O que é networking e como conseguir parceiros de negócio

0
1222
O que é networking e como conseguir parceiros de negócio
Planilhas Prontas em Excel

O ambiente virtual aumentou muito as possibilidades para os empreendedores. Entre elas, a oportunidade de conhecer outras pessoas que estão em áreas parecidas com a sua e poder fazer networking foi algo muito potencializado.

Mas, afinal, o que é networking?

De forma rápida, networking significa conhecer pessoas e criar uma rede de negócios, fazer parcerias e trocar diversas informações sobre o mercado.

Planilhas Prontas em Excel

Hoje, sabemos que ter contato com as pessoas certas é fator fundamental para aumentar o alcance de sua marca.

Se você ainda não sabe como conseguir parceiros de negócio, este post pode te ajudar.

Separamos 7 técnicas para você conseguir expandir sua rede de contatos, acompanhe:

  1. Conheça seu mercado
  2. Entre em contato com parceiros em potencial
  3. Seja ativo nas redes sociais
  4. Não fale mal dos seus concorrentes
  5. Participe de eventos
  6. Peça para ser apresentado
  7. Perca a timidez

O que é networking?

Contar com uma rede de parcerias sempre foi fundamental tanto no mundo dos negócios como na vida pessoal.

Em cada área de atuação, mesmo antes do advento da internet e da globalização, a capacidade de estabelecer parcerias sempre foi uma característica que distingue o sucesso do fracasso.

Se o networking sempre esteve presente no mundo corporativo, com o surgimento de milhares de novos negócios online, essa rede de parceiros ganhou ainda mais importância e se expandiu.

Além do objetivo principal, que é alavancar vendas, o networking ajuda ainda a conhecer melhor outros públicos parecidos com o seu e a concorrência, além de facilitar a visualização de novos mercados e aprimorar os processos a partir da experiência de outros empreendedores.

Entender o que é networking se tornou imperativo para todos nós. Basta avaliar a importância e a popularidade das redes sociais, que nada mais são do que ambientes onde interesses, afinidades e necessidades em comum se encontram.

Assim sendo, o mais provável é que você já pratique o networking, mesmo de forma intuitiva.

Como fazer networking?

Nosso objetivo aqui é fazer com que você consiga aumentar sua rede de parceiros comerciais e, para isso, iremos apresentar algumas técnicas que nós mesmos utilizamos.

1. Conheça seu mercado

Embora pareça óbvia, essa dica muitas vezes é negligenciada quando se trata de networking.

Fazer uma pesquisa de mercado aprofundada para conhecer desde seus clientes em potencial até entender todas as características de sua área é vital para o sucesso de qualquer iniciativa.

Além disso, considere também quais produtos e serviços são complementares ao seu negócio, assim, você consegue entender quais são as pessoas que podem se tornar seus parceiros.

Avalie afinidades, perfis de consumidores e leve em conta os interesses comuns entre os produtos e serviços que você e essas pessoas oferecem para ter certeza de que vocês podem trabalhar juntos.

2. Entre em contato com parceiros em potencial

Depois de identificados os potenciais parceiros, o passo seguinte é entrar em contato com eles e, é claro, propor algum tipo de parceria.

A grande vantagem da internet é que essa comunicação é direta e quase instantânea, além de ser mais fácil para encontrar informações de contato das pessoas.

Portanto, apresente-se, mostre seu produto, deixe claras as afinidades que os negócios de vocês dois têm e proponha ações em conjunto para aumentar a divulgação das duas marcas.

Se você conseguir expor bem suas ideias, o empreendedor do outro lado certamente perceberá as vantagens dessa parceria e verá como ambos lucram com essa dinâmica.

Nessa etapa, a comunicação deve ser clara, direta e objetiva, com metas específicas e bem detalhadas.

Lembre-se que parcerias indicam um caminho de mão dupla. Então, tanto você quanto seu parceiro devem ver as vantagens para as duas marcas e, ao mesmo tempo, precisam entregar algo para ajudar na divulgação do outro negócio também.

Um exemplo muito comum desse tipo de parceria é a produção de vídeos em conjunto no YouTube, também conhecida como colab.

Nesse tipo de parceria, ambas as marcas aparecem no canal do YouTube da outra, o que ajuda a atingir um público muito maior, além de dar mais credibilidade ao material produzido.

3. Seja ativo nas redes sociais

Essa é uma das dicas mais conhecidas quando se trata de fazer networking.

As redes sociais, como já dissemos, são basicamente grandes plataformas de relacionamento pessoal e comercial.

Entretanto, muitos empreendedores, por falta de tempo para gerenciamento ou por não considerar as especificidades de cada uma das redes, acaba apenas criando um perfil, sem utilizá-lo corretamente.

Um bom exemplo disso está no LinkedIn, a rede mais específica para perfis profissionais. Muitas pessoas criam um perfil lá e o esquecem, sendo que o LinkedIn é o ambiente perfeito para tratar assuntos profissionais.

Saiba que um perfil inativo é tão ou mais improdutivo que não ter um perfil!

A dica aqui para conseguir parceiros de negócios é criar seu perfil profissional em redes sociais onde seus parceiros em potencial estão e mantê-lo ativo.

Interagir com os contatos, fazer comentários, enquetes, responder prontamente as dúvidas e questionamentos é uma maneira de manter um relacionamento com quem acompanha seu negócio nessas redes sociais.

4. Não fale mal dos seus concorrentes

Vamos tratar agora de um dos grandes problemas da internet, que é conhecido de todos, mas que gera problemas sérios quando se trata de networking: a questão da ética.

É claro que você terá muitos concorrentes e saberá quem eles são. Porém, fazer comentários ruins a respeito dos produtos e serviços que eles oferecem para tentar fazer com que seu negócio se destaque não é uma boa alternativa.

Além de desagradável, esse tipo de atitude passará aos futuros clientes e parceiros a ideia de que você se preocupa mais com o produto alheio do que com o seu.

Conhecer a concorrência é fundamental para o seu empreendimento, mas não é diminuindo ou desmerecendo o trabalho dos outros que você irá alcançar resultados.

Potencialize o seu produto ou serviço, torne-o melhor a cada dia e os resultados virão!

5. Participe de eventos

Mesmo que o mundo esteja digital e que possamos resolver praticamente tudo de nossas próprias casas ou pelo celular, nada substitui o contato pessoal e ao vivo. Logo, exercite esse contato participando de eventos presenciais.

Encontros, feiras, simpósios, palestras e fóruns são excelentes ambientes para fazer networking, para se apresentar como profissional da sua área, divulgar produtos e serviços, ver e ser visto.

O networking tradicional, ou seja, aquele feito com cartões de visita e apresentações pessoais não desapareceu com o avanço da internet. Muito pelo contrário, essas duas formas de estabelecer parcerias são complementares.

E não é só nos eventos específicos da sua área que é possível conhecer pessoas novas e aumentar sua rede de contatos. Potenciais clientes e parceiros estão também nos eventos sociais e até familiares.

Um bom networking é feito em qualquer lugar e em qualquer situação. Basta estar atento às oportunidades!

6. Peça para ser apresentado

A boa comunicação está na base de qualquer empreendimento de sucesso e faz parte dessa comunicação saber pedir um favor, como ser apresentado para alguém influente no seu ramo de atividade.

Exercitar essa prática é fundamental, principalmente em um evento corporativo, afinal, todos os participantes estão ali também para estabelecer novos contatos.

É muito mais fácil chegar a alguém que seja referência em um setor através de algum contato em comum.

Obviamente, essa prática deve ser recíproca, ou seja, se você conhece alguém que é referência em seu mercado, seja solícito em atender um pedido de apresentação de algum outro empreendedor.

Essa é a base de um bom networking, a troca. Assim, todos os envolvidos nessa grande rede de contatos ganham, já que todos acabam se conhecendo.

7. Perca a timidez

Muitos empreendedores esbarram em uma barreira muitas vezes intransponível, a timidez. Eles sabem que seu produto é bom, que seu seu serviço traz benefícios aos clientes, mas não conseguem externar isso de maneira clara e direta por conta da timidez ou do excesso de reserva.

Já pensou em quantos grandes projetos já foram boicotados por esse motivo?

Portanto, se você se encaixa nesse perfil, é fundamental resolver a questão com rapidez, e um dos antídotos para a timidez é a autoconfiança.

Essa autoconfiança é adquirida através da certeza da qualidade do seu produto ou serviço, da comprovação dos seus clientes e da prática.

Portanto, se a timidez é um problema, exercite uma demonstração com algum amigo ou familiar. Treine, ensaie, exercite.

Isso te ajudará a desenvolver habilidades como a oratória e aprender a falar em público, o que é essencial para que o seu networking funcione efetivamente.

Prepare-se para fazer co-marketing

Vimos aqui 7 técnicas que podem te ajudar a fazer networking que, certamente, irão ajudar a alavancar o seu negócio.

Para concluir, ressaltamos que a palavra-chave para um networking de sucesso é constância. Não basta fazer apenas o primeiro contato, é preciso cultivar essa relação.

É preciso ouvir, responder e demonstrar interesse real pelos seus parceiros e pelas ações em conjunto que vocês planejam fazer.

O conceito de parceria é bem mais amplo do que uma abordagem superficial pode sugerir, e investir de verdade nisso é o caminho mais adequado para a conquista e consolidação em novos públicos e mercados.

Por isso, esse é um processo contínuo.

Depois de estabelecidas e consolidadas as parcerias, é hora de dar um próximo passo, muito conhecido como co-marketing, ou seja, criar ações ainda mais assertivas e complexas em conjunto com outros empreendedores ou marcas.

Quer entender melhor como funciona esse processo? Confira também nosso post com as principais vantagens do co-marketing para seu negócio.

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome