Marketing Direto: o que é e como fazer?

0
2413
Marketing Direto

O marketing direto é um formato de publicidade no qual empresas fazem comunicações diretas para seus possíveis clientes focadas em gerar vendas ou transações utilizando várias mídias: televisão, rádio, jornal, revistas, flyers, telefone, mala direta, email, mensagens de texto, dentre outras.

Voltar para:
Tudo sobre marketing

Veja nesse Artigo:
O que é Marketing Direto?
Como o Marketing Direto vem evoluindo?
Dicas sobre o Marketing Direto

O que é Marketing Direto?

O marketing direto sempre foi e continua sendo o tipo de marketing mais utilizado pelas empresas. O nome é bastante auto-explicativo, por se configurar em comunicações diretas com o usuário, sejam passivas ou ativas, com foco na venda.

Em resumo, o marketing direto se diferencia de outras ações de marketing pelo seu caráter muito mais comercial do que de planejamento. Eu falei aqui em outro artigo sobre marketing que o objetivo do marketing de uma empresa é fazer com que o comercial trabalhe menos. Pois ele faz com que oportunidades de negócio cheguem passivamente, fazendo com que os vendedores não precisem ir atrás de cada lead.

O marketing direto também faz com que isso aconteça, porém tentando replicar e massificar (ou não) abordagens comerciais. Transformando-as em ações programáticas.

Exemplos de marketing direto

Como foi dito acima, marketing direto ocorre quando o anunciante utiliza uma mídia para simular ou fazer de fato uma abordagem comercial, sempre com foco na transação. No exemplo da propaganda abaixo, o anunciante apresenta e explica o produto, fala sobre benefícios e tenta concretizar a transação no fim do comercial.

A Polishop é praticamente uma entidade em termos de marketing direto no Brasil. A propaganda acima tem como foco, claramente, estimular uma compra. Além de possuir diversos elementos frequentemente presentes em campanhas de marketing direto:

  • Telefone e site sempre presentes na tela e lembrados no áudio no fim da propaganda
  • “Ligue agora e ganhe sem custo esse acessório opcional”
  • “Faça já o seu pedido e tenha acesso a dicas de penteados” – DVD exclusivo

Outro exemplo de marketing direto ocorre quando uma empresa de telefonia entra em contato com você oferecendo valores mais baixos para que você troque de empresa.

Alguns formatos de marketing direto

O marketing direto pode ocorrer em diversas mídias com diferentes formatos de anúncio. Alguns exemplos abaixo:

  • Comerciais na televisão, no youtube e em plataformas de vídeo
  • Banners gráficos com ofertas diretas em jornais, revistas, sites, redes sociais
  • Promoções anunciadas via spots de rádio, em plataformas de música online ou podcasts
  • Flyers e folhetos entregues na rua ou via mala direta
  • Email marketing
  • Abordagens comerciais por email ou telefone
  • Telemarketing ou SMS Marketing

Como o Marketing Direto vem evoluindo?

O ponto mais importante que você precisa saber sobre o marketing direto é que sua forma de atuação mudou muito com o advento de novas mídias. Principalmente através de canais online, o anunciante consegue reunir muito mais informações sobre o usuário antes de tentar uma abordagem de comunicação direta.

Pense, por exemplo, na sala de uma família nos anos 70. O anunciante tinha a única televisão da casa como principal mídia para atingir aquela família diariamente. Ele tinha que escolher um canal e fazer uma comunicação para a família toda.

No entanto, o sonho dele era mostrar uma propaganda de um brinquedo para a criança mais nova, uma maquiagem para a menina adolescente, uma viagem ou uma previdência privada para os adultos.

A evolução das mídias permitiu que o anunciante atue dessa forma. O brinquedo pode ser anunciado em um canal de um youtuber popular. A maquiagem, em anúncios segmentados para mulheres de 15 a 20 anos com interesse em moda no Facebook. As viagens em blogs especializados sobre turismo. A previdência privada em uma campanha no Google para termos buscados ligados a “finanças pessoais”.

marketing direto segmentado

Portanto, antigamente o marketing direto era uma loteria. Você dava um tiro para o alto e esperava acertar alguém. Hoje em dia, a capacidade de reunir informações sobre o usuário, não só demográficas, mas comportamentais, junto com as possibilidades de segmentação profissionalizou muito mais as estratégias de marketing direto.

Dicas sobre o Marketing Direto

Compre Baton

Com a evolução constante do número de empresas nos oferecendo mais produtos e serviços, nossa mente é bombardeada o dia inteiro com propagandas. Não conseguimos mais assimilar todas as informações de compra que recebemos diariamente.

Isso significa que o marketing direto morreu?

Pelo contrário, significa que você precisa seguir alguns caminhos mais elaborados para entrar nessa briga de gigantes. Algumas dicas seguem abaixo.

1) Conheça seu usuário antes de aborda-lo

Ninguém gosta de receber uma ligação no meio do dia para falar de uma promoção sobre a qual não estava procurando. Esse é o marketing direto antigo. O atual deve buscar ser relevante. Para tal você deve entender que todo usuário segue um processo de compra. E nesse processo, há o momento certo para o marketing direto:

jornada do comprador com marketing direto

O marketing direto via abordagem comercial só deve ser aplicado quando o usuário já passou pelas demais etapas e está decidindo o que comprar. Quando você está na fase de consciência, você ainda está pensando se tem uma necessidade ou não.

Abordar comercialmente o seu usuário nessa etapa seria tentar vender uma cirurgia para alguém que acha que está com um desconforto na barriga. Para utilizar estratégias de marketing direto sem conhecer o seu cliente direito, busque mídias na qual a comunicação seja passiva: televisão, rádio, jornais, revistas, email marketing, etc. É menos invasivo.

2) Combine outras estratégias com o marketing direto

Pensando ainda no fluxo de compra do exemplo anterior, há várias formas de manter o contato com usuários e deixar que ele te avise o momento certo da abordagem direta.

Aqui na LUZ, por exemplo, a nossa principal campanha de marketing direto é oferecer um desconto de R$50 na primeira compra. Fizemos isso, pois percebemos que muitas pessoas não estão acostumadas a comprar planilhas. Mas, após a compra, acabam sendo fidelizados. Percebemos que é uma ótima iniciativa para reduzir o atrito no início da relação.

luz primeira compra

No entanto, não podemos ligar para as pessoas perguntando se elas possuem interesse em um desconto de R$50 para adquirir planilhas empresariais. O que nós fazemos, então? Inbound marketing, ou marketing de conteúdo, unido ao marketing direto.

Trata-se de produzir conteúdo sobre dores de gestão, tentando encontrar pessoas buscando conscientização. Nessas páginas, oferecemos um incentivo para o cadastro de email. Mais a frente, os usuário recebem um email, que é menos invasivo, sobre o cupom de primeira compra.

3) Seja relevante

Como eu falei, nossa mente hoje é bombardeada por anúncios. Se você enviar uma comunicação de marketing direto para pessoas que não consideram a sua solução relevante, não só ela terá zero eficiência, como poderá ter impacto negativo. Lembre-se: ao fazer campanhas de marketing, você monitora as vendas, mas não vê se as pessoas estão falando mal de você.

Hoje em dia, há várias formas de segmentar as pessoas que terão contato com a sua ação. Escolha bem o público antes de planejar a campanha. Depois, faça uma escolha minuciosa dos canais em que você irá atuar. Caso opte por um canal de massa, pense em uma ação que possa agradar mesmo as pessoas que dificilmente se tornarão clientes. Algo engraçado ou informacional, por exemplo.

4) Proteja o seu preço

Eu vejo muitas ações de marketing direto que acumulam descontos em cima de descontos. O anunciante oferta com 20% OFF. Quando para de funcionar, ele passa a ofertar com 30%. Ele não está fazendo nada além de desvalorizar o produto e viciar sua base de clientes em descontos cada vez maiores.

Marketing Direto - o patrão ficou louco

Seja criativo em suas ações. Tente fazer vendas casadas, ou seja, ofertar dois produtos juntos com um percentual de desconto. Mude sempre a seleção de produtos que está em promoção. Promoções como 40% na loja inteira ou no site todo acabam se enquadrando no exemplo que eu dei no último parágrafo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome