Entenda mais sobre um ERP

0
1008
Entenda mais sobre um ERP
Planilhas Prontas em Excel

O conceito de ERP tornou-se muito popular no ramo corporativo. A sigla, em inglês, significa Enterprise Resource Planning, isto é, Planejamento dos Recursos da Empresa.

Portanto, o ERP consiste em um Sistema de Gestão Empresarial, que concede o acesso fácil, ambientado e seguro dos dados de um determinado empreendimento, auxiliando nos processos internos de organização e armazenamento de informações estratégicas.

Desse modo, o ERP funciona como um software integrado de gestão, para o controle e compartilhamento de dados, facilitando o fluxo de trabalho entre as áreas de um negócio. Ou seja, é uma tecnologia unificadora, que opera como um centralizador de informações.

Cada vez mais difundido em todo o mundo, o ERP teve um amplo crescimento nos últimos anos. 

Dados da pesquisa Panorama Mercado ERP mostram que 44% das 4.576 empresas participantes do estudo investiram na melhoria de seus sistemas de gestão.

Sendo assim, não há mais como gerenciar uma empresa, seja ela de grande porte ou uma pequena gráfica para impressão de livros, sem ter em mãos um software ERP.

Como o ERP funciona?

Em geral, o ERP funciona em três etapas básicas: o preenchimento de dados; o processamento lógico; e a armazenagem.

O sistema tem como principal objetivo organizar todo o volume de informações da empresa, por conta disso, é capaz de integrar diversos departamentos, entre eles:

  • O controle financeiro;
  • A gestão de colaboradores;
  • A gestão de clientes;
  • O controle de suprimentos;
  • A distribuição logística.

Na prática, podemos visualizar o serviço de impressão digital grandes formatos, por exemplo. O ERP é capaz de controlar os custos envolvidos com essa atividade, o lucro, bem como informações relativas ao cliente e envio do produto impresso.

Com isso, fica mais fácil ter total domínio e gerência dos processos envolvidos no serviço, além de ser possível moderar todos os indivíduos envolvidos na produção, incluindo os fornecedores, colaboradores e clientes.

Normalmente, o sistema ERP conta com dois módulos: a visão departamental e a visão por segmento.

No primeiro, encontram-se os módulos contábil, financeiro, compras, faturamento e estoque, tendo a função de manter os processos de cada departamento dentro da mesma tela, facilitando a observação e o controle.

Já a visão por segmento avalia a particularidade de cada um dos processos. 

Afinal, uma empresa de manutenção de geradores de energia, por exemplo, tem necessidades diferentes de um empreendimento no ramo da saúde.

Com isso, é possível direcionar os esforços de cada atividade, levando em conta as especificidades de gestão das diferentes áreas.

Vale destacar que um dos setores que mais se beneficiou do ERP foi o marketing, pois o sistema permite criar uma campanha altamente segmentada e específica, de acordo com o perfil dos clientes.

Quais as vantagens do sistema ERP?

Além do maior controle e organização de dados da empresa, o sistema ERP também oferece muitas outras vantagens. 

Por esse motivo, cada vez mais os empreendimentos brasileiros buscam por soluções que envolvam a gestão de processos.

Diante disso, softwares personalizados de ERP, como os criados para agrupar informações sobre cenografia 3D, surgem no mercado, oferecendo ainda mais benefícios. 

Entre eles, destacam-se:

1 – Modernização da empresa

Os processos inerentes aos negócios, incluindo a produção de relatórios, emissão de NFs (Notas Fiscais), controle logístico, fluxo de caixa e resultados de campanhas são obtidos de maneira automatizada.

Isso significa que o sistema ERP é uma das ferramentas de automação mais eficientes do mercado, sendo capaz de oferecer documentos padronizados, de forma rápida, dinâmica e moderna.

2 – Diminuição de erros

Grande parte das falhas nas empresas ocorre por erros humanos, especialmente quando falamos na produção e geração de relatórios, armazenamento de dados e gestão de processos.

Assim, por ser totalmente automatizado, o sistema ERP diminui o número de imprecisões, evitando o retrabalho, bem como o aumento de custos envolvidos na produção.

3 – Segurança no armazenamento de dados

O ERP é referência na segurança das informações, por meio de ferramentas de machine learning e inteligência artificial, que mantém todos os dados criptografados.

Ou seja, todas as informações são inacessíveis para qualquer pessoa não autorizada, em um processo feito por protocolos de codificação, que tornam os dados impossíveis de serem visualizados, sem uma chave de acesso.

Com isso, é possível oferecer maior segurança aos clientes, o que contribui para um bom relacionamento com o público e, consequentemente, destaque perante à concorrência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome