Como Fazer Cálculos usando as Funções Financeiras do Excel

0
39263

O Excel possui diversas fórmulas que possibilitam a interação e cálculo das informações inseridas em suas planilhas. As funções financeiras são parte importante deste aplicativo, uma vez que de forma simples possibilitam a visualização de taxas, prazos, condições de pagamento entre outros. Conheceremos agora algumas funções financeiras mais utilizadas:

Funções financeiras mais comuns em Excel

• Valor Futuro

A fórmula do valor futuro é utilizada para retornar o valor de resgate de uma dada aplicação. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VF (taxa;nper;pgto;vp;tipo) onde:

  • Taxa: É a taxa de juros por período;
  • Nper: É o número total de pagamentos;
  • Pgto: É o pagamento feito a cada período. Em geral este argumento é composto pelo capital e os jutos, quando é omitido se torna obrigatório incluir o argumento vp;
  • Vp: É o valor presente, ou seja, a soma total correspondente ao valor presente de uma série de pagamentos futuros. Quando este argumento é omitido o mesmo é considerado 0 e a inclusão do argumento pgto neste caso será obrigatória;
  • Tipo: Sempre sendo o número 1 ou 0 este argumento indica as datas de vencimento dos pagamentos sendo 0 o final do período e 1 o início do período.

Nesta e em outras funções financeiras, no argumento pagamento a representação de depósitos em poupança e saques serão representados por números negativos. Veja um exemplo:

FF_1

• Valor Presente

Esta função retorna o valor da aplicação de um investimento. Sua sentença é apresentada da seguinte forma:

VP=(taxa;nper;pgto;vf;tipo).

Note que os argumentos são os mesmos detalhados na função anterior.

• Taxa

Esta função mostra a taxa de juros de um determinado período. Sua sentença é escrita como:

TAXA=(nper;pgto;vp;vf;tipo;estimativa)

Note que o único argumento ainda não conhecido é a estimativa. Este argumento nada mais é do que a sua estimativa para a taxa, se esta informação for omitida o argumento irá considerar 10%. Porém na maioria dos casos esta informação não é necessária.

 Número de Períodos – NPER

Esta função retorna o número de períodos para um dado investimento com juros constantes. Sua sentença é dada por:

NPER=(taxa;pgto;vp;vf;tipo)

Note que neste caso toso os argumentos já são conhecidos. Na figura a seguir vemos um exemplo de aplicação no qual se quer descobrir em quanto tempo teremos um montante de R$ 10.000,00 se aplicarmos R$ 2.000,00 a uma taxa de 20%:

• Pagamento – PGTO

A função PGTO calcula o pagamento de um empréstimo ou financiamento, por exemplo, com base em pagamentos e em uma taxa de juros constantes. Sua sentença é dada por:

PGTO=(taxa;nper;vp;vf;tipo)

Para esta função também notamos que os argumentos já foram escritos anteriormente.

Na próxima figura veremos um exemplo no qual se quer saber o valor de parcela para um financiamento de um imóvel de R$70.000,00 em 30 vezes a uma taxa mensal de 0,5%.

Quer se aprofundar ainda mais no Excel? Confira os nossos cursos online de Excel! Você encontrará o curso certo para a sua necessidade, do mais básico ao mais avançado.

E você, tem alguma dúvida em relação às fórmulas financeiras do Excel? Conte para a gente nos comentários abaixo!