A melhor vitrine é a internet — como o marketing digital intervém no mercado e potencializa resultados

0
463
A melhor vitrine é a internet — como o marketing digital intervém no mercado e potencializa resultados
https://unsplash.com/photos/2FPjlAyMQTA
Planilhas Prontas em Excel

“Quem não é visto, não é lembrado”

Diz uma famosa frase cuja autoria se perdeu em meio aos seus dizeres. Em uma época em que quase tudo que se faz tem interferência direta da internet, é impensável para qualquer empresa, por menor que seja, ficar fora da rede mundial de computadores.

Os hábitos do consumidor mudaram. Conforme aponta a pesquisa feita pela Hubspot e pela We Are Social, a internet faz parte da rotina de mais de 139 milhões de brasileiros, ou seja, há uma penetração social de 66% de um país cuja população é superior a 210 milhões de pessoas.

O acesso diário à internet é feito por 85% destas pessoas, o que significa que a exposição de uma marca a um potencial consumidor pela internet será altamente eficaz quando feita corretamente. As redes sociais revolucionaram a forma como os consumidores e as empresas se relacionam.

Hoje em dia, o diálogo é muito mais interativo e praticamente imediato, tendo em vista os diversos canais de comunicação online entre as empresas e clientes por meio de páginas no Facebook, perfis no Twitter e no Instagram. Há, inclusive, empresas que operam exclusivamente por estes canais.

Muito além do investimento: marketing digital é uma estratégia

Conferir presença online a uma marca aumenta as chances de reconhecimento como referência no assunto. Dialogar com elementos chave de comunicação no meio virtual, como influencers, também abre portas para os negócios e captação de clientes.

A importância do marketing digital é explorada por Danilo Cazelato, no blog Lamarca. Com a clara preferência do consumidor em estar conectado a tudo, as compras, os serviços e pesquisas acontecem neste ambiente, de tamanha relevância que sente o impacto da crise econômica de maneira mais amena.

Uma estratégia de marketing digital não se respalda em uma fórmula única aplicável universalmente. Cada negócio tem um plano específico, de acordo com os pormenores vividos. Assim como em outros planos de mudança, esse tipo de estratégia demanda a análise de um diagnóstico que irá nortear o plano de marketing digital e indicar a necessidade de investimento financeiro.

O planejamento pode ser feito internamente, mas em casos mais complexos é recomendável que se busque por agências especializadas. A superexposição trazida pela internet pode potencializar erros pequenos por inexperiência e transformá-los em uma crise de imagem e reputação, indo em sentido contrário ao que se almeja inicialmente.

Não basta estar presente

Sem dúvida, a mera presença online não irá trazer benefícios se não for promovida a interação e o engajamento, fundamentais para que os resultados desejados comecem a ser vistos.

É primordial conhecer o público que interage com a empresa e adquire seus produtos ou serviços, mas isso não se trata de direcionar a criação de conteúdo relevante ao seu público alvo, somente, se a ideia é conquistar mais clientes.

A melhor maneira de estar presente online é expandir a forma como a empresa irá se posicionar aos seus clientes e (ainda) não clientes. A Red Bull optou por uma metodologia conhecida como Inbound Marketing, que consiste na criação de conteúdo educativo que prepara o cliente para a decisão de compra.

Considerando seu público, a maneira mais assertiva de obter sucesso foi produzir conteúdo original e de relevância nas redes da empresa, promover festas e atividades. Em outras palavras, nas redes sociais a Red Bull não vende energéticos, mas sim um estilo de vida.

A marca Havaianas protagonizou uma virada de jogo admirável, repaginando sua imagem completamente. O reposicionamento teve tudo a ver com o marketing digital, pois a estratégia utilizada foi investir em diversas ações para que essa reconstrução fosse alcançada.

O fato da marca ter aumentado o engajamento com o público disponibilizando GIFs de campanhas em sites como o Tumblr foi “o pulo do gato” para evidenciar ainda mais a empresa. A criatividade no uso dos aparatos digitais conta com uma ferramenta poderosa no processo de firmar a presença digital de uma marca.

A Turkish Airlines, visando aproximar o público da empresa, utilizou um aplicativo de live streaming para transmitir um voo inteiro. O vídeo colecionou depoimentos rápidos da equipe de tripulantes e fez um tour pelo avião, chegando a passar por locais cujos passageiros não têm permissão de transitar.

Isso gerou um resultado muito positivo acerca da visibilidade da empresa não somente por seus clientes, mas por entusiastas da aviação e curiosos.

Intervenção indireta no mercado

A melhor vitrine é a internet — como o marketing digital intervém no mercado e potencializa resultados

A presença online também é responsável por uma intervenção de mercado feita de maneira indireta. Os engajamentos reverberam no aquecimento da economia correlacionada ao que “vende” uma empresa com presença digital firmada.

Este é um sinal de que os objetivos estão sendo alcançados. Uma empresa cujo plano de marketing digital seja bem traçado inevitavelmente causará o aumento de procura por produtos similares.

Os impactos da alta de engajamento frente à presença online de uma empresa são sentidos em todos os nichos, inclusive o de cosméticos que, com o apoio de influencers, reforçou sua presença digital – por exemplo, L’Oréal trabalhou com oito influencuers com a campanha Beauty Squad em 2018.

Cassinos físicos também têm visto um aumento de interesse criado pela experiência positiva de consumidores que testam os jogos primeiro na internet. Ao final de 2020, espera-se um crescimento até US$ 80 bilhões no setor do iGaming, com plataformas online como Betway Cassino oferecendo centenas de slots online e dezenas de jogos de mesa clássicos. Saindo do contexto virtual, os cassinos físicos também acabam por aproveitar a onda de crescimento vista no iGaming.

A indústria da moda também é impactada: no último Halloween, nos Estados Unidos, uma fantasia a la Kardashian foi vendida com o título de “Urban Outfitters”, uma marca bastante usada pela influencer – e os preços não eram nada modestos.

Falem de mim

Se antes era comum que a empresa pautasse a sua presença por meio de publicidade veiculada em meios de comunicação de massa, o que foi suficiente por um bom tempo, hoje o cenário sofreu mudanças drásticas que demandam uma remodelação às empresas que queiram sobreviver no mercado.

Com as redes sociais, a disseminação de conteúdo não tem limites e abrange revisões e comparações de produtos e serviços em um formato no qual um consumidor fala, diretamente, para outro. Essa movimentação influencia a decisão de compra do cliente, o que gera impacto para a empresa, além de alterar o polo da relação de consumo: não é mais o cliente que vai atrás da empresa, mas sim a empresa que vai atrás do cliente.

Garantir a presença online de uma marca apresenta grandes chances de expansão e continuidade em um mercado que mudou seus hábitos de consumo e que busca muito mais informação em canais variados e independentes.

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome