Black Friday e o marketing digital em 2019

0
915
Black Friday e o marketing digital em 2019?
Planilhas Prontas em Excel

As origens da “Black Friday” são diversas, um pouco confusas, mas tentando simplificar podemos dizer que, foi uma forma encontrada pelos lojistas americanos para vender durante o período do Dia de Ação de Graças, quarta quinta-feira do mês de novembro, e o Natal. A Black Friday e o marketing digital andam juntos.

É um período que as empresas aproveitam para vender diversos produtos com descontos, algumas com descontos incríveis, mas que também serve para enganar os consumidores. Nos EUA é comum filas enormes se formarem, por pessoas que querem comprar determinados produtos com 50%, 70% ou mais em descontos.

Black Friday e o marketing digital em 2019 1
Consumidores durante promoção de televisores.

Black Friday no Brasil

A primeira Black Friday no Brasil, oficialmente, ocorreu em 2010. Neste ano somente lojas onlines participaram, nenhuma empresa física disponibilizou conteúdo em suas lojas.

Em 4 anos, segundo a consultoria realizada pela E-Bit, a Black Friday gerou movimentações no montante de R$1,2 bilhão de reais, isso somente com as vendas online, na época esse valor era correspondente a 3% do total em vendas online no Brasil.

Não existem órgãos regulamentadores* das promoções da Black Friday, qualquer empresa pode utilizar o termo e criar campanhas sobre qualquer produto e/ou serviço, cabendo ao cliente tentar descobrir se os valores foram maquiados ou não.

Em 2013, com recordes em vendas, a Black Friday recebeu um título, digamos, não muito legal. Após pesquisa indicar alteração de preços em 21% dos produtos, os consumidores apontaram a oportunidade como “Black Fraude”, termo utilizado até hoje para algumas campanhas.

Para evitar fraudes, os consumidores possuem apps de monitoramento de preços, além dos famosos sites que já realizam esse gerenciamento.

Black Friday e o Marketing Digital

Black Friday e o marketing digital em 2019?

Como a Black Friday chegou no Brasil por meios onlines, acabou tornando-se símbolo de compras por meios da web, logo o marketing digital “controla” as campanhas desse período. Você deve estar cansado de ver a quantidade de anúncios que estão nas redes sociais e sites, e é normal.

Nesse período, as pesquisas na web com o termo “Black Friday” crescem mais de 300%, ou seja, um prato cheio para as empresas que criam campanhas de marketing nesse período.

A sua empresa pode aproveitar para criar campanhas, captar contatos nas redes sociais para remarketing e divulgar seus produtos e/ou serviços com mais definição, afinal quem pesquisou o termo vai receber conteúdos específicos para isso.

Em diversas plataformas campanhas direcionadas foram criadas, principalmente por lojas virtuais já reconhecidas, como: Americanas.com e Etna.com

Quer saber como o marketing digital realmente trabalha no mercado e o potencializa? Dá uma lida nesse artigo do Pereira.

Devido à alta taxa de celulares em nosso país, cerca de 230 milhões de aparelhos, as campanhas voltadas pela Black Friday são direcionadas, principalmente, para aparelhos eletrônicos, seguidas por eletrodomésticos e produtos de beleza.

Todos os setores participam de campanhas nesse período, e é comum no mesmo vídeo do YouTube você ter mais de uma campanha de Black Friday. Também é comum os apps de lojas começarem a intensificar as campanhas, para aumentar o número de downloads e assim ter uma base de clientes muito maior.

A sua empresa vai participar das campanhas da Black Friday? Você já comprou nesse período de promoções e se arrependeu? Conte para nós, deixe o seu comentário 😉

Abraços e até a próxima.

*órgãos específicos para o período, o Procon analisa e cria listas de e-commerces que não são “honestos” com os compradores.

 

 

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome