7 razões para morar sozinho antes de montar sua empresa

33
1185

Enquanto em outros países é comum que jovens saiam de casa quando entram na faculdade ou atingem a maioridade, aqui no Brasil a situação, infelizmente, é outra. Nossos pais super-protetores desejam que os filhos fiquem o quanto puderem em casa, até que tenham condições financeiras para comprarem o seu próprio imóvel, preferencialmente recém-casados. Infelizmente, não percebem o quanto isso prejudica a criação de um país mais empreendedor e menos acomodado. Mas será que é tão difícil largar a vida de regalias que se têm quando moramos com nossos pais? Sim, é difícil, mas necessário. E para explicar melhor, vou contar um pouco da minha experiência pessoal.

como abrir uma empresa

Eu sempre quis sair de casa pela vontade de ser independente. Algo muito semelhante a vontade que tinha em relação a abrir uma empresa: “Quero ser meu próprio chefe”! A realidade é que por mais simples que possa parecer, sair de casa dá medo, gera insegurança e dá muita dor de cabeça. Ao mesmo tempo, ter o seu próprio lugar é maravilhoso, lhe ensina a se conhecer melhor (se você realmente morar sozinho) e administrar sua vida pessoal como se fosse uma empresa.

E esse é o grande ensinamento que temos! Então, aqui vai uma lista de características empreendedoras que morar sozinho trouxe para a minha vida:

1) Morar sozinho lhe ensina sobre PLANEJAMENTO:

Quando eu resolvi morar sozinho iniciei uma série de reflexões necessárias para planejar sair de casa. Quanto posso pagar? Onde vou morar? Quais características mínimas desejo em um apartamento? Que tipo de serviços quero ter (tv a cabo, internet, etc.)? Não cheguei a fazer um plano de negócios, mas definitivamente planejei inúmeros detalhes como se fosse abrir uma empresa.

2) Morar sozinho lhe ensina sobre DESIGN:

Geralmente, pensamos em design apenas como estética. Mas design tem a ver com funcionalidade, experiência de uso. Portanto, na hora de procurar um apartamento demorei para encontrar, pois queria um espaço que estivesse adequado ao meu estilo de vida. Achar um bom apartamento é difícil, então tracei uma estratégia de distribuir papéis para porteiros dizendo que procurava um aparatamento e que pagaria uma comissão para quem indicasse. Depois de acha-lo, contratei um arquiteto para fazer um projeto. Sim, custa caro, mas também economizei muito com a minimização de erros e uma decoração funcional e bonita.

3) Morar sozinho lhe ensina sobre COMPRAS (incluindo a contratação de prestadores de serviço):

Ao montar meu apartamento, fiz questão de comprar cada item, pensar em cada detalhe. Acredito que qualquer um que pensa em montar uma empresa quer fazer o mesmo. Por isso, tive que pesquisar lojas e mais lojas, ler artigos em blogs de decoração, trocar idéias com amigos, pesquisar preços e bater muita perna para ver pessoalmente cada detalhe. No final das contas, aprendi muito a negociar, chorar por preços ou parcelamentos e, principalmente, prazos. Montar um apartamento é realmente custoso e demorado, mas é possível economizar muito quando você negocia bem. Então, sempre que fechava um negócio, oferecia um preço 25% menor e pedia para que me entregassem em metade do prazo ou então não fechava negócio. Em 90% dos casos consegui o que queria e tive o apartamento pronto antes do que eu esperava.

4) Morar sozinho lhe ensina sobre LIMPEZA, MANUTENÇÃO e ORGANIZAÇÃO

Foi morando sozinho que eu aprendi a importância de se fazer a cama e guardar suas roupas. Quando o seu apartamento fica bagunçado a impressão que passa é de desleixo e isso acaba contagiando você mesmo. Pode parecer besteira, mas esse é um dos grandes detalhes que influencia a cultura de um local / empresa. A própria teoria das janelas quebradas, adotada pelo prefeito de Nova Iorque diz bem isso. Para evitar ter muito trabalho de limpeza, arrumação ou consertos, você passa evitar deixar coisas fora do lugar e toma mais cuidado na utilização.

5) Morar sozinho lhe ensina sobre REALIZAÇÃO DE EVENTOS, MARKETING e LOGÍSTICA

Sem dúvida, todos que sonham em morar sozinhos pensam em organizar festas sem os pais por perto. Na verdade, independente de altas festas, você curte mesmo chamar os amigos para poder beber uma cerveja, assistir a um filme ou a um jogo de futebol. Minha experiência prova que marcar em cima da hora e pedir pra galera trazer comida e bebida não fuciona tão bem. Para ficar legal você precisa pensar antecipadamente na data, mandar convites com antecedência, relembrar no dia, comprar gelo e algumas bebidas (mesmo que você peça para trazerem), deixar louças / copos a mão. Sem esses itens você até pode dar sorte de organizar um bom evento, mas serão raras exceções.

