Como Fazer Cálculos usando as Funções Financeiras do Excel

33
1609

O Excel possui diversas fórmulas que possibilitam a interação e cálculo das informações inseridas em suas planilhas. As funções financeiras são parte importante deste aplicativo, uma vez que de forma simples possibilitam a visualização de taxas, prazos, condições de pagamento entre outros. Conheceremos agora algumas funções financeiras mais utilizadas:

Funções financeiras mais comuns em Excel

• Valor Futuro

A fórmula do valor futuro é utilizada para retornar o valor de resgate de uma dada aplicação. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VF (taxa;nper;pgto;vp;tipo) onde:

  • Taxa: É a taxa de juros por período;
  • Nper: É o número total de pagamentos;
  • Pgto: É o pagamento feito a cada período. Em geral este argumento é composto pelo capital e os jutos, quando é omitido se torna obrigatório incluir o argumento vp;
  • Vp: É o valor presente, ou seja, a soma total correspondente ao valor presente de uma série de pagamentos futuros. Quando este argumento é omitido o mesmo é considerado 0 e a inclusão do argumento pgto neste caso será obrigatória;
  • Tipo: Sempre sendo o número 1 ou 0 este argumento indica as datas de vencimento dos pagamentos sendo 0 o final do período e 1 o início do período.

Nesta e em outras funções financeiras, no argumento pagamento a representação de depósitos em poupança e saques serão representados por números negativos. Veja um exemplo:

FF_1

• Valor Presente

Esta função retorna o valor da aplicação de um investimento. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VP=(taxa;nper;pgto;vf;tipo).

Note que os argumentos são os mesmos detalhados na função anterior.

FF_2

• Taxa

Esta função mostra a taxa de juros de um determinado período. Sua sentença é escrita como:

TAXA=(nper;pgto;vp;vf;tipo;estimativa)

Note que o único argumento ainda não conhecido é a estimativa. Este argumento nada mais é do que a sua estimativa para a taxa, se esta informação for omitida o argumento irá considerar 10%. Porém na maioria dos casos esta informação não é necessária.

FF_3

 Número de Períodos – NPER

Esta função retorna o número de períodos para um dado investimento com juros constantes. Sua sentença é dada por:

NPER=(taxa;pgto;vp;vf;tipo)

Note que neste caso toso os argumentos já são conhecidos. Na figura a seguir vemos um exemplo de aplicação no qual se quer descobrir em quanto tempo teremos um montante de R$ 10.000,00 se aplicarmos R$ 2.000,00 a uma taxa de 20%:

FF_4

• Pagamento – PGTO

A função PGTO calcula o pagamento de um empréstimo ou financiamento, por exemplo, com base em pagamentos e em uma taxa de juros constantes. Sua sentença é dada por:

PGTO=(taxa;nper;vp;vf;tipo)

Para esta função também notamos que os argumentos já foram escritos anteriormente.

Na próxima figura veremos um exemplo no qual se quer saber o valor de parcela para um financiamento de um imóvel de R$70.000,00 em 30 vezes a uma taxa mensal de 0,5%.

FF_5

Quer se aprofundar ainda mais no Excel? Confira os nossos cursos online de Excel! Você encontrará o curso certo para a sua necessidade, do mais básico ao mais avançado.

E você, tem alguma dúvida em relação às fórmulas financeiras do Excel? Conte para a gente nos comentários abaixo!

33 COMENTÁRIOS

  1. fiquei com a seguinte duvida: montei uma tabela com os seguintes dados:

    Valor do EmpreendimentoR$ 94.033,80EntradaR$ 9.403,38Valor FinanciadoR$ 84.630,42Prazo120Taxa Juros Mensal1%Valor Parcela InicialR$ 1.214,20

    Feito a Tabela Price, minha duvida é a seguinte: como faço para saber o valor de uma parcela caso queira fazer a antecipação do pagamento de alguma dela?
    Sei que devo traze-la ao tempo inicial, mas nao consegui achar uma formula para isso.
    E como faço para achar o valor para uma quitação total do valor ainda a ser pago?
    Seria possivel me ajudar? obrigado

    • Oi André,

      para saber o valor de uma parcela caso você antecipe ela, pode usar a função do valor presente (VP), onde você vai colocar os dados referentes a esse valor no futuro, o número de parcelas e o juros que existem para analisar o valor presente dela.

      No caso do valor total, eu utilizaria a mesma função, arrastaria ela para todas as parcelas da tabela e veria o somatório. Isso seria uma simulação de jogar todos os valores futuros para valores presentes, entendeu?

      • na realidade, necessito trazer ao valor presente apenas UMA parcela!!! e nao todas,,,preciso trazer ao valor presente o valor de cada uma destas parcelas!!! individualmente!

        • Eu tinha entendido isso mesmo André.

          Basta você criar uma coluna do lado da sua tabela com o título de valor presente e usar a fórmula de valor presente.

          Fazendo isso, você terá o valor presente de cada uma das suas parcelas. Se quiser pode ver individualmente ou em conjunto, como preferir

          Conseguiu entender a lógica?

  2. Boa tarde, primeiro quero parabenizar pelo blog.
    Bom, segui os passos informados para executar a formula de valor presente.
    No primeiro momento foi muito facil.
    Só que na hora de aparecer o valor, deu diferença do valor comparado ao valor que aparece no calculo da HP12C.
    será que estou cometendo algum erro na formula?

    usei taxa 0,75 – nper 131 – pgto 3810,61 – vf 0 – tipo 0) Obs: tipo usei 1 e 0.

    na hp da 319.549,06

    no excel da valores que não batem. pode me ajudar por favor

          • os 131 sao meses.
            ja o 0,75 não sei dizer, corresponde a um indice que a empresa que eu trabalho informa para utilizar para calculo.
            vou tentar descobrir.

            bom, vou te explicar passo a passo que faco na hp 12c para chegar no resultado.

            digito:

            131 n
            0,75 i
            3810.61 pmt
            0 fv

            pv -319549.06 (ja sai o resultado resultado direto)

          • Achei, finalmente! Hahaha!

            Você tem que usar a fórmula: =VP(0,75%;131;3810,61;0;1)

            A explicação é que na HP, você coloca a taxa de juros sem o símbolo de % e ele lê com. Portanto 0,75 = 0,75% ou 0,0075, que é a taxa de juros ao mês.

            Espero ter ajudado!

            Abraços

          • Filippo, deu certo.
            Irmão, não sei como agradecer. Obrigado mesmo pelo esforço e desculpe o trabalho.
            Ajudou muito.

            Grande abraço.

  3. Boa noite! Parabéns pelo blog excelente me ajudou muito.

    Vamos a questão, um empréstimo de R$ 100. 000, 00, durante 90 dias a uma taxa de juros de 3,5% aos 31 dias. Qual o valor do resgate dessa operação

      • Então a taxa é de 3,5% aos 31 Dias.Também achei confusa a informação mas é exatamente assim que está no enunciado do exercício

        • Vanessa,

          Isso é bastante relevante no problema. Vou tentar te ajudar da forma como eu interpretei, mas eu perguntaria a um professor ou a quem formulou este problema.

          Considerando que a taxa de 3,5% incide a cada 31 dias, precisamos transformar essa taxa em diária:

          =POTÊNCIA(1+0,035;1/31)

          Depois é só calcular o valor futuro:

          =VF(resultado da potência;90;0;-100000) = R$110.503,29

  4. a empresa descontou no dia 10/10/X1 um titulo de valor nominal de R$5.000,00. Sabendo-se que a data de vencimento do titulo é 5/11/X1 e a taxa de juros composto é de 12% a.a, qua o valor do desconto racional?

  5. eu sou obrigado a tirar as ferias apos 1 ano e 11 meses e o que implica se eu não levar a carteira e não assinar documento algum?a empresa tem como comprovar junto a justiça ?

  6. Faça uma simulação de investimento diário de R$850.000,00 para 30 dias, verificando o seu valor final após esse prazo. Para uma aplicação diária e fidelizada com os bancos, é aplicada uma taxa de até 3% am. O banco remunera efetivamente 80% da taxa nominal. Vale lembrar que deverão ser considerados 20 dias úteis para cada aplicação.

  7. Boa noite!
    Gostei muito dos cálculos financeiros que o blog ensina no excel.
    Os cálculos no exemplos das planilhas do excel, estão em período de mês.
    Como faço para calcular no período de dias???

    • Normalmente basta que a taxa de juros esteja no mesmo padrão do período, então se a sua taxa de juros é de 3% a.m, mas você quer colocar para dias precisa fazer sua conversão

    • Oi Alysson, não sei de qual função você está falando especificamente, mas de maneira geral, se você tem uma taxa de 1,89% ao mês, ainda precisará de outros dados dependendo da função financeira. Por exemplo, a função PGTO pede o valor presente ou futuro e o número de períodos para fazer seu cálculo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome