Quer escrever melhor? Então pare já!

0
200
pare-de-escrever

Atire a primeira pedra quem não quer

Muito difícil não aparecer na sua frente uma necessidade de escrever.

Seja um relatório simples, seja um e-mail, formal ou informal, uma proposta ou mesmo um artigo, um contrato…

Enfim, em tempos de comunicação instantânea, escrever passou a ocupar um papel dos mais relevantes no conjunto das competências de que precisamos lançar mão para prosperar.

Quer escrever melhor? A sugestão é: pare já de escrever!

Mas como faz para continuar a redigir algo que faça sentido?

faz sentido

A proposta por aqui não é revelar milagres ou artifícios transcendentes para que se alcance este objetivo. Era este o seu desejo? Sorry!

Empurrãozinho ou trambulhão: é o que sente falta para destravar seu texto?

Nem um nem outro, mas… continua por aqui que você vai entender que parar de escrever pode melhorar sua performance nas letras.

Quando não flui, afunda

Quer escrever melhor? Então pare já!

Tratamos anteriormente que, por vezes, desistir pode ser uma maneira de seguir adiante.

Lembra-se?

Jura que não leu? Segue o link aqui.

Então… você está naquele momento deserto, quando ideias não aparecem nem com reza forte.

Faltam as palavras.

Sinônimos então?? Insistem em se esconder nos recônditos da mente e é fácil observar uma exasperação crescer.

Nestes momentos, insistir em se submeter à tamanho desconforto é flertar com o sofrimento e você já sabe disto. Ou desconfia, vá lá…

Observe que este é um momento, uma fase, um represamento de todas as alternativas e que, por alguma razão, você não consegue acessar.

Via de regra é a.p.e.n.a.s  isso.

Nada de incapacidade ou encrenca paralisante…só não está disponivel

Pare de escrever

Este é um processo e para ajudar…

Reflita por instantes: como se dá o seu aprendizado? 

Usemos de exemplo a dança.

Dança
Dançarinos

No início é quase um tormento, para grande maioria dos que se aventuram nas barras e sapatilhas.

Todo o corpo dói, as coreografias parecem mesmo inatingíveis.

Memorizar todos aqueles movimentos, sua sequencia, as viradas, as variações de compasso? J.a.m.a.i.s!

No entanto, aos poucos, ou as vezes de repente, parece que a dificuldade cede passagem… e lá está você saltando, lindamente e recebendo aplausos da família e dos amigos.

aplausos

De fato, o aprendizado não é instantâneo para a maioria de nós, exceto para os raros gênios, bem dotados, para os quais, estendo minha reverência.

Mas a conversa aqui é entre os comuns mesmo, como eu e você.

pessoa comum

Esta reflexão foi para entender que

A impossibilidade avançar no texto é frequente, acontece a quase todos e em momentos variados.

Muito bem!

Só que as palavras ainda não retornaram a sua mente, não é?

Então é chegada a hora de encarar a razão deste texto:

Pare já de escrever!

Isso mesmo, simplesmente pare.

E segue aqui que vamos percorrer outras ações para adotar, enquanto isso:

Variar estímulos auxilia na liberação do repertório

Estabeleça um outro objetivo neste meio-tempo.

Uma atividade física, uma caminhada, um alongamento.

Ou mesmo uma arrumação no armário, no jardim, nos boletos a pagar.

Quer escrever melhor? Então pare já!

Uiii… triste lembrança

Para outras pessoas atividades como cozinhar ou tratar dos pets também é bem-vinda.

Seja o que melhor lhe aprouver, faça neste momento e permaneça sem escrever.

Fique assim…Permaneça sem escrever por mais um tempo

Por vezes, nestes momentos em que insistimos em avançar, nos esquecemos de algumas das nossas necessidades mais básicas.

Sono, alimentação, hidratação.

A sede, a fome, as longas vigílias contribuem para o nevoeiro das ideias.

Quer escrever melhor? Então pare já!

Verifique se você não está se privando do mais básico e dê toda a atenção.

Podemos lembrar de uns 5 ditados populares que nos remetem à esta sabedoria.

Vamos ver só um: saco vazio não pára em pé.

Quer escrever melhor? Então pare já!

Diversão também é alimento

No rol das necessidades básicas não está incluída a diversão e é no mínimo descutível.

Afinal se você não encontrar uma risada sua aqui e ali, com certa frequencia, todo o funcionamento do seu corpo vai se afetar.

Portanto, ligar para uma amizade querida e trocar abobrinhas e risadas é mais eficaz do que o rhum creosotado, acredite!

Quer escrever melhor? Então pare já!

De mansinho, já é hora de revisitar a razão, o motivo de escrever

Motivos, interesses são nosso motor de propulsão.

Fazer tudo no automático conduz à baixa performance pois não empregamos toda a expertise que temos, fazendo igualzinho um cem número de vezes.

Lembrar a razão pela qual você estava escrevendo o texto é estabelecer a reconexão com o estímulo, com o interesse no que deve ser expressado.

Ainda que não seja um conteúdo inédito, o seu olhar, o seu entendimento, o seu prisma, tudo isso é único e inteiramente seu.

E é desse conjunto que vem o frescor que atrai a leitura.

Quer escrever melhor? Então pare já!

Talvez este já seja o momento de retomar

Colocar-se na posição, respirar e seguir com seu texto.

Ou fazer talvez necessite de mais uns períodos de parada…

Quer escrever melhor? Então pare já!

Um toque final

O preciosismo ou o perfeccionismo podem ser grandes muralhas.

Podem mesmo enterrar sua criatividade num esquife revestido de cetim como na citação abaixo:

Perfectionism is the satin-lined casket of creativity and originality — Augusten Burroughs

Depois desta leitura, só você registrando aqui como está desenvolvendo sua escrita.