6) Morar sozinho lhe ensina sobre RELACIONAMENTO

Morar sozinho em um apartamento é como entrar em uma outra sociedade (na verdade, um outro condomínio). Você passa a se relacionar com porteiros, vizinhos, síndico, sua diarista, etc. Eu passei a entender o quanto é importante manter um bom relacionamento com pessoas ao seu redor, mesmo que você mantenha pouco contato – elas podem ajudar sua vida a ser melhor. Portanto, é muito importante respeitá-las e ser sempre amigável. Outro ponto interessante é que você também passa a entender melhor a importância de manter um bom relacionamento com sua família, principalmente seus pais e irmãos.

7) Morar sozinho lhe ensina sobre FINANÇAS

A maioria de nossos pais tem um grande tabu quanto às finanças da família. Escondê-las dos filhos não ajuda também. Quando você vai morar sozinho descobre que existe uma série de contas a serem pagas todos os meses (ex: conta de luz), compras que você fará por lazer ou necessidade esporadicamente (ex: uma viagem, sair pra jantar, etc.) e investimentos (ex: novos copos). Com tantas fontes de gasto, é necessário organizar suas finanças e mantê-las sob controle. Assim, você passa a gastar menos e dar mais importância para lâmpadas acesas, comidas estragando e etc. E a medida que a vida evoluiu (ou sua empresa cresce), maior é a complexidade e a necessidade de entender e controlar bem as finanças.

Concluindo:

Morar sozinho é por si só uma espécie de empreendedorismo. Acho preocupante ver a geração Y sonhar em criar startups sem entender que a vida é muito mais fácil quando estamos debaixo das asas de nossos pais. Sim, morar sozinho é caro e significa que você vai abrir mão de várias regalias, mas se você for ficar esperando para acertar na mega-sena ou criar uma startup que vai valer milhões em pouquíssimo tempo, pode esperar sentado no sofá da casa do papai e da mamãe mesmo. 😉

como abrir uma empresa

33 COMENTÁRIOS

  1. Fala Fabio! Pois é, morar sozinho é pesado e no meu caso 100% bancado por mim mesmo. Mas é aquilo que eu falei, tem que assumir que não vai rolar ter o vidão que se tem na casa dos pais no começo, tem que reduzir a qualidade de vida. Depois, a maturidade lhe ajuda a ganhar mais dinheiro e correr mais atrás. Abs!

  2. Muito bom post! Com certeza devemos aprender com todas as oportunidades que a vida nos dá e morar sozinho, sem dúvidas, é uma excelente oportunidade!

  3. Isso tudo acalmou um pouco a minha aflição e agonia em sair de casa. Parece que realmente se bem estruturado não é tão difícil, mas o medo continua… rs

  4. A-D-O-R-E-I !!!!
    Tive uma discussão, na semana passada, exatamente sobre isso. Estou sentindo necessidade de empurrar meus filhos “pra fora do ninho” para ver se “apreendem a voar”, uma vez que ambos já são maiores de idade. Mas infelizmente, sou tida por mãe desnaturada pela grande maioria.

  5. Maneiríssimo o post, Daniel. Parabéns!

    Eu aprendi tudo isso “ao contrário” quando abri o escritório do Bees e ainda sofro com algumas coisas. O mais bacaba disso é que como se torna um hábito, você leva pra qualquer lugar.

    Coincidentemente, venho pensando em morar sozinho. Não só pelo fato de já estar ficando “velho”, mas porque gasto de 4 a 5 horas por dia somente com locomoção e isso está acabando com a minha vida.

  6. Fala Cadu!!! Pois é, esqueci de mencionar que eu aprendi isso em paralelo com a empresa, pois fui morar sozinho no mesmo tempo em que passei a viver exclusivamente da LUZ. Hoje moro no Flamengo e digo: vale muito a pena ter o metro colado na sua casa!!! Recomendo! Valeu por passar por aqui!

  7. Ótimo post, Daniel!
    Já saí da casa dos meus pais, mas ainda não tive a oportunidade de morar sozinha.
    Saí de MG e vim pro RJ, porém ainda amparada por familiares.
    Acho que a experiência de morar sozinha vai me tornar uma pessoa melhor, mais madura e capaz de resolver problemas diversos mais rapidamente, afinal, serei eu e eu mesma! rs
    Enfim, espero ter sucesso! A dica dos porteiros foi muito boa!
    Abraço

  8. Parabéns pessoal! Gosto muito de td q publicam. Sou advogada, deficiente auditiva, divorciada, 47 anos e mãe de 3 rapazes que apesar de maiores de idade ainda vivem sob nossas asas. Vou passar p eles estas informações, vão ajudar muito.
    Pretendo criar um blog/site e aprendo muito c vcs. Obrigada do fundo do coração.
    Sucesso sempre.

  9. Oi Alzira, tudo bem? Muito obrigado pelo seu elogio às nossas publicações. Qualquer ajuda que você precisar ou se quiser marcar uma reunião, é só nos falar. Boa sorte e muito sucesso com o seu blog/site!

  10. Amei, texto perfeito! Estou indo morar sozinha agora, e um dos maiores objetivos é o crescimento pessoal e profissional. Me formei há quase 3 anos. Estou num cargo mais ou menos, até hoje não fiz pós. Estou acomodada. Gastarei mais morando sozinha e não poderei comprar carro ou estudar por enquanto. Mas sei que a maturidade e o crescimento me farão sair do lugar! Adorei, beijos e sucesso 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome