Gestão na advocacia: saiba quais são os fatores mais importantes

0
218
Gestão na advocacia: saiba quais são os fatores mais importantes
Planilhas Prontas em Excel

A gestão na advocacia vem crescendo em importância à medida que os escritórios começam a perceber como essa função pode ser estratégia para superar os concorrentes de mercado.

Veja também: planilhas para advogados.

No entanto, atuar com gestão na advocacia não é uma tarefa fácil, especialmente para quem não aprendeu sobre isso na faculdade. Como adaptar os conhecimentos para gerar os melhores resultados nesse caso?

É o que veremos a seguir. Para isso, siga a leitura até o fim!

A produtividade é chave da gestão na advocacia

Um dos fatores mais importantes da gestão na advocacia é a produtividade dos colaboradores de um escritório jurídico. Por isso, é um dos aspectos que um gestor deve ter em conta.

Existem muitas maneiras de se medir a produtividade de um advogado. Pode ser pela quantidade de tarefas que ele realiza em um dia, quantos clientes traz para o escritório ou quantos casos lida ao mesmo tempo.

Por essa razão, é importante definir um parâmetro adequado e então trabalhar a questão a partir daí, identificando os principais gargalos de produtividade (que são obstáculos ou situações que impedem os colaboradores de performar o quanto podem).

Com os gargalos identificados, é importante que o gestor especule alternativas para resolver o problema e, no processo, aumentar o nível de produtividade interno do escritório.

Controle de processos é importante na gestão

Imagine um escritório de advocacia previdenciária que lida com 50 ou 60 casos de clientes de modo simultâneo. Esse escritório provavelmente recebe 7, 8 intimações, ou  várias novidades por dia nos seus casos.

Agora imagine colocar tudo isso em planilhas do Excel. Seria uma confusão enorme, não é mesmo? Provavelmente alguém erraria alguma coisa e geraria um problema muito grande para o escritório.

Diante dessas particularidades, é essencial que haja uma metodologia de controle de processos por parte do escritório, de modo a cuidar da aposentadoria dos seus clientes sem dificuldades e sem cometer erros de falta de gestão.

Dessa maneira o escritório ganha em produtividade, como já vimos, mas também passa a refazer menos trabalho, perder menos dinheiro e manter o nível de satisfação dos clientes bem alto.

Gestão de clientes faz parte da gestão na advocacia

Além dos muitos processos que um escritório de médio ou grande porte precisa cuidar, são tantos outros clientes que devem ser gerenciados. Isso inclui uma série de obstáculos e desafios próprios para a área.

Por exemplo, como lidar com os dados de cada cliente de modo a não se confundir em ligações ou reuniões? Além disso, como fazer o controle de pagamentos de cada cliente do escritório?

Outra necessidade é manter o cliente contente e satisfeito com o trabalho realizado. Isso significa entrar em contato com ele regularmente para dar atualizações do andamento dos seus casos, especialmente quando as decisões judiciais demoram pra serem proferidas. Nesse caso, é importante ter uma tabela para saber para quem ligar e o que dizer, de modo a manter a satisfação alta.

Gestão de talentos é um desafio na advocacia

O gestor de um escritório de advocacia precisa lidar com uma série de desafios todos os dias. Como vimos, ele deve gerir a produtividade do seu escritório, os processos e também os clientes da empresa.

No entanto, existe um outro elemento que precisa ser gerido adequadamente: os talentos. Pois é, é importante garantir que seus principais talentos pretendem seguir carreira na firma e se especializarem.

Isso significa remunerar adequadamente os profissionais, estabelecer um plano de carreira e oferecer oportunidade de crescimento em um ambiente meritocrático dentro da empresa. Assim, os profissionais podem resistir às investidas dos concorrentes.

Além disso, faz muito sentido investir em treinamentos para poder aprofundar a atuação da empresa. Pense, por exemplo, em um escritório que quer se especializar em Direito Previdenciário. Vale a pena enviar os advogados para treinamentos e workshops específicos da área.

Ao mesmo tempo, o gestor pode usar a técnica para criar novas áreas de atuação para o seu escritório. Uma firma que seja especializada em Direito Penal, por exemplo, pode treinar novos funcionários para abrir um setor de Direito Tributário e diversificar sua carteira de clientes, ganhando lastro e resistência contra crises.

Esse tipo de ação é importante para gerir de forma adequada a equipe de colaboradores de um escritório e usar os recursos humanos disponíveis para garantir o sucesso da empresa e sua longevidade no mercado.

Gestão na advocacia: saiba quais são os fatores mais importantes

O desempenho dos colaboradores é um dos fatores de gestão

Uma subdivisão da gestão de talentos em um escritório de advocacia consiste na avaliação de desempenho dos colaboradores, de modo a alcançar os melhores resultados possíveis com eles.

O objetivo é acompanhar a taxa de sucesso dos colaboradores nas suas muitas tarefas diferentes. É preciso analisar o nível de casos bem-sucedidos, a taxa de captação de clientes em relação à prospecção feita e outros fatores essenciais para o sucesso do escritório.

Depois de ter uma base, o papel do gestor é trabalhar com os colaboradores na elaboração de medidas que ajudem a otimizar essas métricas e indicadores de desempenho, de modo a trazer os melhores resultados possíveis para o escritório.

Existem diversas técnicas e ações que podem ser tomadas, dependendo do nível de comprometimento dos advogados e do gestor do escritório. Para alguns, por exemplo, um colaborador com baixa taxa de captação não serve e pode ser dispensado. Para outros, tudo que o advogado precisa é de alguns cursos e um pouco de experiência para se tornar um ativo importante.

São dois estilos diferentes de gestão. Um deles, resulta em uma rotatividade maior no escritório. Por um lado, isso gera mais competitividade interna e motivação nos funcionários que ficam. Por outro, gera mais ansiedade e estresse nos colaboradores. Já o outro estilo, pode gerar mais custos ao encaminhar os funcionários para treinamentos, mas também resulta numa equipe mais coesa e dedicada.

O importante é entender como estruturar e sistematizar a medição do desempenho dos profissionais, que métricas usar para avaliar o nível de sucesso e o que fazer para melhorar os índices.

Como pode ver, a gestão na advocacia é uma área complexa e estratégica, já que tem o potencial de afetar praticamente todos os elementos de um escritório jurídico.

O que achou sobre o tema? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião!

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome