5 Projetos de Arte Open-Source

  2 Comentários   Tendências  
Compartilhe com amigos:

Esse artigo não pretende falar do que é arte ou do que é open-source. Acontece que, com a crescente abertura que a internet tem trazido para diversas áreas, iniciativas artísticas obviamente não ficaram atrás.

Imagens de fractais,  gráficos gerados por computador e até modelos em 3D já são bem comuns hoje em dia em peças impressas, filmes, jogos eletrônicos, elementos de entretenimento no geral, etc. No meio artístico tambem. E assim como projetos de software são muitas vezes compartilhados online para que outros peguem o código e construam algo por cima, o mesmo começou a acontecer com peças artísticas. No caso, um artista produz um tipo de obra qualquer e gera um material bruto que pode ser usado por outra pessoa – normalmente ideias ou arquivos digitais, mas quem sabe? – e as pessoas ao redor ficam livres para pegar esse material e aproveitá-lo em suas próprias ideias.

[newsletter titulo = ‘Assine nossa newsletter’ texto =’Receba ferramentas de gestão gratuitas toda semana!’ desconto =’10%’]

Muitos desses trabalhos acontecem no âmbito da arte gerada por computador, “computational art”, ou “creative coding” como tem sido chamado. Para quem se interessar mais sobre o assunto, esse vídeo da PBS OffBook explica muito bem o assunto e apresenta ótimo exemplos. Separei alguns exemplos de trabalhos em que a produção do trabalho artístico é aberta para a comunidade, é gerada por uma comunidade de alguma forma, ou em que o produto final do trabalho gerou um arquivo que foi compartilhado com a comunidade online:

House of Cards

[youtube 8nTFjVm9sTQ]

O vídeo da música do Radiohead foi um dos primeiros a mostrar esse tipo de estética, em que uma pessoa é apresentada apenas como uma malha 3D, gerada a partir de um software de reconhecimento e câmeras. O efeito hoje já é bem associado com o Kinect (o sensor 3D de movimento da Microsoft), mas em 2008, quando foi lançado, era uma grande novidade. A imagem 3D da cabeça do cantor é, antes de tudo, um código com a série de pontos que formam a imagem em 3D. Esse conjunto de dados foi compartilhado na internet, livre para que outras pessoas fizessem trabalhos baseados nela. O ponto interessante, e triste, é que muito pouca coisa foi feita com base nisso, mas foi uma grande iniciativa. Talvez pela época (o vídeo foi lançado em 2008) ou porque o vídeo original já era uma obra tão interessante e os dados puros dos pontos 3D disponibilizados não dessem tantas possibilidades para o público. Um exemplo interessante foi esse produzido com lego:

[vimeo 1413545]

 

The Johnny Cash Project

TheJohnnyCashProject

No site, cada frame do vídeo da música “Ain’t no grave” de Johnny Cash fica disponível para ser modificado pelo usuário, montando uma animação completamente open-source. Cada frame (ou grupo de frames) é desenhado por uma pessoa diferente, com seu próprio estilo e técnica.

 

The Sheep Market

sheep

Nesse trabalho, o artista Aaron Koblin utilizou o serviço de mão de obra online “The Mechanical Turk”, da Amazon, para recrutar pessoas para desenhar ovelhas a um preço módico. Por US$0.02, os usuários desenhavam uma ovelha olhando para a direita. O resultado foi uma coleção de 10.000 ovelhas diferentes. É um trabalho muito interessante, que diferente dos outros, usa a internet para produzir ao invés de disponibilizar a obra para ser alterada posteriormente.

 

Before I Die

Before-I-Die-New-Orleans-Candy-Chang

O projeto de Candy Chang é uma parede na rua em que as pessoas que passam são convidadas a intervir escrevendo o que elas “gostariam de fazer antes de morrer”. O projeto foi replicado de diversas maneiras em vários lugares do mundo.

 

BallDroppings

artbanner

O simples jogo foi feito por Josh Nimoy, e consiste em um ambiente em que o jogador deve adicionar linhas para criar música controlando as bolinhas que caem sem parar na tela. O jogo foi disponibilizado em várias plataformas em seu código fonte original, e várias versões e trabalhos baseados foram produzidos. É um exemplo de produção artística feita com código e disponibilizada diretamente na comunidade, que virou uma espécie de sensação na internet na época.

[newsletter titulo = ‘Assine nossa newsletter’ texto =’Receba ferramentas de gestão gratuitas toda semana!’ desconto =’10%’]

Compartilhe com amigos:

Inscreva-se e receba o conteúdo semanal
que realmente importa

Experimente! É grátis e, se não gostar, basta cancelar o envio com 1 clique.
 

Deixe seu comentário aqui

Buscar no Blog LUZ

Digite abaixo…

×
Receba a sua dose semanal de conhecimento grátis
×
[optin_monster_id]
[optin_monster_id]
[email]
[email]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]
[opt_in]