O Crowdfunding Como Ferramenta de Validação de Hipóteses

5
960
crowdfuding

Os sites de crowdfunding surgiram por todo mundo como uma alternativa para empreendedores e artistas financiarem suas idéias e projetos.

A dinâmica é simples: você posta sua idéia com um vídeo, cria faixas de doação com diferentes tipos de recompensa e torce para conseguir o valor mínimo que você precisa para transformar a idéia em realidade.

O modelo de crowdfunding funciona ao somar pequenas doações feitas por uma grande quantidade de pessoas. Porém, o que pretendo destacar é que este tipo de site também pode ser utilizado de uma outra importante maneira.

Enquanto alguns focaram em promover idéias benéficas para sociedade (catarse, ideame, etc.), a maioria das plataformas, incluindo o pioneiro kickstarter, cresce como uma poderosa ferramenta de marketing reverso.

[newsletter titulo = ‘Assine nossa newsletter’ texto =’Receba ferramentas de gestão gratuitas toda semana!’ desconto =’10%’]

Marketing reverso é o equivalente a ir até o mercado e perguntar “você quer isso?” antes mesmo do produto ter sido feito, o que ajuda a resolver um dos maiores problemas dos empreendedores: construir algo que não possui demanda.

Nesta nova ferramenta de marketing reverso, a ligação com o mercado coloca o poder nas mãos dos empreendedores, pois permite que testem hipóteses do seu modelo de negócios!

Para aproveitar ao máximo esse poder, recomendo três passos:

1) Crie uma campanha de crowdfunding no site de sua escolha, lembrando de fazer um bom vídeo, pois ele é tão importante quanto a idéia em si. Veja alguns exemplos de cases bem sucedidos mais a frente.

2) Faça com que as recompensas sejam motivadoras, mas tenha em mente que você precisa conseguir cumpri-las. Muitas pessoas têm prometido produtos em sites de crowdfunding, sem limites de produção, e têm sido incapazes de entregar.

3) Divulgue o projeto em sites, blogs, fóruns que o seu público-alvo frequenta. Não adianta enviar para amigos e parentes, uma vez que isso só vai ofuscar o seu teste.

Pronto, agora basta aguardar e torcer para que sua idéia seja boa, atraia milhares de fãs e comprove todo o seu pontecial.

Veja alguns cases bem sucedidos:

http://www.kickstarter.com/projects/1523379957/oculus-rift-step-into-the-game

http://www.kickstarter.com/projects/jacksutter/tgt-tight-a-new-kind-of-wallet

http://catarse.me/pt/projects/532-metamaquina-3d

http://idea.me/proyecto/286/cbv01icyclistbackpackv01

Recomendo fortemente que você não deixe de ler o relatório sobre pre-sumers do Trendwatching, pois tem tudo a ver com esse post:

http://trendwatching.com/pt/trends/presumers/

E agora, vai testar sua idéia em um site de crowdfunding? Comente aqui!

p.s.: Gostaria de agradecer ao amigo Bruno Muniz pela troca de idéias que gerou este post.

[newsletter titulo = ‘Assine nossa newsletter’ texto =’Receba ferramentas de gestão gratuitas toda semana!’ desconto =’10%’]

5 COMENTÁRIOS

  1. Geralmente não leio email marketing, para mim sempre foi sinônimo de spam. Mas a Luz Consultoria está mudando minha concepção. Cheguei aqui pelo email e realmente que excelente post, vai ser muito útil! Obrigado!

  2. Muito bom. Gostaria de lido este post antes.
    Aqui no Brasil estou sentindo que o crowdfunding ainda não emplacou para Startups. A maioria dos casos de sucessos são de artes, músicas e afins.
    O apoiador brasileiro ainda não entende como funciona. De fato, não são apoiadores, e sim consumidores. Por exemplo, em se tratar de uma campanha para serviço ou produto, com certeza o que está especificado como “prazo previsto” para a entrega da recompensa, será interpretado como “prazo de entrega”.

  3. Awesome article Daniel! Since the time of your post I’ve noticed that crowdfunding hasn’t’ taken off in many countries round the world. Sites now offer multiple rounds of crowdfunding, a chance to establish an email list that you own, and with cheaper fees. Take your hard earned backers with you. I would wish to share a new crowdfunding site http://www.crowdmole.com with you. Your article has actually helped me learn how much isn’t understood about crowdfunding in all parts of the world.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome