Como Fazer Cálculos usando as Funções Financeiras do Excel

44
20834
Planilhas Prontas em Excel

O Excel possui diversas fórmulas que possibilitam a interação e cálculo das informações inseridas em suas planilhas. As funções financeiras são parte importante deste aplicativo, uma vez que de forma simples possibilitam a visualização de taxas, prazos, condições de pagamento entre outros. Conheceremos agora algumas funções financeiras mais utilizadas:

Funções financeiras mais comuns em Excel

• Valor Futuro

A fórmula do valor futuro é utilizada para retornar o valor de resgate de uma dada aplicação. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VF (taxa;nper;pgto;vp;tipo) onde:

  • Taxa: É a taxa de juros por período;
  • Nper: É o número total de pagamentos;
  • Pgto: É o pagamento feito a cada período. Em geral este argumento é composto pelo capital e os jutos, quando é omitido se torna obrigatório incluir o argumento vp;
  • Vp: É o valor presente, ou seja, a soma total correspondente ao valor presente de uma série de pagamentos futuros. Quando este argumento é omitido o mesmo é considerado 0 e a inclusão do argumento pgto neste caso será obrigatória;
  • Tipo: Sempre sendo o número 1 ou 0 este argumento indica as datas de vencimento dos pagamentos sendo 0 o final do período e 1 o início do período.

Nesta e em outras funções financeiras, no argumento pagamento a representação de depósitos em poupança e saques serão representados por números negativos. Veja um exemplo:

FF_1

• Valor Presente

Esta função retorna o valor da aplicação de um investimento. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VP=(taxa;nper;pgto;vf;tipo).

Note que os argumentos são os mesmos detalhados na função anterior.

FF_2

• Taxa

Esta função mostra a taxa de juros de um determinado período. Sua sentença é escrita como:

TAXA=(nper;pgto;vp;vf;tipo;estimativa)

Note que o único argumento ainda não conhecido é a estimativa. Este argumento nada mais é do que a sua estimativa para a taxa, se esta informação for omitida o argumento irá considerar 10%. Porém na maioria dos casos esta informação não é necessária.

FF_3

 Número de Períodos – NPER

Esta função retorna o número de períodos para um dado investimento com juros constantes. Sua sentença é dada por:

NPER=(taxa;pgto;vp;vf;tipo)

Note que neste caso toso os argumentos já são conhecidos. Na figura a seguir vemos um exemplo de aplicação no qual se quer descobrir em quanto tempo teremos um montante de R$ 10.000,00 se aplicarmos R$ 2.000,00 a uma taxa de 20%:

FF_4

• Pagamento – PGTO

A função PGTO calcula o pagamento de um empréstimo ou financiamento, por exemplo, com base em pagamentos e em uma taxa de juros constantes. Sua sentença é dada por:

PGTO=(taxa;nper;vp;vf;tipo)

Para esta função também notamos que os argumentos já foram escritos anteriormente.

Na próxima figura veremos um exemplo no qual se quer saber o valor de parcela para um financiamento de um imóvel de R$70.000,00 em 30 vezes a uma taxa mensal de 0,5%.

FF_5

Quer se aprofundar ainda mais no Excel? Confira os nossos cursos online de Excel! Você encontrará o curso certo para a sua necessidade, do mais básico ao mais avançado.

E você, tem alguma dúvida em relação às fórmulas financeiras do Excel? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Planilhas Prontas em Excel

44 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite. nao estou conseguindo achar nada que me mostre o CET de uma operação baseada no sistema SAC. todo exemplo que vejo fala em prestacao constante o que nao é a realidade do sistema SAC. Consegue me ajudar?

  2. Oi Alessandra, me parece fluxos negativos em meses consecutivos, o que pode facilitar o cálculo. Acho que você vai precisar colocar essa taxa anual em mensal e depois fazer o cálculo dos valores da dívida em seus prazo correspondentes de acordo com essa taxa, usando a fórmula de valor futuro provavelmente

  3. Olá, bom dia!

    Primeiramente parabens pelo blog e gostaria de uma ajuda na funçao NPer qdo os fluxos sao diferentes. Vou dar um exercicio de exemplo:
    Uma pessoa acumulou 3 dividas: a primeira com vcto para 30 dias de R$ 20.000 , a segunda de R$ 10.000 para 60 dias e a terceira de R$ 30.000 para 90 dias.
    Se ela desejar realizar o pgto em uma unica parcela de 60.000, qual o prazo maximo que este pagamento deve ser realizado, considerando uma taxa de 42,58% aa. Considerar o ano comercial 360 dias.

    Por favor poderia exemplificar como uso no excel ou hp?

    Muito obrigada

  4. Oi Alexander, não sei se entendi muito bem, mas as parcelas são sempre no mesmo valor? Se for, para achar o saldo devedor pegando o valor total e subtraindo de 40 parcelas de 2.269. Com o restante, você vai seguir o mesmo procedimento. Existem formas automáticas de criar tabelas SAC e Price para visualizar os pagamentos de um determinado valor

  5. Olá Rafael,
    Começo agradecendo a atenção nas explicações e nas resposta aos questionamentos.
    Bem tenho aqui uma dúvida.
    De um empréstimo de 90.850,14 realizado em 60 parcelas de 2.296,09, achei a taxa mensal de 1,4815867. Após o pagamento da parcela 40 qual seria o saldo devedor e como posso montar a composição destas parcelas? EX.: Parcela 60 – 2.296,09 – Valor Principal 958,84 – Valor Encargos 1.337,25
    Esses valores são apenas exemplificativos.
    Desde já agradeço.

  6. Oi Kelwyn, você pode ter uma célula para o valor total, outra para a quantidade de parcelamentos e em seguida uma série de colunas com os valores parcelados de acordo com as datas preenchidas

  7. Olá, boa tarde! Vi várias fórmulas e gostaria de algo parecido para calculo da fatura do cartão. Mostrando para os meses futuros somando as parcelas da compras feitas. Poderia me dar alguma dica? Desde já grato.

  8. Oi Zoraide, é possível utilizar a função TAXA no Excel para chegar nesse resultado

  9. Se faço um financiamento de R$ 2000,00 em 12 vezes e o valor da parcela é de R$ 350,95, qual o valor da taxa que está sendo cobrada?

  10. Oi Alysson, não sei de qual função você está falando especificamente, mas de maneira geral, se você tem uma taxa de 1,89% ao mês, ainda precisará de outros dados dependendo da função financeira. Por exemplo, a função PGTO pede o valor presente ou futuro e o número de períodos para fazer seu cálculo.

  11. COMO POSSO USAR ISSO PARA ANTECIPAÇÃO? USANDO A TAXA 1.89% AO MES

  12. Normalmente basta que a taxa de juros esteja no mesmo padrão do período, então se a sua taxa de juros é de 3% a.m, mas você quer colocar para dias precisa fazer sua conversão

  13. Boa noite!
    Gostei muito dos cálculos financeiros que o blog ensina no excel.
    Os cálculos no exemplos das planilhas do excel, estão em período de mês.
    Como faço para calcular no período de dias???

  14. Faça uma simulação de investimento diário de R$850.000,00 para 30 dias, verificando o seu valor final após esse prazo. Para uma aplicação diária e fidelizada com os bancos, é aplicada uma taxa de até 3% am. O banco remunera efetivamente 80% da taxa nominal. Vale lembrar que deverão ser considerados 20 dias úteis para cada aplicação.

  15. eu sou obrigado a tirar as ferias apos 1 ano e 11 meses e o que implica se eu não levar a carteira e não assinar documento algum?a empresa tem como comprovar junto a justiça ?

  16. a empresa descontou no dia 10/10/X1 um titulo de valor nominal de R$5.000,00. Sabendo-se que a data de vencimento do titulo é 5/11/X1 e a taxa de juros composto é de 12% a.a, qua o valor do desconto racional?

  17. Vanessa,

    Isso é bastante relevante no problema. Vou tentar te ajudar da forma como eu interpretei, mas eu perguntaria a um professor ou a quem formulou este problema.

    Considerando que a taxa de 3,5% incide a cada 31 dias, precisamos transformar essa taxa em diária:

    =POTÊNCIA(1+0,035;1/31)

    Depois é só calcular o valor futuro:

    =VF(resultado da potência;90;0;-100000) = R$110.503,29

  18. Então a taxa é de 3,5% aos 31 Dias.Também achei confusa a informação mas é exatamente assim que está no enunciado do exercício

  19. Boa noite! Parabéns pelo blog excelente me ajudou muito.

    Vamos a questão, um empréstimo de R$ 100. 000, 00, durante 90 dias a uma taxa de juros de 3,5% aos 31 dias. Qual o valor do resgate dessa operação

  20. Filippo, deu certo.
    Irmão, não sei como agradecer. Obrigado mesmo pelo esforço e desculpe o trabalho.
    Ajudou muito.

    Grande abraço.

