Pesquisa de Mercado: principais tipos e como fazer

0
677
pesquisa de mercado

Uma pesquisa de mercado pode ser quantitativa ou qualitativa e serve principalmente para reduzir o grau de incertezas sobre um problema ou objetivo. Consiste na coleta e observação de dados, tratamento e interpretação para posterior apresentação.

Voltar para:
Tudo sobre marketing

Neste artigo falaremos sobre Pesquisa de Mercado:
O que é uma pesquisa de mercado?
Pesquisas quantitativas x qualitativas
Tipos de pesquisa de mercado
Tabulando os dados de uma pesquisa

O que é uma Pesquisa de Mercado?

Vamos lançar esse produto novo, inovador e ele vai ser um sucesso!

Eu admiro quem tem esse tipo de certeza, mas ela é completamente irreal. Nenhum de nós tem a capacidade de prever o futuro. Então, o que podemos fazer diante de tantas incertezas sobre nossos próximos movimentos? Reduzir riscos. Simples e verdadeiro. Pesquisas empresariais são excelentes métodos para orientar decisões.

O Processo de Pesquisa de Mercado

Muitas pessoas tendem a achar que pesquisas de mercado tratam-se de aplicação de questionários e análise de dados. Este é apenas um tipo de pesquisa que pode ser feito. Pesquisa é todo processo que começa na definição de um problema, passa pela coleta de dados e informações, e culmina em interpretações e planos de ação.

processo de pesquisa de mercado

Objetivos de uma Pesquisa de Mercado

Pesquisas de mercado possuem diferentes objetivos, mas todos eles estão ligados a incertezas:

  • Um novo produto ou serviço dará certo?
  • Um produto ou serviço existente está agradando?
  • Como está a qualidade do atendimento?
  • Você seria público de determinada ação?
  • Em quem você votará para presidente?

A motivação e os objetivos de uma pesquisa são praticamente infinitos. Tudo que uma empresa pretende angariar mais informações para tomar melhores decisões pode entrar como pauta em um processo de pesquisa. E não necessariamente o público precisa ser composto de clientes. Há muitas pesquisas que podem ser feitas com clientes internos, ou seja, colaboradores da empresa.

Cuidados ao aplicar uma pesquisa

Algumas empresas acabam ficando viciadas em pesquisas de mercado. Parece brincadeira, mas isso é um problema sério. Pesquisas são úteis, mas nem toda tomada de decisão precisa de uma pesquisa de mercado para acontecer. Parar um processo simples para rodar uma pesquisa antes de dar o próximo passo acaba burocratizando e gerando mais ônus do que bônus.

A partir do momento em que a pesquisa de fato se mostra necessária, alguns cuidados devem ser tomados para que um trabalho custoso não seja jogado fora:

1) Problema errado = pesquisa ruim: antes de iniciar, reflita se você está atuando sobre o objetivo certo. Ele é mesmo um problema que está incomodando ou é uma mera consequência de algo maior?

2) Método errado = pesquisa ruim: falaremos sobre os tipos de pesquisa na próxima seção do artigo, mas é importante saber desde já que existem vários métodos e cada um se aplica melhor a objetivos diferentes. Usar o método errado pode inutilizar 100% uma pesquisa.

3) Pessoas erradas = pesquisa ruim: imagine que você quer fazer uma pesquisa de mercado sobre o lançamento de um novo absorvente e faz uma pesquisa unissex. Irá, com certeza, encontrar respostas não confiáveis. Esse exemplo foi extremo, mas em diversos níveis, escolher o público errado pode gerar resultados fracos.

4) Perguntas erradas = pesquisa ruim: uma pesquisa só irá te oferecer de respostas o que você fizer de perguntas. Ou, no caso de pesquisas mais abertas, dependerá do roteiro a ser seguido. Ou seja, se esforce para fazer as perguntas certas. Uma dica é sempre fazer um pré-teste: aplicar o questionários algumas vezes e ir revisando antes de rodar a pesquisa completa.

Em resumo, o que estamos querendo dizer aqui é:

Gaste mais tempo preparando uma pesquisa do que fazendo-a!

O planejamento da pesquisa – avaliação do problema, escolha do método, escolha do público (recrutamento) e criação do roteiro ou questionário – é tão importante quanto ou mais importante do que a execução em si.

Pesquisas Quantitativas x Qualitativas

Antes de mergulhar no universo das pesquisas de mercado, você precisa conhecer os principais tipos de pesquisa: as pesquisas quantitativas e as pesquisas qualitativas. Falaremos um pouco sobre elas abaixo.

Pesquisas Quantitativas

As pesquisas quantitativas são as mais comuns no mercado. Elas buscam mostrar numericamente a quantidade de incidências de características ou comportamentos dentro da amostragem selecionada.

Podem ser feitas pela aplicação de questionários online, entrevistas presenciais ou por telefone. Nesse tipo de pesquisa, as perguntas devem ser feitas de forma muito clara e objetiva. Geralmente recorre-se a questões de sim ou não e múltiplas escolhas, não deixando nada em aberto.

pesquisa quantitativa censo 2010

Existem diversas ferramentas online interessantes para a criação de questionários online. Alguns exemplos são: SurveyMonkey, GoogleForms, GetFeedback, dentre outras.

Em uma pesquisa quantitativa, o resultado buscado precisa ter grau de confiança estatístico. Portanto, outro ponto que deve-se ter atenção é ao tamanho da amostra. Ou seja, quantas pessoas deverão ser entrevistadas. Hoje em dia, é fácil encontrar calculadoras online de tamanhos da amostra para ajuda-lo nessa missão.

Pesquisas Qualitativas

As pesquisas qualitativas são bem diferentes, mas para algumas questões, podem ser até mais relevantes do que as quantitativas. Nestas pesquisas, busca-se entender as motivações para determinados comportamentos e insights mais profundos, muitas vezes inesperados sobre determinadas ações ou opiniões.

Nesse caso, o questionário é trocado por um roteiro semi-estruturado. O entrevistador segue o roteiro à risca, mas tem liberdade para aprofundar mais ou menos determinados pontos, dependendo do objetivo da pesquisa. Por conta disso, muitas pesquisas qualitativas acabam sendo parecidas com conversas ou entrevistas.

As pesquisas qualitativas costumam trazer insights mais completos sobre os fatos. No entanto, carecem de relevância estatística. Antes de montar planos de ação em cima do que foi descoberto, é necessário entender se aquela opinião é geral ou exclusiva daquele entrevistado.

Tipos de Pesquisa de Mercado

Pesquisa de Segmentação de Mercado

A pesquisa de segmentação busca encontrar grupos de características semelhantes dentro de uma população para encontrar diferentes grupos de compradores. Uma pesquisa de segmentação quantitativa pode ajudar a encontrar segmentos de mercado. Uma pesquisa qualitativa pode ajudar a entender melhor quem são as personas por trás dos segmentos.

Pesquisa de Satisfação

Este tipo de pesquisa busca entender o grau de satisfação de clientes, em relação a um produto ou serviço prestado, ou de colaboradores em relação a empresa. Esta última também é conhecida como pesquisa de clima organizacional. Também pode ser feita de forma quantitativa, quando a empresa deseja entender a opinião geral. Ou qualitativa, quando a empresa quer entender melhor as opiniões e buscar insights conjuntos sobre melhorias.

pesquisa de opinião

Pesquisa de Opinião

A pesquisa de opinião difere um pouco da pesquisa de satisfação, pois ela não requer que os entrevistados tenham utilizado o produto ou serviço. Normalmente ela busca entender a opinião pública sobre determinado fato ou ação.

Grupos de Foco

Grupo de foco ou grupo focal é um tipo de pesquisa qualitativa muito utilizada na área de marketing. Especialmente antes do lançamento de produtos e serviços. Consiste em juntar pessoas no mesmo ambiente para coletar impressões conjuntas ou individuais sobre um produto ou serviço.

grupo de foco

Cliente Oculto

Cliente oculto é outra técnica de pesquisa qualitativa que consiste no pesquisador entrar no papel de cliente. Ele utiliza os serviços da empresa pesquisada, sem que a mesma se dê conta que ele está avaliando-os. Depois ele levanta os principais pontos a desenvolver na experiência de uso e passa para a empresa.

cliente oculto

Enquetes

Enquetes são pesquisas rápidas, geralmente com uma questão só, que ficaram famosas junto com o crescimento da internet. São essencialmente quantitativas e buscam opiniões rápidas sobre diversos fatores.

Tabulando os dados de uma pesquisa

A tabulação de uma pesquisa é a organização dos dados antes de tentar interpreta-los ou apresenta-los. Consiste em contabilizar as respostas e gerar gráficos para colocar na apresentação de resultados. Em uma pesquisa quantitativa presencial, o trabalho de tabulação é mais “braçal”, pois os questionários devem ser cadastrados um por um em uma planilha ou sistema.

tabulação de dados de pesquisa de mercado

Quanto mais fechadas e objetivas as questões, mais fácil fica a tabulação. Quanto mais abertas, mais o trabalho fica complicado, assim como nas pesquisas qualitativas. Para facilitar tabulação de dados de uma pesquisa qualitativa, vale marcar antes os insights que estão sendo buscados pela empresa.

tabulação de dados de pesquisa de mercado

Por exemplo, se um produto está sendo avaliado, o pesquisador pode anotar antes as categorias que estão sendo avaliadas e ir mapeando quais foram citadas ao longo de cada entrevista:

  • 5 de 10 entrevistados citaram que o design pode ser melhor
  • 3 de 10 entrevistados reclamaram do preço
  • 2 de 10 entrevistados falaram mal do prazo de entrega

Outra forma comum de exibir respostas a uma pesquisa aberta ou qualitativa é através de uma nuvem de termos:

Por último, para entrevistas mais profundas, há várias empresas que pedem autorização para gravar as sessões de pesquisa. Fica mais fácil de compartilhar os insights depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, digite seu nome