O que é e como Interpretar o Payback

2
4906

O que é: O Payback é um dos indicadores mais utilizados na análise de retorno de projetos, junto com o Valor Presente Líquido (VPL) e a Taxa Interna de Retorno (TIR). Ele irá indicar o tempo necessário para o lucro acumulado gerado igualar o investimento inicial. Ou seja, ele é demonstrado em unidades de tempo: dias, meses, anos. Cotidianamente, ouvimos falar dele quando alguém diz “você vai ter seu dinheiro de volta em 18 meses.”

Voltar para:
Como fazer um plano de negócios?
Como fazer um plano financeiro?

Planilha de Estudo de Viabilidade Econômica

Quais as vantagens de se usar o payback?

Diferente do cálculo do VPL ou da TIR, o payback tem a característica de se preocupar com o prazo de liquidez do investimento, ou seja, em quanto tempo você vai ter aquele montante de volta no seu bolso. Por isso ele traz benefícios comparativos como:

  1. Avaliação do risco de liquidez
  2. Indicador da sua mobilidade financeira
  3. Aponta sua capacidade de fazer novos investimentos já com os resultados desse
  4. Incentiva uma melhor definição do capital inicial
  5. Fortalece a importância da gestão de custos

 

Como calcular o payback?

O Payback é um indicador bem simples de ser encontrado. No entanto, existe também um método um pouco mais complexo que se chama Payback Descontado. Neste caso primeiro caso, vamos ver como achar o Payback Simples. Em seguida, faremos o mesmo cálculo mas utilizando o método descontado.

Antes de mais nada, você precisa ter um fluxo de caixa livre acumulado. Isso quer dizer o somatório de todos os fluxos de caixa da sua projeção desde o início ao fim. Normalmente, em novos projetos, os primeiros meses são negativos e depois com o acumulo do resultado positivo operacional, esse valor torna-se definitivamente positivo. Vamos usar um fluxo simples como o abaixo:

fluxo de caixa livre

O fluxo acima indica que nos dois primeiros meses, o projeto deu prejuízo e o fluxo de caixa livre estava em -R$30.000,00. Esse foi o valor mais baixo do nosso fluxo, que provavelmente se aproxima do capital inicial investido, pois se a empresa não fechou com esse resultado, ela certamente tinha planejado uma reserva.

Após o terceiro mês, a empresa tornou-se operacionalmente lucrativa e começou a “devolver” capital. Isso quer dizer que ela parou de utilizar o caixa de reserva e realmente gerou caixa para o negócio. Como a tendência se seguiu, no quinto mês o fluxo de caixa livre acumulado ficou positivo, indicando que todo o dinheiro investido já havia sido recuperado. É justamente esse o mês que o projeto alcançou seu Payback.

Em um fluxo mais extenso, você pode usar a função CONTSE do Excel e usar o critério menor do que zero (<0) e somar com 1 no final para obter o próximo período. Neste caso, ele iria contar os 4 primeiros meses que estavam negativos e somar com 1 para apontar precisamente o mês 5.

Aplicando o Payback Descontado

O payback descontado é um método um pouco mais complexo, pois ele envolve a mesma lógica do cálculo do VPL, mas com o intuito de montar um fluxo mais preciso economicamente. Nele, você vai ter que trazer cada um do meses para valor presente. Assim, você vai ter a real noção do valor do dinheiro ao longo do tempo. Vamos ao exemplo. O fluxo acima ficaria dessa maneira:

 

 

Podemos notas que os valores de cada fluxo, trazido ao valor presente fica um pouco inferior ao longo do tempo, isso acontece porque o dinheiro agora vale mais do que o dinheiro futuro. Nesse caso, utilizamos uma taxa de 12% ao mês e o que acontece é que o payback que antes ocorria no mês 5, agora só ocorre no mês 6!

Quando usar o Payback Simples e o Descontado

Em praticamente qualquer investimento, nós pensamos no retorno do nosso dinheiro, na maioria das vezes utilizamos o payback simples pela sua simplicidade e essa é sem dúvidas a sua maior força. Por isso, 90% das vezes ele é a melhor saída, principalmente quando são investimentos mais simples e com prazos e riscos menores. Com ele, você consegue uma aproximação muito boa do período que vai demorar para o seu dinheiro voltar.

Sendo assim, o payback descontado só vale a pena de ser calculado quando estivermos pensando em investimentos mais volumosos e com mais complexidade e dinheiro envolvido, pois nesses casos, a diferença de alguns meses no retorno podem representar em montantes relevantes. No mais, como não existe fórmula no Excel para cálculo do payback, ele deve ter feito a mão, o que dá um pouco mais de trabalho.

 

Esse post esclareceu como obter e interpretar o Payback do seu negócio? Aqui na LUZ, oferecemos diversas ferramentas de gestão para empresas, incluindo uma planilha em excel pronta para estudo de viabilidade de projetos!

Não deixe de conhecê-la!

Planilha de Estudo de Viabilidade Econômica

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo Implementar uma Pesquisa de Satisfação na sua Empresa
Próximo artigo3 Regras para Entrevistar Candidatos
Leandro Borges
Leandro começou a vida profissional prestando consultorias centenas de pequenas empresas em todo o Brasil e foi professor em instituições como SEBRAE, Vale, Souza Cruz, FIRJAN, COPPE e FGV. Hoje, é encantado pelas facilidades que o Excel traz para a gestão empresarial e quer levar essa maravilha para o Brasil e o Mundo!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome