Home Office! Bom ou ruim quando o assunto é alimentação?

0
684
Home Office! Bom ou ruim quando o assunto é alimentação?
de Agris Bobrovs

Por Nadia Cozzi.

Trabalhar em casa é para alguns uma boa pedida, evitam-se várias horas perdidas em engarrafamentos, além é claro do estresse que isso causa. Horas estas que podem ser aproveitadas para uma caminhada no parque, um café com os amigos ou um tempo exclusivo para a família. Bom para o empregado e excelente para a empresa que tem um colaborador mais inteiro, mais criativo.

É bom esclarecer que Home Office não significa exatamente trabalho em casa

Segundo a Revista PEGN “apesar desta ser a tradução literal do termo, no Brasil ele define de forma genérica o trabalho que é realizado em espaço alternativo ao escritório da empresa. Este local pode ser – ou não – o escritório em casa. Uma pessoa pode trabalhar ‘home office’ em cafés, hotéis, aeroportos, táxis, parques…ou em casa”.

Todo mundo pode trabalhar em Home Office?

Falando profissionalmente, a quem é empreendedor ou quer uma empresa enxuta permite uma maneira viável de trabalho. Quando se é empregado, tudo dependerá das regras da empresa e do trabalho a ser executado.

Mas existem alguns outros fatores importantes: qual o seu perfil? Você é proativo ou depende de chefe para realizar seu trabalho? Qual o ambiente de sua casa que será usado para o Home Office? Como é a sua família? Você tem a disciplina necessária para separar a vida particular da profissional?

Dedicação, essencial para um bom trabalho em casa.

Profissionalismo é a chave, e isso se reflete na maneira de se vestir (pijama e trabalho não combinam ok?), nos tempos dedicados ao trabalho e às coisas e pessoas da casa e principalmente no autocontrole e disciplina.

E a alimentação? Ah! Agora sim, vou almoçar em casa todos os dias!

Parece ótimo, não é? Com certeza, fazendo as refeições em casa temos a possibilidade de garantir a qualidade dos alimentos que ingerimos e ainda por cima economizamos. Bonito de dizer, difícil de fazer.

Normalmente a alimentação costuma ser uma das áreas mais afetadas, priorizamos o trabalho e escolhemos alimentos mais práticos, prontos e em pacotinhos. Assim não precisamos cozinhar e lavar a louça.

Trabalhar em casa também abre espaço para as tentações, principalmente naquelas horinhas que a “coisa” empaca. Aí vai até a cozinha, come uma bolachinha, mais um cafezinho, agora uma balinha! Volta para o trabalho.

Ah será que ainda tem daquele bolo? E o pudim de chocolate, estava uma delícia! Vou lá, afinal eu mereço! Consequências disso? Ganho de peso, colesterol nas alturas, indisposição e queda de produtividade. Acrescente-se a isso cansaço e sono. Pronto, trabalhar em casa não foi uma boa ideia.

E se realizar seu trabalho em um café, padaria ou livraria? Aí o pão de queijo e o café expresso (bemmm forte!) com certeza serão seus melhores amigos.

Organização é a palavra-chave.

Tudo na vida depende de organização. Montar sua agenda, seus horários de trabalho, de paradas e de refeições. Que horas começo a trabalhar e que horas paro. Disciplina para seguir certinho, garante o sucesso.

Alimentar-se bem é importante para a produtividade como já vimos em artigos anteriores. Que tal então deixar algumas frutas frescas cortadinhas perto de onde se está trabalhando? Frutas secas e pedacinhos de queijo e tomates cerejas também são ótimas pedidas. Chás aromáticos gelados ou quentes para aquela descansada necessária. Para um lanche rapidinho, potinhos de iogurte natural com frutas e castanhas picadas.

Almoços fartos de saladas, grelhados e frutas, garantem uma boa digestão e não pesam ou causam sonolência. Saladas de pote são feitas rapidamente e duram a semana inteira na geladeira, acabando com a desculpa de não ter tempo para cozinhar. É bom lembrar que as refeições têm hora para começar e terminar, por mais gostoso que esteja o papo com a família.

Organizando tudo à nossa volta eu posso garantir que não há melhor lugar no mundo para se trabalhar a nossa casa, apesar dos desafios.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo lidar com suas finanças em 6 dicas valiosas
Próximo artigoFerramenta Matriz 9 Box Grid: O que é e Como Aplicar
Nadia Cozzi
Fundadora do Instituto Pedro Cozzi – Espaço DAR VIDA e do Grupo CoCriação Alimentação e Sustentabilidade. Publicitária de formação, há mais de 20 anos se dedica à pesquisa e ao desenvolvimento dos conceitos da Consciência na Alimentação e Desenvolvimento Humano, tendo como base os alimentos orgânicos. Destaca os impactos dos alimentos na saúde das pessoas e no Meio Ambiente. Escreve nos Blogs Alimento Puro, BioCulinária e Instituto Pedro Cozzi - Espaço DAR VIDA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome