Como Quadriplicar a Taxa de Cliques dos Seus Emails

  4 Comentários   Gestão na Prática  
Compartilhe com amigos:

Esse é mais um post simples e prático, que nem o da semana passada, onde eu falei de boas mudanças para melhorar sua taxa de abertura de emails. Só que dessa vez o assunto é o corpo do email e a estrutura de mensagens ideal para gerar um nível de engajamento, relacionamento e cliques maior com a sua lista. Sem me alongar demais, existem diversos tipos de emails que você pode mandar e vou te mostrar a maioria desses estilos por aqui com exemplos:

1. Lançamento

 

0 blog 001

 

Como já fizemos na LUZ

 

0 blog 002

 

2. Promoção

 

0 blog 006

 

Como já fizemos na LUZ

 

0 blog 004

 

Qual o ponto em comum?

 

Eu queria saber se você conseguiu perceber qual é o ponto em comum de todos os exemplos que eu mostrei. Se você disse imagens e caráter institucional você acertou! É isso mesmo, a maioria de newsletters empresariais vem com uma super big logo da organização que enviou e um monte de imagens (supostamente para deixar ela mais bonita)

 

Mas o que tem de errado nesse modelo?

 

Apesar de você estar se perguntando agora, “ué, tem coisa errada?”, sempre fiz as minhas news assim ou sempre viu as empresas fazendo assim…Bom, tem coisas que poderiam ser melhores sim, mas eu vou separar as 2 principais na minha opinião:

 

1 – o caráter institucional e padronizado faz com que o seu email perca valor e, no caso de usuários que tem o costume de assinar mais de uma newsletter (você não é exclusivo), faz com que muitas vezes o seu email vá direto pro lixo sem nem ser aberto. Ou seja, o seu email, super bonitinho, que deu um grande trabalho para ficar pronto vai pra vala. Isso mesmo, o cara não se dá nem ao trabalho de abrir (e não podemos nem culpar ele, já que muitas vezes fazemos a mesma coisa)

 

2 – ao adicionar muitas imagens, mesmo quando você vence o excesso de emails que o seu assinante recebeu, impõe automaticamente mais uma barreira para ele. Não sei se você já percebeu, mas normalmente (acho que sempre), as imagens de email de um determinado remetente vem bloqueadas para visualização. Ou seja, se o seu cliente não clicar no botão seu email vai ficar feioso e perder boa parte do apelo que você tinha imaginado em um primeiro momento.

 

E qual a solução?

 

Acho que o pulo do gato aqui é nos colocarmos no lugar de nossos clientes. Todo dia quando recebemos centenas de email, só damos atenção para aqueles com um conteúdo mais interessante (que você quer muito receber), mais personalizados (do seu amigo por exemplo) e com menos cara de empresa. Por isso, fizemos uma mudança drástica em nossa forma de enviar email que (felizmente) deu muito certo. Além das coisas que falamos na semana passada, passamos por essa mudança essencial: trocamos uma estrutura de imagens em HTML para uma news totalmente focada em plain text, sempre com uma cara de bate papo.

 

Antes

 

0 blog 002

 

Depois

 

0 blog 001

 

E qual o mais importante?

 

Obviamente não vai adiantar muita coisa se você fizer um post plain text cheio de links e promoções. A mágica acontece quando você começa a criar relacionamentos (e não vendas) como sua estratégia de email marketing e, nada melhor para fazer isso do que bons “presentes”. Na LUZ passamos a adotar o envio de produtos que vendemos em nosso ecommerce de forma gratuita para quem assina a nossa news. Se você ficou curioso, basta ir na Home do nosso site e cadastrar seu email. O espaço para isso está bem acima do footer da página.

 

Para fechar

 

O resumo da ópera é: não tente vender diretamente pelo email marketing, crie relacionamento dando conteúdos próprios (ebook, curso online, artigo, planilhas, etc) gratuitamente e, eventualmente, convertendo os interessados que agora já te conhecem e gostam dos seus produtos. Na pior das hipóteses você vai ter potenciais clientes que gostam muito mais de você do que gostavam antes.

No nosso caso, saímos de uma média de 2,8% de cliques para cerca de 10% dependendo da newsletter. Quase quadriplicar o que fazíamos é um sucesso e tanto e recomendo muito que você tente a mesma coisa na sua newsletter.

 

Gostou do post? Espero que você tenha gostado das referências. Se tiver boas formas e táticas para aumentar o relacionamento e taxa de cliques com o uso de email divide aqui comigo. Vou adorar ler o que você tem feito na sua empresa

[newsletter titulo = ‘Assine nossa newsletter’ texto =’Receba ferramentas de gestão gratuitas toda semana!’ desconto =’10%’]

Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

  • Rafael,
    parabéns pelo texto, assunto, maneira de expor. Muito bom mesmo. Abraços

  • Opa Jorge, muito obrigado. Espero que ajude com a sua estratégia digital,

    Abraços

  • E depois que baixeis várias planilhas?
    Qual o follow-up?
    Será que estou utilizando corretamente a planilha?
    Sugestão:
    “SOLICITE AO CLIENTE UMA PEQUENA ANÁLISE DOS RESULTADOS QUE A PLANILHA AJUDOU A CONQUISTAR”.Temos ai 2 coelhos, uma experiencia sendo relatada, e motivação para possíveis clientes se motivarem a comprar. Bem é isso!

  • Opa Marcelo, valeu pela dica. Com certeza mapear a experiência e depoimentos dos clientes com seus produtos é uma excelente tática também,

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]