  21. Achei, finalmente! Hahaha!

    Você tem que usar a fórmula: =VP(0,75%;131;3810,61;0;1)

    A explicação é que na HP, você coloca a taxa de juros sem o símbolo de % e ele lê com. Portanto 0,75 = 0,75% ou 0,0075, que é a taxa de juros ao mês.

    Espero ter ajudado!

    Abraços

  22. os 131 sao meses.
    ja o 0,75 não sei dizer, corresponde a um indice que a empresa que eu trabalho informa para utilizar para calculo.
    vou tentar descobrir.

    bom, vou te explicar passo a passo que faco na hp 12c para chegar no resultado.

    digito:

    131 n
    0,75 i
    3810.61 pmt
    0 fv

    pv -319549.06 (ja sai o resultado resultado direto)

  23. A taxa foi 75% mesmo? É anual?
    E os 131 períodos, são meses ou anos?

  24. Filippo eu que agradeço.
    Irmão, no Excel deu (-) R$ 5.080,82 enquanto na HP12c deu (-) R$ 319.549,06

    Abraço

  25. Alexandre, obrigado!
    Vou tentar te ajudar… quais valores você encontrou no Excel?
    Abraços

  26. Boa tarde, primeiro quero parabenizar pelo blog.
    Bom, segui os passos informados para executar a formula de valor presente.
    No primeiro momento foi muito facil.
    Só que na hora de aparecer o valor, deu diferença do valor comparado ao valor que aparece no calculo da HP12C.
    será que estou cometendo algum erro na formula?

    usei taxa 0,75 – nper 131 – pgto 3810,61 – vf 0 – tipo 0) Obs: tipo usei 1 e 0.

    na hp da 319.549,06

    no excel da valores que não batem. pode me ajudar por favor

  27. Consegui ver agora André,

    criei uma coluna a mais com o Valor Presente. Veja que usei uma fórmula para calcular o quanto aquele valor futuro valeria se fosse pago hoje utilizando a taxa de juros que você já havia preenchido na planilha.

    Fora isso, a forma de descontar os valores do saldo devedor me pareceu correta

  28. amigo,,,se eu lhe mandar pra vc a tabela q montei,,,tabela price,,,,teria cm vc dar uma olhada?? a unica coisa agora q fiquei na duvida foi qto ao saldo devedor,,se devo ir descontando o q ja fora pago ou nao!!!!

  29. Achava que você já tinha montado a tabela price. Se você montou a tabela price deveria ter uma estrutura similar a essa aqui – https://robsonlsoares.wordpress.com/2012/12/20/tabela-price/

    com número da parcela, juros, amortização, valor a pagar (soma dos anteriores) e saldo devedor. Nesse caso, você pegaria o valor a pagar e jogaria para valor presente adicionando uma coluna a mais nessa tabela.

    na tabela price os valores já estão individualizados por parcela ok?

  30. pode ser “ignorancia minha”, mas nao consegui individualizar os valores,,,,,

  31. Eu tinha entendido isso mesmo André.

    Basta você criar uma coluna do lado da sua tabela com o título de valor presente e usar a fórmula de valor presente.

    Fazendo isso, você terá o valor presente de cada uma das suas parcelas. Se quiser pode ver individualmente ou em conjunto, como preferir

    Conseguiu entender a lógica?

  32. na realidade, necessito trazer ao valor presente apenas UMA parcela!!! e nao todas,,,preciso trazer ao valor presente o valor de cada uma destas parcelas!!! individualmente!

  33. Oi André,

    para saber o valor de uma parcela caso você antecipe ela, pode usar a função do valor presente (VP), onde você vai colocar os dados referentes a esse valor no futuro, o número de parcelas e o juros que existem para analisar o valor presente dela.

    No caso do valor total, eu utilizaria a mesma função, arrastaria ela para todas as parcelas da tabela e veria o somatório. Isso seria uma simulação de jogar todos os valores futuros para valores presentes, entendeu?

  34. fiquei com a seguinte duvida: montei uma tabela com os seguintes dados:

    Valor do EmpreendimentoR$ 94.033,80EntradaR$ 9.403,38Valor FinanciadoR$ 84.630,42Prazo120Taxa Juros Mensal1%Valor Parcela InicialR$ 1.214,20

    Feito a Tabela Price, minha duvida é a seguinte: como faço para saber o valor de uma parcela caso queira fazer a antecipação do pagamento de alguma dela?
    Sei que devo traze-la ao tempo inicial, mas nao consegui achar uma formula para isso.
    E como faço para achar o valor para uma quitação total do valor ainda a ser pago?
    Seria possivel me ajudar? obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome