Covid-19: Como me organizar financeiramente pós pandemia

0
130
Covid-19: Como me organizar financeiramente pós pandemia
Planilhas Prontas em Excel

Sabemos que muita coisa mudou desde o aparecimento da pandemia do novo coronavírus, conhecido como COVID-19.

Com a declaração da pandemia feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), muitas empresas já mudaram seus hábitos e investiram em estratégias para continuarem a operar à distância, pelo modelo Home Office.

Já outras empresas suspenderam por tempo indeterminado as suas atividades. Diante de tantas ações, cuidar do nosso patrimônio e resistir à crise se tornou uma questão de prioridade.

Mas e após a pandemia? Como podemos fazer para nos organizar financeiramente? Afinal de contas, após a crise acabar, ainda será necessário continuar com muitos hábitos para mantermos a nossa reserva de emergência e evitarmos possíveis imprevistos.

Se você quer saber como se organizar financeiramente, mesmo após a pandemia passar, então confira essas dicas e comece a planejar agora mesmo o seu futuro com segurança e qualidade de vida! Vamos lá?

1- Saiba para onde o seu patrimônio vai

Saber para onde o seu dinheiro vai durante e após a crise faz toda diferença. Afinal de contas, se queremos economizar e organizar financeiramente o nosso patrimônio, é essencial registrar e controlar todos os gastos.

Apesar de ser um passo básico, muitas pessoas ainda não registram de forma detalhada as suas despesas.

No entanto, com o registro de todas as informações, é possível saber realmente qual situação do seu financeiro e, dessa forma, você também poderá dispensar os gastos que não são tão emergentes.

No mundo corporativo, esse registro é chamado de fluxo de caixa. Empresas de todos os segmentos, como as que fabricam e fornecem oxigênio medicinal, por exemplo, precisam registrar diariamente todas as entradas e saídas de caixa, para que seja possível desenvolver estratégias de acordo com a situação atual do negócio.

2- Deixe de lado o cartão de crédito

Temos certeza de que o cartão de crédito será um dos principais responsáveis por endividar milhares de pessoas durante e até mesmo após a crise do novo coronavírus.

Afinal de contas, em um cenário com tantas mudanças ocorrendo no dia a dia das empresas e das pessoas, se uma situação mais emergente acontecer, o indivíduo pode ficar sem renda e, como resultado, ter consequências ainda maiores.

Por essa razão, é recomendado que, mesmo após a crise, as compras realizadas por cartão de crédito sejam dispensadas.

Se você precisar comprar um produto ou contratar algum serviço, como comprar um elevador de escada, por exemplo, adquirir o produto à vista é uma das melhores maneiras de se prevenir a longo prazo e se organizar financeiramente.

3- Comece agora a sua reserva de emergência

De forma simples, a reserva de emergência é um valor de dinheiro armazenado, que apenas é utilizado em situações de emergência.

A formação de uma reserva neste momento de imprevistos e instabilidade é fundamental. Não podemos deixar de afirmar que imprevistos podem acontecer mesmo após a crise da pandemia acabar.

Por isso, a reserva de emergência está entre as ações mais seguras. A partir dela, é possível se assegurar e estar totalmente preparado para enfrentar qualquer acontecimento.

Por exemplo: se você pretende realizar a instalação câmera de segurança em sua residência em um imprevisto, ou até mesmo se precisa garantir sua própria renda durante alguns meses, é a reserva de emergência que irá ajudá-lo a ter mais segurança.

Agora que você já sabe como é possível se organizar financeiramente durante e após a pandemia do novo coronavírus, o que está esperando para começar a aplicar essas dicas e ter segurança e qualidade de vida? Gostou do nosso post?

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome