Quais as formas de pagamento devo aceitar no meu negócio?

0
352
Quais as formas de pagamento devo aceitar no meu negócio?
Planilhas Prontas em Excel

Não adianta ter os melhores produtos ou oferecer serviços de excelência se seu negócio não tiver o essencial. Sendo você um profissional autônomo ou gestor de uma pequena empresa, física ou virtual, é importante saber que o mercado exige hoje uma variedade nas formas de pagamento.

Explicando melhor: todo e qualquer esforço para atrair leads e convertê-los em clientes pode ser em vão se seu visitante abandonar a compra por falta de opção de pagamento. 

Por isso, o segredo está em facilitar o atendimento aos variados perfis de clientes no mercado. Dessa forma, você, garante a competitividade da sua empresa.

A importância de oferecer mais de uma opção 

Imagine a seguinte situação: o cliente acessa sua loja, mas na hora de pagar o produto descobre que não tem dinheiro suficiente naquele momento. 

Outro exemplo: é fim de mês e seu cliente está apertado nas contas. Ele precisa do produto de imediato, mas só pode pagar daqui uma semana, quando receberá um novo salário. 

Você enquanto empreendedor vai deixar de garantir uma venda? Claro que não!

É preciso ter em mente que a ampliação nas formas de pagamento é diretamente proporcional ao faturamento. Quanto maior a variedade nas opções de pagamento, maior a chance de vender mais. Simples assim!

Quais as formas de pagamento mais utilizadas

Ano a ano as pesquisas mostram a queda no número de pessoas que preferem pagar as contas em dinheiro. Enquanto isso, formas alternativas ganham espaço nos hábitos de consumo dos brasileiros.

Conheça as formas de pagamento mais utilizadas no mercado, com vantagens para empresas e clientes.

Cartão de crédito

A modalidade crédito se popularizou por permitir aos clientes com menos recursos comprarem produtos de maior quantia, ao dividir o valor em parcelas. 

Quando o consumidor faz uma compra por esse método, o banco se compromete a repassar o valor para a empresa. Se a compra por parcelada, dá para receber o valor à vista mediante uma tarifa. Caso o consumidor não pague a fatura do seu cartão de crédito, o banco faz o pagamento para a empresa. Isso confere segurança para quem adquire e incorpora o serviço.

Boleto bancário

Essa é uma forma tradicional de pagamento que cumpre muito bem sua função. Só no Brasil são mais de 3,6 bilhões de boletos emitidos todos os anos. É o método preferido de 75º dos consumidores

A explicação para isso está no fato de muitos brasileiros ainda se sentirem mais seguros usando o boleto, já que não precisam informar dados bancários e têm um prazo maior para quitá-lo.

Assim que o boleto é gerado, ele pode ser pago em bancos, correspondentes bancários, lotéricas, aplicativos ou Internet Banking.

Outra vantagem é a possibilidade de dar descontos, já que as tarifas do boleto podem ser menores se comparadas ao cartão de crédito.

Vale lembrar que todos essas vantagens encontradas na utilização do boleto bancário  também podem ser atribuídas ao carnê. A principal diferença está na forma de utilizá-los: enquanto o boleto é usado nas compras em que será paga uma única parcela, no carnê esse pagamento pode ser feito na forma de mensalidades. 

Como oferecer esses serviços de forma mais simples

Se ao entender a importância das formas de pagamento ficou algum receio quanto à forma de colocar isso em prática, não se preocupe! 

Nada de negociar com cada uma das instituições financeiras do mercado. Para isso existem os intermediadores de pagamento, plataformas seguras e versáteis que recebem pagamentos, sobretudo online.

De forma muito simples, essas ferramentas atuam como pontes entre você e as instituições financeiras responsáveis por cada uma das formas de pagamento, seja ela boleto ou cartão.  Com isso você elimina a burocracia e garante transações 100% seguras para seus clientes.

Além das ferramentas de emissão de cobrança para os clientes, o intermediador oferece um conjunto de ações, como a segurança de dados e a gestão dos recebimentos. Isso facilita a identificação de inadimplentes, por exemplo.

Boletos e muitas bandeiras de cartões de crédito podem ser aceitas com esta solução online. 

Considerando a entrada em vigor da obrigatoriedade do boleto registrado, este tipo de serviço torna-se ainda mais interessante. Com a utilização dos intermediadores, a transição dos boletos sem registro para os boletos registrados é facilita. Muitas empresas oferecem a emissão de boleto registrado sem a cobrança da tarifa de registro. Ou seja, você só paga se receber do seu cliente. 

Ao contar com os serviços desse sistema, você economiza tempo e pode se dedicar a outras questões da sua empresa. 

Texto escrito pela equipe de redação da Gerencianet, empresa de soluções de recebimentos que tem o objetivo facilitar a gestão financeira de empreendedores de todo o Brasil. 

 

Planilhas Prontas em Excel

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome