Fluxo de Caixa: o que é e como ele pode te ajudar

31
1813
Fluxo de Caixa Dashboard
Análise Gráfica da Gestão de Caixa

O fluxo de caixa é um instrumento de gestão financeira que realiza o controle das movimentações financeiras, entradas e saídas de recursos de uma empresa, em um determinado período de tempo. Deve possuir plano de contas, controle de entradas e saídas e contas a pagar e a receber.

Planilha de Fluxo de Caixa em Excel

Veremos nesse artigo:

Veja também – mais aplicações do Fluxo de Caixa:

Conceitos básicos sobre Fluxo de Caixa

O que é um Fluxo de Caixa?

fluxo de caixa, conhecido em inglês como cash flow, nada mais é do que a gestão do que entra e do que sai (em valores monetários) de sua empresa em um período.

Também conhecido como controle de caixa, deve incluir plano de contas, registro de lançamentos, contas a pagar, contas a receber, gráficos e relatórios. Ao longo do post veremos como fazer na prática o seu fluxo de caixa, mas antes disso, vamos entender o seu conceito principal.

Parece simplório, mas pense no cenário que a maioria das empresas enfrenta normalmente. A maioria das contas vence no dia 5 de cada mês, enquanto as vendas vão sendo realizadas ao longo de todo o mês. Há um claro descasamento de caixa.

Sem planejamento, é muito comum que a empresa não tenha caixa suficiente para arcar com toda a folha de pagamento de funcionários no dia 5.

Descasamento de caixa
Sem planejamento…

Quando usar o Fluxo de Caixa?

O fluxo de caixa é a ferramenta mais importante de gestão financeira para qualquer empresa. Não importa o tamanho ou o setor, todas precisam ter claro controle do que entra e sai do caixa. Além do que está para vencer a pagar e a receber.

Por ser um instrumento crucial de gestão financeira, o fluxo de caixa deve ser utilizado diariamente por empresas ou até mesmo profissionais autônomos. Afinal, só assim será possível ter conhecimento do fluxo de dinheiro que entra e que sai de sua empresa e manter as contas em dia, ou seja, um negócio saudável.

Curso Online de Fluxo de Caixa em Excel

Fluxo de Caixa: Como fazer?

O exercício do fluxo de caixa consiste, como foi dito anteriormente, em contabilizar as movimentações financeiras. A gestão pode ser feita nos regimes de caixa e competência. Algumas empresas o fazem das duas formas:

Regime de caixa – quando a gestão do caixa é feita utilizando como datas das transações as entradas e saídas efetivas de valores do caixa. O ponto positivo é que o fluxo de caixa se torna uma visão fiel das disponibilidades bancárias da empresa. O ponto negativo é que as análises podem ter distorções, devido ao pagamento de contas atrasadas. Uma empresa pode achar que teve lucro em um mês no qual foi recebido por várias vendas atrasadas, por exemplo.

Regime de competência – quando a gestão do caixa é feita utilizando como datas das transações o momento em que elas são firmadas. Uma venda em 6x, por exemplo, entra no regime de competência assim que ela é acordada.

Muitas empresas utilizam o controle de caixa pelo regime de caixa e utilizam a Demonstração de Resultado de Exercício (DRE) para fazer o controle pelo regime de competência.

A gestão em si pode ser feita de várias formas (sistemas, planilhas, cadernos). Eu recomendo o uso de uma planilha, pois estas são flexíveis, fáceis de implementar e é capazes de proporcionar todas as análises necessárias.

Demonstração de Fluxo de Caixa – Os 5 Passos Essenciais 

Passo 1 – Plano de Contas

O objetivo do plano de contas é separar as entradas e saídas de dinheiro em categorias. Este passo é fundamental para as análises posteriores.

Em nossa planilha, temos disponíveis as seguintes categorias: Despesas com Produtos, Despesas com Serviços, Despesas não Operacionais, Despesas com Rh, Despesas Operacionais, Despesas de Marketing, Impostos e Investimentos.

No entanto, você pode utilizar as contas que melhor se adequam a sua empresa. Na nossa planilha mesmo, elas são personalizáveis.

Comece categorizando as suas saídas de dinheiro (custos, despesas e investimentos). Para ilustrar este passo, confira a imagem abaixo com uma parte do Plano de Contas de Despesas:

Plano de Contas de Despesas - Fluxo de Caixa Excel
Fluxo de Caixa – Plano de Contas (Despesas)

Em seguida, separe as entradas de dinheiro em categorias. Em nossa planilha, as categorias são: Receitas com Produtos, Receitas com Serviços e Receitas não Operacionais. Mas lembre-se de utilizar a categorização que melhor atenda a sua empresa.

Confira a imagem abaixo para visualizar melhor como ficam as Receitas no Plano de Contas:

Fluxo de Caixa - Plano de Contas de Receitas
Fluxo de Caixa – Plano de Contas (Receitas)

Uma planilha bem feita, permite que você modifique as categorias e tenha o resultado automatizado para todo o resto do arquivo.

Passo 2 – Lançamentos Financeiros

Agora que você já montou o seu plano de contas, pode realizar os lançamentos de entradas e saídas (transações) diariamente, conforme a imagem abaixo:

 Fluxo de Caixa Planilha - Lançamentos
Fluxo de Caixa – Lançamentos

Lançamentos financeiros nada mais são do que o registro do maior número de informações (sem perder a objetividade) das transações efetuadas.

Na nossa planilha de fluxo de caixa estão disponibilizados no canto direito o saldo dos lançamentos, que são atualizados automaticamente a partir de cada nova entrada ou saída, permitindo que você, como responsável pelo financeiro, tenha um panorama geral do seu fluxo de caixa.

Planilha de Fluxo de Caixa em Excel

Na imagem acima, vemos o lançamento de R$1.500,00 para o item Marquinhos, que foi classificado em Despesas com RH, no Plano de Contas “Salários” e tem o status de pago pois a data de pagamento já foi inserida. Isso quer dizer que, no dia do pagamento em questão, essa despesa foi realizada e contabilizada para o fluxo de caixa. Se você quiser, pode fazer esse processo para qualquer tipo de lançamento presente ou futuro (bastando não inserir a data para deixar o lançamento em aberto e só inserindo quando a movimentação de fato ocorrer).

Passo 3 – Análise dos Lançamentos

Depois de fazer os lançamentos, o caminho mais simples é entender e encontrar o saldo final diário. Para isso, deve-se calcular o valor das entradas subtraído do valor das saídas e soma-lo ao saldo inicial.

Em nossa planilha, no item de Resumo: Lançamentos, já calculamos o saldo do dia automaticamente, conforme as informações são fornecidas. Aqui é possível perceber as flutuações ao longo do mês.

Por exemplo, se no início do mês tem mais pagamentos e no final mais recebimentos, a análise desses dados permite maior preparação financeira mensal e, consequentemente, anual.

Fluxo de Caixa Excel
Fluxo de Caixa – Lançamentos por mês

Neste item fornecemos um resumo com o Total de Receitas, tanto do dia, quanto do mês mostrado, além do Total de Despesas do dia e do período.

Dica: um bom registro dos lançamentos que ainda não foram pagos ou recebidos, também conhecidos como Contas a Pagar e Contas a Receber, permite que a empresa tenha noção maior de sua Necessidade de Capital de Giro.

Passo 4 – Análise dos Resultados Consolidados

Agora que já passamos por toda a parte de preenchimento, você precisa intensificar as análises de resultados, ou seja, o fluxo de caixa consolidado e diferentes relatórios que podem ser tirados dele.

Usando o nosso fluxo de caixa em excel como exemplo, primeiramente, vamos ver os Resultados Consolidados. Eles mostram o panorama geral, mês a mês, do fluxo de caixa da empresa. Para ter uma melhor compreensão, observe a figura abaixo:

Fluxo de Caixa Planilha
Demonstrativo do controle do caixa

O controle consolidado fornece o Saldo Inicial, Receitas, Despesas, Lucro/Prejuízo, Acumulado e Lucratividade do mês.

É importante destacar que, nesta planilha, além de realizar o controle do fluxo de caixa, também é possível analisar o seu DRE e fazer o controle das Contas a pagar e Contas a Receber. Por fim, você pode ver gráficos e fazer análises mais visuais.

Curso Online de Fluxo de Caixa em Excel

Passo 5 – Análise Gráfica

Por fim, é importante que a sua gestão de caixa retorne análises gráficas. Este tipo de análise, mais visual, permite que você saiba que está tudo certo, ou que há algo errado, apenas batendo o olho.

Alguns gráficos recomendáveis para extrair do seu fluxo de caixa:

1. Análise Financeira Geral por Mês – entradas, saídas e saldo ao longo do ano

2. Receitas – por tipo, para que você saiba as entradas mais relevantes e as mais insignificantes. Lembra quando recomendamos categorizar as entradas? Aqui esse passo se mostra importante

3. Despesas – por tipo, para que você observe flutuações mensais e faça cortes nas contas corretas.

4. Contas a pagar / Contas a Receber – essencial para o planejamento do fluxo de caixa.

Fluxo de Caixa Dashboard
Análise Gráfica da Gestão de Caixa

e também outros gráficos como:

5. Necessidade de caixa – saldo inicial do período somado as entradas subtraído das saídas.

6. Saldo Acumulado – se bem feito, deve corresponder a soma das suas disponibilidades de caixa (caixinha, bancos, aplicações, etc).

Como você pode perceber, na nossa planilha, os gráficos são gerados automaticamente com base nas informações fornecidas nas outras abas, através de Dashboards. Com eles, é possível ter uma visão das receitas e as despesas separadamente, além de analisar se há necessidade de caixa, se houve lucratividade e qual foi a DRE Anual.

Além disso, o primeiro gráfico, da Análise Financeira, já nos dá um panorama geral das finanças, mês a mês.

Fluxo de Caixa é Fundamental para todas empresas

O controle do caixa é essencial para uma gestão financeira eficiente e eficaz. Além de fornecer tranquilidade ao gestor, possibilita a previsão de entradas e saídas futuras, auxiliando na tomada de decisão.

Caso você tenha interesse, pode clicar no banner abaixo e conhecer a nossa Planilha Pronta de Fluxo de Caixa em Excel, ideal para qualquer empresa, de qualquer tamanho ou setor, controlar e organizar seu financeiro!

Planilha de Fluxo de Caixa em Excel

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo Fazer Gráfico no Excel
Próximo artigoEbook: Guia Rápido de Análise SWOT
Rafael Ávila

Administrador e turismólogo, apaixonado pelas possibilidades que o Excel dá para gestores, empreendedores e estudantes. É sócio diretor da área de planilhas na LUZ – Planilhas Empresariais (luz.vc) e é o responsável pelo desenvolvimento das mais de 150 planilhas com foco empresarial e pessoal comercializadas em seu site. Também ministra os cursos online de Excel (cursos.luz.vc) e gosta de ajudar milhares de planilheiros por meio do Fórum e Blog da LUZ.

31 COMENTÁRIOS

  1. Já baixei outras planilhas de vcs, mas não consigo fazer nada com elas, pois recebo mensagens de que a política de meu computador não permite Inclusive a planilha de lista de presentes. Já fiz tudo o que sabia, nas configurações de segurança, entretanto não deu certo. Planilhas de outros fornecedores, sites, fóruns, etc, consigo abrir normalmente, inclusive com Macro e VBA.
    Podem me ajudar?

  2. Bom dia, Leandro.
    Baixei a planilha, mas não consigo trabalhar nela. Penso não se tratar do I.Explorer, mas sim de alguma configuração do próprio Excel ou da máquina, que não consegui alterar.
    Segue imagem da mensagem.
    Grato.

  3. Olá, Rafael. Recebi a planilha e consegui abrí-la em outra máquina, mesmo a em .xlsx. O Problema é mesmo com esta máquina, vou ver se consigo suporte no Office.com, pois estou tendo dificuldades em abrir outros documentos do pacote, com a mesma mensagem. Agradeço sua atenção e sua ajuda.

  4. Olá, boa noite, antes de tudo, parabéns pelo trabalho, conheci o blog recentemente e estou aprendendo muito sobre gestão financeira.
    Tenho a seguinte dúvida sobre o fluxo de caixa, eu costumo ter recebimentos parciais aqui na empresa, por exemplo, para um lançamento de R$100,00 o cliente acaba pagando em 2x, R$50,00 na data de vencimento e os outros R$50,00 depois de alguns dias ou até mesmo no próximo mês. Como eu monto meu fluxo de caixa diante desta situação?

  5. Interessante como o post e o seu blog aborda diversas dificuldades financeiras e as resolve através de planilhas. Não conheço outro que faça um trabalho de planilhamento tão bom quanto vocês.

    Gostaria de pedir um favor a você. Tenho um blog sobre finanças pessoais e abordei o mesmo tema de fluxo de caixa para negócios e queria uma opinião sua lá nos comentários dizendo o que poderia ser adicionado.

    Eu sei que são muitos pedidos de comentários para aprovar porém se encontrar uma oportunidade para fazer o que peço, estarei profundamente agradecido.
    http://www.odinheirista.com.br/como-fazer-o-fluxo-de-caixa

    Parabéns Leandro!

  6. Boa tarde.
    Na minha empresa montamos um fluxo de caixa projetado mensal e anual, minha parte é projetar os recebimentos da empresa, tomamos como base para montagem do fluxo o faturamento encerrado do mês mais o faturamento estimado pela área de planejamento. Com isso conseguimos projetar o mensal.
    Porém o fluxo anual criamos uma curva de recebimentos que projeta os demais recebimentos em função do prazo de vendas, essa curva é um percentual estimado do faturamento de cada mês das parcelas que vencerão de acordo com prazo médio de vendas sou novo na empresa e sinceramente não sei como foi criada e se de fato o modelo utilizado é o mais eficaz, gostaria de entender melhor como fazer uma curva de projeção de recebimentos. Abraços.

    • Oi Fábio, tudo bom? Obrigado pela mensagem! Sim, você pode replicar portanto que mantenha a referência para o nosso blog avisando que o conteúdo é nosso. No mais, também possuímos um programa de afiliados para vendas de nossas planilhas. Isso lhe interessaria? Se quiser mais detalhes, peço que me envie um e-mail para leandro@luz.vc!

      Abraços!

  7. Bom dia.
    Muito interessante mesmo esta planilha, estou fascinado com o conteúdo apresentado. Nunca vi uma planilha tão completa, por isso pergunto: Como que é possível deixar uma coluna com um hiperlink e depois fazer uma interação tão magnifica?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome