Trash Inc: A Vida Nem Tão Secreta do Lixo

  2 Comentários   Tendências  
Compartilhe com amigos:

Talvez eu nem seja a pessoa ideal para falar sobre esse assunto (já que sou levemente consumista e produzo mais lixo do que gostaria com minhas atividades diárias), mas eu vi um documentário sensacional sobre A Vida Secreta do Lixo, que mostra o passo a passo de quase tudo que a gente adora ignorar em nosso dia a dia e fiquei com muita vontade de escrever isso aqui.

Para ver o documentário Trash Inc. basta clicar na imagem ou acessar esse link: http://video.cnbc.com/gallery/?video=1620084176

 

Na verdade eu nem tenho muito o que falar, o documentário já diz tudo. Ele é forte e retrata uma realidade que poucas pessoas gostam de abordar, afinal lixo é lixo né?! Ou não? (o único ponto negativo é que ele é todo em inglês, então se você ficou curioso e quer dar uma saboreada no conteúdo, leia os próximos parágrafos)

Basicamente, Carl Quintanilla, o repórter que está a frente de todo o documentário faz um jornalismo investigativo de primeira, cheio de dados e números que mostram o poder e grana que envolve esse setor. Ele mostra desde a realidade dos garis que vão para uma guerra contra o lixo todos os dias  (nós colocamos esse lixo lá) até um sistema corrupto de organizações que faturam alto com o problema do lixo. Apesar de toda essa parte ser nos EUA, lembra muito a nossa realidade por aqui né? Afinal, alguém nunca ouviu falar dos esquemas de favorecimento de empresas de coleta de lixo em alguns (vários) municípios por aqui?!

 

 

Além disso, Trash Inc aborda a questão do transporte de lixo para lixões, que gera um custo de $330 milhões (só nos EUA) e é fonte de receita para algumas cidades que criam lixões e vazadouros para receber esse lixo. Mas a pergunta que não quer calar é: a que custo? A verdade é que faltam estudos sobre a viabilidade social e ecológica desses tipos de projetos e sobram soluções de curto prazo. Mais uma vez, parecido com o que rola por aqui…

Como nem tudo é corrupção ou revolta,  vale destacar um programa muito maneiro nascido no MIT (Trash Track) que rastreia os caminhos que o lixo faz ao sair de determinadas cidades para serem despejados em lixões de outras e no potencial do empreendedorismo como forma de solucionar esses problemas. Mais uma vez, vale a pena ver o documentário, são 42 minutos de conteúdo de primeira sobre algo que todos nós deveríamos entender mais!

É por essas e por outras que eu faço questão sempre de trazer iniciativas que estão mudando a nossa realidade (dessa vez em relação ao melhor uso do lixo) para cá e seguem algumas delas:

 

Liter of Light

 

Projeto sensacional que leva luz para comunidades sem energia de maneira barata e usando poucos recursos. Aqui no Brasil, desde 2002 o seu Alfredo faz a Luz Engarrafada de maneira bem parecida.

 

PS: Vale a pena entrar no site do Liter of Light só pela animação inicial =]

Daily Dump

 

Com o lema “Mantendo lixo orgânico fora dos lixões” a Daily Dump fabrica soluções para pessoas como eu e você que tem vontade de cuidar melhor de seu lixo para poluir menos o nosso meio ambiente. Simples, prático e te ajuda a começar na sua própria casa.

 

 Criacera

 

 

A Criacera é uma empresa de serviços de gestão e reciclagem de entulho para construtoras. Para quem curte sustentabilidade, vale a pena acompanhar a fanpage deles no Face, que tem várias dicas legais e boas práticas.

 

Yiuco

 

Talvez fosse até melhor deixar essa empresa no post da semana passada, mas para resumir eles são um marketplace onde você pode comprar, vender e trocar produtos reciclados, reutilizados ou reconstruídos. Além disso eles estão criando uma comunidade para pessoas apaixonadas por upcycling lá, vale a pena dar uma olhada.

 

Agilyx

 

Esses caras desenvolveram um processo que transforma plásticos com pouca capacidade de reciclagem em óleo bruto. Resumindo, eles diminuem a necessidade de exploração por petróleo ao reaproveitar produtos que necessitam do próprio petróleo para serem desenvolvidos (como o plástico)

 

Moral da história

A indústria do lixo é um negócio bilionário extremamente mal aproveitado (ou bem aproveitado por mega organizações corruptas se você preferir) nos dias de hoje. Apesar das iniciativas maneiríssimas citadas e algumas outras que acabaram nem entrando, ainda há muito o que fazer e esse caminho vai depender do meu esforço individual e do seu de contribuir de diversas formas como:

 

1 – Poluindo menos: Não é o ideal, mas basta não jogar lixo no chão ou em locais indevidos que já é de grande ajuda. Fico revoltado só de pensar a quantidade de gente “esclarecida” que joga bituca de cigarro na rua e acha que está tudo bem só porque é pequenininho.

2 – Consumindo menos: Esse aqui é um dos pontos mais complicados, porque consumir menos significa abrir mão de status, de comprar coisas novas (que na maioria das vezes não precisamos) e de praticar a grande e velha técnica do desapego, mas apesar das dificuldades, é um caminho obrigatório para uma comunidade mais justa e menos poluidora

3 – Reaproveitando mais: Seja através da reutilização (upcycling) ou da reciclagem de materiais, precisamos parar de comprar/usar só coisas novas, tem muita, mas muita coisa que pode ser aproveitada, basta querer!

 

Para quem curte o tema eu indico o livro Mundo Sustentável 2, do André Trigueiro. Eu só li a primeira versão, que é  de 2005 e já está um pouco desatualizada, mas ainda assim tem muita coisa legal por lá e excelentes referências. Outra boa dica é dar uma olhada no ecoATM, já  imaginou ganhar grana devolvendo eletrônicos que não tem mais uso para você? Então, esse é o negócio deles!

 

Curtiu ou acha que algum amigo seu está precisando dar uma lida nisso tudo? Então COMPARTILHA!

Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

  • Leandro Borges

    Boa Rafa!

    Talvez já sejam muito conhecidos da galera, mas vale valorizar também alguns trabalhos Brazucas, como:

    B2Blue: Mercado de compra e venda de resíduos. http://www.b2blue.com.br/principal.php

    E o famoso documentário do Vik Muniz filmado no Rio, Lixo Extraordinário: http://www.lixoextraordinario.net/filme-sinopse.php

    Abraços!

  • Rafael Avila

    Não conhecia o B2Blue ainda não, com certeza vale muito a pena citar e o Lixo Extraordinário foi um descuido ter deixado de fora. Valeu Lê =];

    Falando de mais iniciativas brasileiras ligadas ao Lixo, vale a pena conhecer:

    – CEMPRE (Compromisso Empresarial para a Reciclagem) – http://www.cempre.org.br/

    – E-Lixo Maps (http://www.e-lixo.org/) – Parece que ainda não tem postos cadastrados até o momento, mas seria uma ótima para ajudar no descarte correto desses itens eletrônicos

    Abraços

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]