O ambiente onde nos alimentamos influencia na produtividade?

0
1625
alimentação saudável e produtividade
Planilhas Prontas em Excel

Este artigo foi escrito pela parceira da LUZ Nadia Cozzi, pesquisadora, consultora, culinarista e blogueira.

Mesmo os mais desavisados sabem que uma alimentação de qualidade prioriza frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos. Essa é sem dúvida uma condição básica para uma vida saudável e produtiva.

Empresas mais responsáveis se preocupam com a qualidade de vida de seus funcionários, promovendo constantemente palestras e workshops sobre alimentação saudável, exercícios laborais, meditação, artesanato, entre outros. Perceberam como o bem-estar e a produtividade andam atrelados?

Academia no Trabalho - Produtividade

Perfeito, mas, será que o ambiente onde fazemos as refeições influencia de alguma forma nossa saúde e produtividade, e até que ponto isso é levado em conta não só pelas empresas, mas pelas pessoas como um todo?
 
LUZ Planilhas Empresariais

É certo que o Ministério do Trabalho prevê normas específicas sobre isso no caso das Empresas:

Pela Norma Regulamentar 24 (NR-24) do Ministério do Trabalho e Emprego, uma empresa com mais de 300 funcionários, deverá oferecer um refeitório, com algumas regras quanto à sua dimensão, iluminação e tipo de material.

As que tem de 30 até 300 trabalhadores, podem utilizar uma copa ou cozinha, desde que estejam fora da área de trabalho. Já as com menos de 30 funcionários podem ou não ter local próprio, e muitas têm autorização para que a refeição seja feita no local de trabalho.

Perfeito… as normas existem e devem ser cumpridas, mas o assunto pode ser mais complexo do que se pensa.

O corpo humano é uma máquina perfeita, mas as pressões do dia a dia, (stress, alimentação ultra processada, trabalho, estudo, família, dinheiro), produzem desgastes graves que desencadeiam doenças.

corpo humano - produtividade

Não é por acaso que o dia está dividido em 3 etapas. Na parte da manhã a maioria das pessoas está mais alerta, descansada, com mais energia. O cérebro trabalha à toda, é um ótimo horário para resolver assuntos de trabalho, fazer reuniões, criar projetos, etc.

À tarde o físico está no apogeu e o cérebro mais vagaroso, excelente para colocar mãos à obra. A partir das 18 horas o corpo começa a se preparar para o descanso, para o sono. Claro que existem pessoas com relógios biológicos diferentes, mas que devem estar igualmente atentas aos seus períodos de atividade e descanso.

Por que as pausas para alimentação devem ser respeitadas?

Os horários das refeições servem como um divisor entre cada um desses períodos do dia. E aí vale a velha máxima do café da manhã como rei, almoço como príncipe e jantar como mendigo.
 
LUZ Planilhas Empresariais
Precisamos sinalizar ao nosso cérebro que passamos de uma etapa para a outra, e isso se torna cada vez mais difícil na sociedade moderna com seu estilo de vida desordenado, refeições puladas, comidas quase que plastificadas, recheadas de calorias vazias.

Nosso relógio biológico, regulado pelas variações dia e noite, claro e escuro, sol e lua, enlouquece. As consequências são nitidamente sentidas nos processos alimentares: o apetite aumenta, a digestão é ruim, o metabolismo dos açúcares e gorduras afeta órgãos como o fígado e os intestinos.

Tão importante quanto a alimentação saudável é o local onde realizamos nossas refeições!

Sejam refeitórios, restaurantes ou até mesmo barraquinhas com as mais diferentes opções de produtos, geralmente são locais barulhentos, onde pessoas enchem seus pratos quase sempre sem nenhum critério, e comem com pressa, olhando de forma quase obsessiva para seus celulares, tablets ou note-books. Se estiverem em grupo, o assunto gira invariavelmente em torno do trabalho. Não conseguem se desligar e fazer uma alimentação tranquila.

refeitório inovador de uma empresa

Na rua, com pressa, muitas vezes porque decidimos abrir mão do horário da refeição para fazer outras coisas, busca-se praticidade. Aí as escolhas recaem invariavelmente pelos ultra processados (fastfoods, biscoitos, doces, salgadinhos). Estão ali à mão práticos, prontos e disponíveis.

As distrações nos impedem de perceber aromas, temperos, crocâncias e pior, de avaliar o que e quanto estamos comendo. Engolimos sem mastigar, o processo digestivo fica prejudicado e o estômago padece. Aliado a isso, temos pouca absorção dos nutrientes por falta da saliva e suas enzimas. Sem nutrientes ficamos fracos, sem energia, sem criatividade.

Comer mais ou menos tem tudo a ver com o ambiente que escolhemos para as refeições

Com a atenção voltada para o ato de se alimentar o cérebro tem as condições básicas para comandar o fator saciedade. Mas não se engane: você pode estar ingerindo as mesmas calorias, comendo 2 bolachas ou um prato de comida de verdade, só que ele não teve o tempo necessário para processar a hora de parar de comer e também como o volume é menor, se come mais.

Um local tranquilo, silencioso, arejado, iluminado, uma boa música, ajuda no relaxamento, o cérebro descansa, tornando mais fácil organizar os pensamentos e deixar fluir novas ideias.

Procure estar confortável, se possível próximo à Natureza, como um parque por exemplo, nessas horas as marmitas e saladas de pote são ótimas companheiras, bem saudáveis e econômicas.

Assim como o ambiente, as pessoas com quem se faz as refeições também interferem no valor de uma boa refeição. Evite discussões, pessoas agitadas, trazer os problemas do trabalho para a mesa.
 
LUZ Planilhas Empresariais
Resumindo alimentar não é matar a fome, devorar ansiedades ou engolir desafetos. Alimentar significa nutrir, em todos os aspectos da nossa vida.

Mas como mudar, não tenho tempo, o lugar onde almoço é agitado…

Sempre tem como melhorar, vou dar umas dicas:

  • As frutas são excelentes fastfoods, perceberam?  Já vem na embalagem.
  • Castanhas, nozes e frutas secas enganam bem na hora dos lanches
  • Marmitas, saladas de pote ou saladinhas de frutas podem ser feitas sábados e domingos e ficam prontas para a semana toda
  • Nos restaurantes a quilo, antes de se servir, olhe todas as opções e monte um prato bonito e colorido. Nada de grandes quantidades, coma primeiro as saladas e depois se sirva do resto, sempre em pequenas porções, se quiser mais repita. O cérebro vai ter tempo para processar e mandar sinais de satisfeito.
  • Se tiver um jardim ou praça perto do restaurante, faça seu prato e vá comer lá.
  • Utilize seu celular, tablet ou notebook a seu favor, coloque músicas tranquilas, procure uma janela para a rua e prontinho coma apreciando a paisagem.
Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome