Indicadores de recrutamento e seleção: o que são e para que servem?

1
3545
indicadores de recrutamento e seleção

O que é recrutamento e seleção?

São atividades que refletem o ponto de partida que une pessoas e empresas. O termo recrutamento e seleção define o conjunto de processos utilizados pelas empresas para preencher seus postos de trabalho. Em outras palavras, são todos os métodos e atividades que as empresas utilizam para contratar e enriquecer seu capital humano.

Separando o termo em dois, recrutamento seria o conjunto de técnicas para atrair novas pessoas para as vagas em aberto na empresa. Enquanto seleção consiste na escolha do perfil ideal para a vaga em questão, dentre as pessoas atraídas.

Planilha de Recrutamento e Seleção

Há empresas com estruturas de recrutamento e seleção menos formais e mais simples, as vezes até dependendo de indicações. Geralmente este panorama é visto nas PMEs, nas quais pode ocorrer apenas uma ou duas entrevistas de candidatos.

Empresas maiores costumam ter processos seletivos mais longos e estruturados, com campanhas de marketing para atrair currículos, triagem de perfis, dinâmicas de grupo e entrevistas de candidatos com vários níveis hierárquicos.

Como em todo processo, não existe uma fórmula do sucesso. A empresa deve iniciar a partir de um formato e, a partir da análise de indicadores de recrutamento e seleção, ir aprendendo e iterando para melhorar os processos.

Como criar indicadores de recrutamento e seleção eficazes?

Determinantes para as ações da empresa, os indicadores de recrutamento e seleção são considerados instrumentos que ajudam os profissionais de uma empresa a medir os processos, os programas e as metas da organização. Indicadores como custo por contratação são capazes de analisar a eficiência da empresa em seus processos seletivos.

O recrutamento das empresas realizar-se-á por meio dois processos: o recrutamento externo, que consiste na busca de candidatos disponíveis no mercado de trabalho; e o recrutamento interno que consiste no preenchimento de vagas com membros da própria organização. Este pode ser um forte fator motivacional dentro de uma empresa.  

O primeiro passo para coletar bons indicadores de recrutamento e seleção é entende-lo como um funil.

funil de recrutamento e seleção

O formato do processo seletivo acima é meramente ilustrativo. O importante é a empresa entender que, a cada etapa do funil, há uma perda natural. Portanto, para efetuar uma contratação, a empresa deverá receber muitos currículos. Esta visualização, por si só, nos permite imaginar indicadores de eficiência entre as etapas.

O segundo passo para coletar bons indicadores é entender que toda contratação possui um custo. Este custo não se resume a divulgação da vaga, mas também a organização das demais etapas (dinâmicas, entrevistas), a compra de equipamentos para o novo funcionário e ao investimento em treinamentos e qualificações para ele no período de experiência.

O último passo para coletar os melhores indicadores de recrutamento e seleção é entender que toda contratação está ligada a um prazo. Quanto mais tempo uma vaga fica aberta, pior para a empresa, pois o trabalho ligado aquela vaga não está sendo feito.

Vamos agora misturar os três fatores citados acima para mostrar bons exemplos de indicadores de recrutamento e seleção.

Planilha de Recrutamento e Seleção

Exemplos de indicadores de recrutamento e seleção úteis para sua empresa

Custo da contratação

O cálculo é simples, basta dividir o valor total gasto no processo pelo número de vagas que foram preenchidas. Este indicador mostra a eficiência financeira de um processo seletivo comparado aos demais. Lembrando que uma contratação só é efetivada após o período de experiência do novo membro da empresa.

Para reduzir custos, a fim de alcançar um indicador positivo, o RH pode recorrer as redes sociais, portais de vagas e manter um banco de dados de currículos de todos os processos seletivos. Além disso, planilhas de processos seletivos são úteis para organizar as tarefas e os métodos.

Tempo médio para fechar vagas

É importante monitorar este indicador periodicamente, principalmente, quando o recrutamento e seleção extrapola o período definido. Isso mostra que o processo seletivo não está eficiente e que o custo de contratação pode aumentar.

Basicamente, este indicador é calculado através da média de tempo que vagas ficam abertas, sendo anunciadas. Se este tempo está muito alto para determinadas áreas, significa que a empresa precisa pensar em novas estratégias de divulgação para suas vagas.

Turnover experiência

Turnover é um termo em inglês utilizado na gestão de pessoas que significa “renovação”. Especificamente no caso de gestão de recursos humanos, entretanto, esta renovação acaba sendo negativa, pois denota mais pessoas abandonando o barco.

No caso de recrutamento e seleção, monitora-se o turnover do período de experiência. Em linhas gerais, quantos dos novos colaboradores desistem ou são demitidos no período de experiência, contra o número de colaboradores que persistem e se tornam efetivos.

Esse indicador aponta se o departamento de Recursos Humanos consegue atrair os colaboradores certos, que têm relação com a cultura da empresa. Caso contrário, podem surgir problemas como re-trabalhos, saídas por insatisfação e aumento do indicador custo de rotatividade.

Planilha de Recrutamento e Seleção

Custos de rotatividade

Para alcançar o indicador custo de rotatividade, é necessário contabilizar as despesas com o pagamento das rescisões contratuais, incluindo multas e tributos, a reposição do profissional desligado, por meio de novos processos seletivos, e, por fim, o investimento em treinamentos e qualificação de novos contratados.

Ao dividir esse total de custos pelo número de renovações no período analisado, a empresa encontrará seu custo por rotação. Ou seja, qual é o valor total despendido por troca de funcionários em determinada posição.

Ao analisar as taxas de rotatividade, é possível avaliar se o processo de recrutamento e seleção é realizado de forma adequada.

Indicadores de efetividade do processo seletivo

Entrevistas/Currículos Recebidos, Contratações/Entrevistas e Vagas preenchidas/Vagas abertas são indicadores úteis para avaliar a efetividade do processo seletivo. Você pode administra-los e acompanha-los por meio de uma planilha de dashboard de recrutamento e seleção.

Outra forma de obter indicadores de efetividade do processo seletivo é combinar as etapas com os custos envolvidos. Por exemplo, se uma empresa gasta 10 mil reais em um processo seletivo e consegue mil currículos, ela gastou 10 reais por aquisição de currículo. Logicamente, esse indicador não nos diz nada em termos qualitativos, mas é um bom parâmetro para saber se os processos estão começando a fugir da realidade.

Por fim, recrutamento e seleção é um fator crítico de sucesso para QUALQUER empresa. Sendo assim, é fundamental que a área de Recursos Humanos analise os indicadores consolidados ao final de cada recrutamento para reconhecer as oportunidades de melhoria do processo e fazer melhores contratações.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome