Plano de Negócios: passo a passo para criar o seu

Compartilhe com amigos:
Como elaborar um excelente plano de negócios
Este conteúdo faz parte da série:
Plano de Negócios

Um plano de negócios é uma ferramenta de gestão que funciona como um guia para planejar um empreendimento, uma ação mercadológica ou a ampliação de uma unidade de negócio.

Com ele em mãos o empreendedor pode entender melhor qual a realidade em que está inserido, de modo a conseguir determinar quais as estratégias serão adotadas em diferentes momentos, sobretudo para planejamento de ações futuras.

Algumas pessoas acreditam que o plano de negócios morreu, mas na verdade ele se modernizou ganhando contornos mais práticos. Pelo menos, na opinião da LUZ.

Essa mudança acompanhou a evolução do mercado como um todo. No passado, os investidores preferiam investir em planos minuciosos, impecáveis. Hoje em dia, os melhores planos de negócio são evoluções de testes rápidos que mostraram bons prognósticos de resultado.

Veja também: Livro Digital: guia rápido como fazer um plano de negócios e Apresentação pronta para investidores

Índice:

Planilha de Plano de Negócios

Passo 1: definindo o modelo de negócio

Antes de escrever o seu plano de negócios, você precisa ter certeza do modelo no qual você está apostando. Não adianta fazer um planejamento grande e detalhado apostando em uma estratégia de negócio que pode dar errado.

Antes de escrever o seu plano, você deve desenhar algumas opções de modelo de negócio. Depois disso, deve testá-las da melhor forma, mais barata e mais rápida possível.

Modelando o negócio

Muitos empreendedores têm dificuldade em entender a diferença entre um plano de negócios e um modelo de negócios. Para muitos os dois documentos podem significar a mesma coisa, no entanto, eles são fundamentalmente diferentes.

O canvas de modelo de negócio

O modelo de negócios é um documento bastante objetivo que tem o objetivo de compreender as análises e reflexões dobre o conceito da empresa, avaliando a viabilidade da ideia.

Plano de Negócios - Canvas de Modelo de Negócio

Canvas de modelo de negócio

O plano de negócio é um documento mais extenso, detalhando o empreendimento existente ou que está sendo construído. O objetivo é que uma pessoa de fora da organização, como um investidor, consiga entendê-la 100% através de sua leitura.

Como elaborar um excelente plano de negócios

Plano de Negócios a moda antiga

Antigamente, partia-se direto para o plano de negócios. Hoje, há a compreensão de que se deve começar rápido e de forma enxuta. Alguns empreendedores acreditam que apenas com o canvas de modelo de negócio já planejaram o suficiente.

Eu acredito que ambas as ferramentas devam ser usadas dentro da concepção de um negócio em estágios diferentes. Quando não se tem nada, que se faça um canvas e teste-o rapidamente. A partir dos primeiros resultados do teste, utilize um business plan (plano de negócio) para estruturar o crescimento e encontrar investidores.

Planilha de Plano de Negócios

Tipos de modelo de negócio

Modelo Freemium – O Modelo Freemium funciona oferecendo um produto ou serviço digital gratuito como forma de atrair um alto volume de usuários, mas com o objetivo de convertê-los em usuários pagantes através de uma opção premium com mais recursos.

Modelo Cauda Longa – O Modelo Cauda Longa (Long Tail) funciona ao vender uma grande variedade de produtos de nicho, o quais individualmente vendem pouco, mas que no total geram alto valor em vendas.

Modelo Marketplace – O Modelo Marketplace funciona ao disponibilizar produtos de diversos vendedores em um único ambiente virtual. Normalmente, em um e-commerce de grande porte, que pode ou não vender produtos próprios, mas que acima de tudo possui alto volume de usuários que frequentam e confiam em sua marca.

Modelo All You Can Eat – O Modelo All You Can Eat (AYCE), que em português significa “Tudo o que Você Poder Comer” (ou Buffet-Livre), é um modelo de negócio que funciona ao permitir que clientes consumam produtos ou serviços o quanto quiserem pagando um valor fixo (pagamento único ou recorrente).

Veja mais tipos de modelo de negócio.

Testando o modelo de negócio

Muitas vezes, o modelo de negócio escolhido por você para o seu empreendimento poderá dar errado. As vezes, você escolhe o modelo freemium, cobrando assinaturas, e o seu usuário não vê valor no contrato mensal. Ele preferia pagar avulso ou vice-versa.

Por isso, antes de planejar toda uma empresa em volta de um modelo de negócio pressuposto, o melhor a ser feito nesse momento é testá-lo.

Nessa etapa, você deve pensar “como eu valido o meu modelo de negócios com o que eu tenho em mãos amanhã?”

Planilha de Plano de Negócios

O MVP – Mínimo Produto Viável (Minimum Viable Product)

Mas o que seria validar uma ideia de negócio? Na minha opinião e na de muitos especialistas, é realizar as primeiras vendas para completos desconhecidos sem investir quase nada em produto, ponto de venda ou tecnologia.

Alguns clientes já falaram para a LUZ:

Quero montar um ecommerce para vender roupas fashion para pets

Nós perguntamos:

Você já vendeu alguma roupa fashion para pets na vida?

Se não, por que investir uma quantia significante para montar um ecommerce para vender algo que você não tem certeza se sabe vender e, o principal, se as pessoas querem?

Faça algumas roupas ou compre-as e tente vender. Quando tiver as primeiras encomendas, você monta um plano de negócio mais detalhado.

É disso que se trata um MVP, conseguir as respostas que você precisa antes de investir tempo e dinheiro, o mais rápido o possível.

Passo 2: escrevendo o Plano de Negócios

Agora que você eliminou as primeiras incertezas e tem um modelo de negócio viável, você pode investir tempo para escrever o plano do seu negócio, empreendimento ou reestruturação.

Escrevendo o Plano de Negócios

Vamos escrever!

Sumário executivo

O sumário executivo é um pequeno resumo do seu plano de negócios (cerca de uma página). Geralmente ele é a última seção do plano que você vai fazer, pois precisará de todos os dados para tal. Aqui aparece em primeiro, pois estou considerando a ordem na qual as seções devem ser apresentadas.

Para pensar no sumário executivo, você deve entender a cabeça dos futuros leitores do seu plano de negócios (possíveis investidores, sócios, parceiros). Eles não possuem tempo, portanto o que fará eles lerem o plano todo será a qualidade dos indicadores mostrados no sumário executivo.

Foque nas vitórias obtidas até aqui e nas oportunidades de mercado. Os resultados do seu MVP serão muito bem-vindos nessa seção do plano do negócio.

Sumário Executivo no Plano de Negócios

Sumário Executivo no Plano de Negócios

Planilha de Plano de Negócios

Sobre a empresa

Se você conseguiu conquistar o seu público com o sumário executivo, ele vai querer ver mais! E a primeira coisa que temos que mostrar é como a empresa está hoje e a trajetória dela até aqui.

A Equipe

O primeiro passo e um dos mais sensíveis, principalmente para investidores, é saber quem vai gerenciar o dinheiro aplicado por ele. Eles estarão interessados, pelo menos, em saber qual é o nível mais alto de gestores da nova empresa. Ressalte os bons atributos do time.

Apresentação de equipe no Plano de Negócios

Apresentação de equipe no Plano de Negócios

Linha do Tempo

Outra coisa interessante de mostrar no plano de negócios é que o time que está sendo apresentado já conquistou objetivos juntos, ou individualmente.

Linha do tempo de empresa no plano de negócios

Linha do tempo de empresa no plano de negócios

Estrutura organizacional e plano estratégico

Mostre no seu plano de negócios que a sua empresa ou ideia de negócio possui características intrínsecas e visão de longo prazo que fazem com que ela seja única.

Missão, visão e valores

O objetivo aqui não é montar um planejamento estratégico completo, mas sim, mostrar que você está embasado em uma visão estratégica maior do que “faturar mais e ter lucro”. Um investidor não apostaria em você sabendo que sua empresa é igual a uma concorrente já existente.

Missão no Planejamento do Negócio

Missão no Planejamento do Negócio

Caso queira entender melhor o que são missão, visão e valores, você precisa ler esse post sobre planejamento estratégico!

Estrutura atual da empresa

A imagem que melhor define a estrutura atual da empresa é o organograma. Serve para mostrar como a empresa está organizada hoje. No caso de uma ideia de negócio, pode ser mostrada a projeção do organograma esperado após a aplicação de investimentos.

É bastante comum mostrar no plano do negócio a evolução esperada do organograma em fases ou anos.

Modelos de Organograma - Significado dos itens do Organograma

Como exibir/ler um Organograma

Planilha de Plano de Negócios

Passo 3: analisando o mercado

Agora que falamos bastante da parte interna e do estágio atual da empresa, chegou a hora de dissecar a oportunidade de negócio que está sobre a mesa. O primeiro fator a ser explorado é o mercado, ou seja, as condições externas que mostram porque o empreendimento pode dar certo.

O problema a ser resolvido

Todo negócio nasce ou cresce por causa de um problema a ser resolvido no mundo. Pode ser pequeno ou específico, como:

Uma cidade pequena não é abastecida por padarias – assim nasce uma padaria de bairro

Ou grande e genérico, como:

As pessoas querem socializar e se conectar na internet – assim nasce o Facebook

O seu plano de negócios deve mostrar que existe algo a ser melhorado no mundo, no seu país ou na sua região. E esse “algo” apresenta tendência de acentuação. Exponha no seu documento.

Problema a ser resolvido com o Plano de Negócio

Problema a ser resolvido com o Plano de Negócio

Quantificando o mercado

Investidores, possíveis sócios e até mesmo você, o autor do plano de negócios, não devem se satisfazer com dados genéricos. É preciso transforma-los em números. Apenas os números de tamanho de mercado podem dizer se o plano possui viabilidade econômica.

A persona

O primeiro passo para quantificar o mercado é definir o alvo. Quais são os principais perfis de clientes (personas) que a empresa busca? Depois de dividir e definir os perfis, tente quantifica-los a partir de dados.

Alguns dados são difíceis de obter, mas sempre é possível fazer estimativas. Se a sua persona é o diretor de uma empresa média, tente mapear quantas empresas médias há na sua região e, posteriormente, no Brasil.

Tamanho do mercado - plano de negócios

Tamanho do mercado no plano de negócios

Notícias na internet, bancos de dados e associações poderão te ajudar a estimar a quantidade de pessoas no seu mercado.

Planilha de Plano de Negócios

O tamanho do mercado

Ok. O mercado é grande, mas essas pessoas já investem no que você está vendendo? Um provável investidor vai querer saber isso e você precisa se antecipar.

Se os 50 milhões de empreendedores no Brasil investem em média R$100 em educação livre por mês, educação empreendedora é um mercado que movimenta 60 bilhões de reais por ano.

Eu dei o exemplo de um mercado gigante e bastante genérico. No seu plano de negócio, é interessante que você afunile bastante para chegar a dados mais reais.

  • Em que tipos de empresa você vai focar?
  • Em quais regiões?
  • Qual estágio do empreendedorismo?

Para cada tipo de negócio, há perguntas a serem respondidas em termos de quantificação de mercado. O importante é ter uma noção de tamanho e a fatia do mercado que você pretende conseguir a cada fase do plano de crescimento.

Analisando a concorrência

Para analisar a concorrência, além de dados quantitativos, como número de concorrentes diretos e indiretos, eu costumo analisa-los qualitativamente.

O objetivo é mostrar no plano de negócio as principais fraquezas deles. Este geralmente é o motivo de existir um problema a ser resolvido pela minha ideia de negócio. A Netflix, por exemplo, nasceu da incapacidade da indústria tradicional de oferecer comodidade ao cliente.

A melhor ferramenta para fazê-lo é a curva de valor. Ela consiste em mapear os pontos mais valorizados por clientes (atendimento, preço, etc) e, depois, avaliar a sua empresa e os concorrentes nos mesmos critérios.

Curva de Valor do Cirque du Soleil

Exemplo: curva de valor do Cirque du Soleil

Planilha de Plano de Negócios

Passo 4: o plano de marketing

Após mostrar o estágio atual da empresa, a oportunidade que está sobre a mesa e as diferentes personas que compõem o público, chegou a hora de mostrar como busca-los.

Vá pega-los!

Vá pega-los!

 

Características e diferenciais do produto

Quando falamos em produto aqui, estamos falando do conceito de produto. Ou seja, não é o aspecto palpável do produto que você pode segurar, mas sim do aspecto intangível relacionado a solução que está sendo proposta.

Apresentando o produto

Quais são os diferenciais do seu produto? Vale resgatar o que você mapeou na análise da concorrência para reforçar na apresentação da sua solução.

Composição do Produto no Plano de Negócios

Composição do Produto no Plano de Negócios

Evolução do produto

Ao longo do tempo, a sua solução pode evoluir em diversos aspectos: funcionalidades, pontos de venda, serviços agregados, etc. É interessante que você mostre no seu plano de negócios as diferentes fases do seu produto e o que será incorporado a ele.

Evolução do Produto no Plano de Negócios

Evolução do Produto no Plano de Negócios

A evolução de um produto tecnológico poderia ser apresentado de forma muito semelhante, apenas substituindo os itens por novas funcionalidades ou integrações.

Planilha de Plano de Negócios

Estratégias de marketing

O plano de marketing de um plano de negócios pode ser formal e teórico, seguindo os conceitos dos 4 P’s de marketing ou pode seguir uma linha mais objetiva. Esta linha mostraria apenas um plano de mídia, ou seja, os canais que serão utilizados para apresentar as soluções para as diferentes personas.

Se o seu preço fugir muito a média da concorrência, também é interessante que você explique as premissas que levaram você a adotar aquela precificação. Hoje o marketing, principalmente o online, está muito mais ligado a testes e experiência do usuário do que a convicções rígidas pautadas em teorias.

Plano de Marketing no Plano de Negócios

Plano de Marketing no Plano de Negócios

Não se esqueça de mostrar uma projeção de investimento de marketing nos diferentes canais ao longo do tempo.

Para saber mais sobre plano de marketing no plano de negócios, leia um artigo sobre o tema.

Passo 5: mostrando as expectativas

A última parte do plano de negócios é convencer que o mesmo é ambicioso o suficiente e que vale a pena. Eu gosto de mostrar as metas de longo prazo e, em seguida, como o plano financeiro vai se comportar na busca por essas metas (investimentos, gastos, receitas).

Apresentando as metas

Muitos empreendedores costumam mostrar o plano financeiro solto, com muitos números e pouco significado. A parte financeira deve estar orientada as metas que a organização irá buscar nos próximos anos.

Quantos clientes? Quantos assinantes? Qual a equipe necessária para atender esses clientes? E o custo de marketing?

Todo o plano financeiro dependerá das metas principais da empresa. Apresente a linha do tempo em números que a empresa percorrerá de acordo com o plano de negócios.

Linha do tempo futura no plano de negócios

Linha do tempo futura no plano de negócios

Planilha de Plano de Negócios

O plano financeiro

O plano financeiro de um plano de negócios é a apresentação dos principais indicadores financeiros e do estudo de viabilidade econômica do projeto.

Veja também: como e por que fazer um estudo de viabilidade econômica

O erro comum no plano financeiro é apresentar uma tabela gigante com números que não dizem nada. O segredo para não cair neste erro é separar os dados. Alguns exemplos seguem abaixo.

Tabela com o resumo das projeções financeiras:

Projeções Financeiras no Plano de Negócios

Projeções Financeiras no Plano de Negócios

Estrutura de gastos:

Composição dos gastos no Plano de Negócios

Composição dos gastos no Plano de Negócios

Indicadores de viabilidade econômica:

Resultado do Plano Financeiro do Plano de Negócios

Resultado do Plano Financeiro do Plano de Negócios

Apresentação Pronta de Plano de Negócios

Todas as imagens utilizadas nesse artigo foram feitas utilizando a nossa apresentação pronta de plano de negócios. Caso você tenha gostado, basta clicar no link e conhecê-la!

Para citar este artigo como referência bibliográfica

Filippo Ghermandi, Plano de Negócios: passo a passo para criar o seu. Disponível em: http://blog.luz.vc/como-fazer/plano-de-negocios/. Acesso em: (dia, mês e ano)

Planilha de Plano de Negócios

Para um tutorial passo-a-passo de como elaborar o seu plano de negócios acesse nossa página e faça um download gratuito do nosso Livro Digital: guia rápido como fazer um plano de negócios.

Resumo
Plano de Negócios: passo a passo para criar o seu
Nome do Artigo
Plano de Negócios: passo a passo para criar o seu
Descrição
Um plano de negócios é uma ferramenta de gestão que funciona como um guia para planejar um empreendimento, uma ação mercadológica ou um novo negócio.
Autor
Nome da Empresa
LUZ
Logo da Empresa
Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

  • Luiz Carlos Conte

    Velho e bom Canvas BMG. Mto bom

    • Filippo Ghermandi

      Grande Conte. Bom vê-lo por aqui!
      Abraços

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]