Cheguei ao limite como consultor independente. E agora?

0
43
limite como consultor independente

Ter o trabalho reconhecido e ver as demandas de consultoria aumentarem é o sonho de todo consultor. Mas o que fazer quando a demanda se torna maior do que você dá conta de assumir?

Está aí um desafio positivo que surge na trajetória dos profissionais que fazem um bom trabalho.

Neste artigo, vou falar sobre esse momento decisivo para o crescimento das consultorias e os caminhos que você pode seguir a partir dele.

Confira!

Quando o alto volume de projetos se torna um problema na vida do consultor?

Trabalhar como consultor independente tem suas vantagens. Uma rotina mais flexível e dinâmica, aumentar os ganhos, impactar a vida dos clientes e se sentir mais satisfeito são algumas delas.

Portanto, é uma escolha de carreira que costuma ser guiada pela busca do equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Como em qualquer profissão, esse caminho tem seus obstáculos.

No início da carreira, encontrar maneiras de lidar com a baixa demanda de projetos é um deles. Afinal, prospectar clientes quando você ainda é pouco conhecido pode ser difícil.

Nada como o acúmulo de conhecimento e experiências para os consultores conquistarem seu espaço no mercado.

Se você faz um bom trabalho, encontra um nicho de atuação e entrega valor às empresas, a tendência é colher resultados positivos. Então, a cartela de clientes começa a aumentar.

Mais projetos, mais receita para o seu negócio — o que é excelente!

Mas pode chegar um momento em que você, sozinho, não consegue dar conta da alta demanda.

Isso porque o dia tem um limite de horas. Além de trabalhar, todos nós precisamos de tempo para descansar, comer, estudar, curtir com a família e os amigos, entre tantas outras coisas.

Mesmo que você esteja disposto a dar tudo de si e trabalhar muitas horas por dia, crescer dessa forma não é sustentável.

Além disso, significa que você tem que abrir mão das várias das vantagens de ser um consultor independente.

O que eu quero mostrar com isso é que os consultores precisam pensar bem e escolher as estratégias de crescimento do negócio, levando em conta as perspectivas pessoais e profissionais.

Do contrário, quando tiver muitos projetos rolando ao mesmo tempo, a qualidade do seu trabalho e o seu bem-estar podem acabar comprometidos.

Transformar a consultoria em empresa ou seguir trabalhando sozinho?

Cheguei ao limite como consultor independente. E agora? 1

Já adianto que um caminho não é melhor que o outro. Essa escolha do que fazer quando chegar ao limite como consultor independente depende muito do perfil de cada profissional.

Sendo assim, em primeiro lugar, você deve avaliar qual é o seu perfil. As suas características e os seus objetivos precisam ser considerados na hora de definir sua estratégia de crescimento.

Entender, por exemplo, se você é do tipo que preza pela estabilidade ou está disposto a assumir certos riscos é determinante.

A seguir, vou te mostrar por que e compartilhar algumas dicas:

Continuar trabalhando de forma independente

Para quem é avesso a riscos, este caminho de crescimento costuma fazer mais sentido. Mas não quer dizer que o consultor vá continuar trabalhando do mesmo jeito.

Embora você não conte com funcionários para assumir demandas, você pode terceirizar tarefas por meio da contratação de freelancers.

Em plataformas como UpWork, Workana ou 99freelas, é possível encontrar profissionais qualificados em diversas áreas, como Marketing, Design, TI, Administração, Finanças, entre outras.

O que vale a pena é terceirizar atividades repetitivas, que não são sua especialidade ou que você não gosta de fazer. Por valores acessíveis, você consegue direcionar demandas pontuais para quem entende do assunto.

Assim, você tem mais tempo para se focar nas atividades estratégias que só você consegue resolver.

Avalie também a possibilidade de aumentar o preço dos seus serviços. Dessa forma, é possível aumentar os seus ganhos sem ter que assumir mais e mais projetos.

Para isso, ser um especialista e escolher um nicho de atuação é fundamental. Quanto mais autoridade você tem, mais relevante é o seu trabalho.

Consequentemente, as empresas se tornam mais dispostas a pagar um preço mais alto, pois sabem que você entrega valor para o negócio.

Mas terceirizar tarefas e aumentar o preço nem sempre é suficiente.

O consultor também precisa aprender a selecionar melhor os projetos para dar conta das demandas. Isso significa ter que dizer “não” para alguns clientes ou agendar o início de um projeto para uma data futura.

Na hora de selecionar, dê preferência aos projetos que são mais interessantes, que podem agregar mais conhecimento e enriquecer o seu portfólio.

Avalie também se o cliente tem um perfil que faz sentido para a sua consultoria e potencial de desenvolver mais projetos no futuro. 

Ao adotar essas estratégias, você consegue continuar com a demanda maior que a oferta sem ter que extrapolar a sua capacidade de atendimento.

Transformar a consultoria em empresa

Por outro lado, existem aqueles consultores com perfil mais empreendedor, que costumam estar mais dispostos a assumir certos riscos.

Se você se identifica, transformar o seu trabalho independente em uma empresa de consultoria pode ser um bom caminho para crescer.

Entretanto, saiba que aumentar a estrutura demanda certos investimentos. Por exemplo, com a contratação de funcionários.

Mesmo que você continue sendo o principal responsável pela gestão dos projetos juntos aos clientes, uma empresa de consultoria precisa de pessoas para cuidar das demais atividades.

Isso envolve fazer uma seleção adequada para encontrar os melhores profissionais e criar processos para que você não tenha que gastar muito tempo supervisionando o trabalho dos seus funcionários.

Estar a frente de uma empresa também requer habilidade de liderança, saber delegar tarefas e gerir pessoas.

Portanto, se você deseja seguir por esse caminho, vale a pena se certificar que você tem as competências necessárias para lidar com essa nova realidade.

Seja qual for a sua estratégia de crescimento, o mais importante é que ela esteja alinhada aos seus objetivos e que você se sinta seguro para dar cada passo.

Os membros do LUZ Prime podem formular serviços a partir de ferramentas de gestão prontas, ganhando escala em suas consultorias. Faça parte!

Prime LUZ
Prime LUZ
Prime LUZ
Prime LUZ