros .com.br
  • go daddy: para compras de domínios internacionais

2) Definir a Plataforma

O passo seguinte vai ser definir qual plataforma tecnológica você vai utilizar para montar a sua loja virtual. Isso vai depender de vários fatores como seu capital para investir, a maturidade do seu negócio e seu tipo de produto. De todo modo, vamos listar abaixo algumas opções boas para testar.

  • WordPress via Woocommerce: Tanto o WordPress quanto o Woocommerce são gratuitos para começar a usar, mas possuem extensões e adicionais que podem ser pagos. No entanto, isso não impede que você comece a vender sem gasta nada!
  • Wix: Outra opção de criação de site que vem crescendo no Brasil. Ele é mais limitado que o Woocommerce em termos de recursos, mas também é mais fácil de usar. Além disso, ele não é gratuito, embora seja bastante acessível.
  • Loja Integrada: Uma solução brasileira usada já por milhares de pequenos e-commerces. É de fácil criação e também integração com outros serviços como métricas, e-mail marketing e muito mais!
  • Shop.fy: Uma das grandes plataformas globais, agora tem planos para o Brasil. É uma opção interessante, que também é paga, mas que tem praticamente todos os recursos que você pode querer já prontos.
  • Magento: Há alguns anos era a líder sozinha do mercado de e-commerce, mas vem perdendo espaço para novos concorrentes. De todo modo, ainda é uma das tecnologias mais seguras e mais completas do mercado.
  • VTEX: Vem despontando como a principal tecnologia do mundo, é recomendada para quem já possui uma loja mais robusta e precisa de algo extra seguro e completo para o seu negócio.

3) Definir a Aparência (Template)

Um ponto que não é necessariamente obrigatório, mas é muito comum é a escolha de um template. A maioria das lojas listadas acima, oferecem como facilitador, modelos já prontos de aparência da sua loja virtual. Existem normalmente modelos gratuitos e pagos para cada uma delas. Isso é importante, pois será a cara do seu negócio. Outra opção também, quando se é uma loja já mais estruturada, é contratar um designer para fazer um layout totalmente customizado para seu negócio.

4) Definir o Meio de Pagamento

O meio de pagamento é o intermediário que vai receber o dinheiro on-line e depositá-lo na sua conta. A maioria das plataformas já possui algum parceiro em termos de meio de pagamento, mas isso não impede que você também faça a melhor negociação e utilize o meio de pagamento da sua preferência. Algumas das principais opções no Brasil são:

  • Paypal
  • Pagseguro
  • Pagar.me
  • Mercado Pago

Cada um tem seus prós e contras que valem um outro post, mas, por enquanto, sugiro que entre no site de cada um e confira o que tem para oferecer.

5) Cadastrar os Produtos e Vender

Montar uma loja virtual é simples assim! Dependendo da tecnologia escolhida e o grau de personalização desejado, é possível criar uma loja e começar a vender no mesmo dia. Logicamente, isso vai variar e é importante que você entenda que uma loja virtual precisa também de investimento para conseguir uma boa visitação. Para você mergulhar nesse tema, criamos um post super completo sobre marketing digital!

Como Abrir uma Empresa

Caso você queira que a sua loja receba o dinheiro e emita nota fiscal, você deverá abrir a sua empresa legalmente. Nós temos um post detalhando cada etapa da abertura de uma empresa, mas aqui vamos aproveitar para listas os principais pontos:

  1. Criação do Contrato Social
  2. Registro na Junta Comercial
  3. Emissão do CNPJ e Escolha de Atividade
  4. Inscrição Municipal e Estadual
  5. Alvarás de Funcionamento
  6. Licenças

Dicas Especiais para Novos Negócios

Começar um novo negócio não é só conseguir colocar produtos à venda. Como demonstrado, abrir uma loja virtual é fácil, simples e barato. Justamente por isso, existem centenas de milhares de lojas e pessoas tentando fazer dinheiro dessa maneira. No entanto, apenas aqueles que encararem suas lojas como negócio completos, conseguirão sobreviver e lucrar. Por isso, vou listar abaixo alguns dicas especiais para quem quer realmente empreender.

1) Defina um Segmento de Clientes BEM ESPECÍFICO

Não existe nenhum negócio bem sucedido que não definiu bem a sua área de atuação e o seu cliente alvo. Isso é ainda mais verdadeiro e importante na internet. Diferentemente de uma loja de rua, você vai ter que lutar para os clientes entrarem na sua loja e vai ter que gastar dinheiro com isso. Não caia no erro de falar “Todos são meus clientes”, pois isso é o começo do fim.

Por exemplo, se for montar uma loja de camisetas, faça uma loja para alguém específico, podem ser idosos, jogadores de futebol, pessoas que gostam de gola V. Enfim, não existe resposta certa, o mercado vai responder positivamente ou não. Mergulhe nesse tema lendo nosso post de segmentação de mercado.

2) Crie uma Diferenciação (Especialidade)

Em um mercado comoditizado, você vai ter problemas para vender produtos genéricos e, principalmente aqueles que os grandes players já atuam. Ao se definir um segmento específico, você vai conseguir mexer na sua oferta de valor, entregando algo único e memorável. Para isso, recomendo que você desenhe seu modelo de negócio e também faça a sua curva de valor! 

3) Calcule o Retorno Esperado do seu Negócio

“Quem não faz a conta, paga a conta.” Essa é uma máxima do mundo dos negócios. Sem estimar o seu retorno desejado e o que potencial sua loja virtual pode trazer, você vai ficar à deriva. Para isso, você vai precisar precificar muito bem seus produtos e fazer um estudo de viabilidade econômica do seu projeto.

As Principais Planilhas para Quem Está Criando uma Loja Virtual

Aqui na LUZ, não só temos a nossa própria loja virtual (com segmento específico e produtos diferenciados), como somos especialistas em Excel e criamos diversas ferramentas que podem lhe ajudar a crescer a sua própria loja. Seguem alguns planilhas:

Planilha de Indicadores de Gestão para E-commerce: A planilha vai lhe dar uma panorama geral e completo das suas principais métricas de conversão do seu site, ajudando a melhorar o resultado e identificar problemas.

Planilha de Métricas para Sites: Essa planilha é mais focada na análise de diferentes mídias e sua performance de cadastro e vendas no site. Perfeita para quem quer focar em conversão.

Planilha de Performance de Adwords: Provavelmente, um dos canais mais importantes da sua loja virtual será os links patrocinados do Google (adwords). Essa planilha vai lhe ajudar a tirar mais análises das suas campanhas e dominar a ferramenta por completo.

Planilha de Performance de FaceAds: Assim como o Adwords, as campanhas do FaceAds provavelmente se tornarão algo comum na gestão do seu negócio e nossa planilha vai lhe ajudar a ter uma visão mais precisa e completa do resultado obtido.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO que é uma Start-up? Definição Completa
Próximo artigoComo se Tornar um Consultor: Guia Completo com Ferramentas
Leandro Borges
Leandro começou a vida profissional prestando consultorias centenas de pequenas empresas em todo o Brasil e foi professor em instituições como SEBRAE, Vale, Souza Cruz, FIRJAN, COPPE e FGV. Hoje, é encantado pelas facilidades que o Excel traz para a gestão empresarial e quer levar essa maravilha para o Brasil e o Mundo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome